Lusotitan atalaiensis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaLusotitan atalaiensis
Ocorrência: Jurássico Superior
Taxocaixa sem imagem
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Sauropsida
Superordem: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: Sauropodomorpha
Infraordem: Sauropoda
Família: Brachiosauridae
Género: Lusotitan
Antunes & Mateus, 2003
Espécie: L. atalaiensis
Nome binomial
Lusotitan atalaiensis
(Lapparent & Zbyszewski, 1957)

Lusotitan atalaiensis ("titã lusitano") é uma espécie de dinossauro saurópode do Jurássico Superior que viveu em Portugal, e descoberto mais concretamente na Formação Lourinhã. Originalmente foi descrita como Brachiosaurus atalaiensis por Lapparent e Zbszewski em 1957, sendo reclassificada em 2003 por Octávio Mateus e Miguel Telles Antunes [1] , num novo gênero, o Lusotitan.Seria provavelmente o maior dinossauro, em termos de altura e peso, encontrado até agora em Portugal. O seu nome significa Titã Lusitano originário da Atalaia (aldeia do concelho da Lourinhã), local onde foram descobertos os seus ossos fossilizados, na década de 1940. Pensa-se que pertencia à família Brachiosauridae, possuindo uma cauda e pescoço bastante compridos, à semelhança dos restantes saurópodes, mas tendo a particularidade de possuir os membros anteriores (dianteiros) com maior dimensão do que os posteriores, fazendo lembrar o formato das actuais girafas. À semelhança dos restantes dinossauros saurópodes, encontrados em Portugal, devia viver em grupos de vários indivíduos, e deveria consumir grandes quantidades de vegetação diariamente, certamente necessárias para alimentar o seu enorme corpo. Os seus enormes ossos fósseis podem ser vistos no Museu Geológico, em Lisboa.

Recentemente, o espécime holótipo foi redescrito por Mannion e colegas [2] , que confirmaram a esta espécie como um Brachiosauridae.

Referências

  1. Antunes, M.; Mateus, O. (2003). Dinosaurs of Portugal. Comptes Rendus. Palévol 2 (1): 77–95.
  2. Mannion, P. D., Upchurch P., Barnes R. N., & Mateus O. (2013). Osteology of the Late Jurassic Portuguese sauropod dinosaur Lusotitan atalaiensis (Macronaria) and the evolutionary history of basal titanosauriforms. Zoological Journal of the Linnean Society. 1-109.
Ícone de esboço Este artigo sobre dinossauros é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.