Luz (Minas Gerais)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Luz
  Município do Brasil  
Trevo entrada da cidade
Trevo entrada da cidade
Símbolos
Bandeira de Luz
Bandeira
Brasão de armas de Luz
Brasão de armas
Hino
Gentílico luzense
Localização
Localização de Luz em Minas Gerais
Localização de Luz em Minas Gerais
Luz está localizado em: Brasil
Luz
Localização de Luz no Brasil
Mapa de Luz
Coordenadas 19° 48' 03" S 45° 41' 09" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Municípios limítrofes Estrela do Indaiá, Dores do Indaiá, Bom Despacho, Moema(pelo Rio São Francisco), Lagoa da Prata, Japaraíba, Arcos, Iguatama, Bambuí, Córrego Danta
Distância até a capital 197 km
História
Fundação 7 de setembro de 1923 (96 anos)
Aniversário 7 de setembro
Administração
Prefeito(a) Ailton Duarte [1] (PSB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [3] 1 171,670 km²
População total (Censo IBGE/2010[4]) 17 492 hab.
Densidade 14,93 hab./km²
Clima tropical
Altitude 675 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 35595-000 a 35599-999[2]
Indicadores
IDH (PNUD/2000[5]) 0,801 muito alto
PIB (IBGE/2008[6]) R$ 223 208,537 mil
PIB per capita (IBGE/2008[6]) R$ 12 570,88
Outras informações
Padroeiro(a) Nossa Senhora da Luz[7]

Luz é um município brasileiro do estado de Minas Gerais.

História[editar | editar código-fonte]

A história inicia-se por volta de 1780 e tem origem no conflito existente entre dois grandes fazendeiros, descendentes de bandeirantes paulistas, em relação à linha divisória de suas terras.

Para que a questão fosse resolvida a contento, a esposa de um deles fez uma promessa à Nossa Senhora da Luz.

Certa manhã, conforme combinaram, os fazendeiros (Coronel Cocais e Coronel Camargos) partem, cada um de sua residência e cavalgam, um em direção ao outro, até se encontrarem próximo ao ribeirão Jorge Pequeno. No local do encontro, fixam o marco divisório e, mandam erigir uma capela em devoção à padroeira Nossa Senhora da Luz. Nas proximidades do local, havia um olho d'água, represado por um aterro que abastecia o pequeno povoado formado em volta da capela, o que explica a origem do nome Nossa Senhora da Luz do Aterrado que lhe foi dado.

O ciclo de progresso tem início com a implantação do bispado do Aterrado.

O município se instala em 1923, adotando a denominação de Luz.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 19º48'05" sul e a uma longitude 45º41'08" oeste, estando a uma altitude de 675 metros. Sua população estimada em 2019 era de 18 215 habitantes, conforme dados do IBGE.[8]

Possui uma área de 1.171,670 km².

O município possui um dos IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) mais altos do estado: 0,801 (considerado alto IDH).

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

. Córrego da Velha

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Relevo[editar | editar código-fonte]

O relevo é Plano (40%), ondulado (50%) e montanhoso (10%).

Turismo[editar | editar código-fonte]

Dentre seus principais pontos turísticos, destaca-se a bela Catedral Diocesana Nossa Senhora da Luz, uma das mais belas do país, construída na década de 1940.

Referências

  1. {{citar web|url=https://www.eleicoes2016.com.br/candidatos-prefeito-luz-mg
  2. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  3. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  4. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  7. Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC). «Lista por santos padroeiros» (PDF). Descubra Minas. p. 21. Consultado em 14 de setembro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 14 de setembro de 2017 
  8. «Estimativa populacional 2019 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 28 de agosto de 2019. Consultado em 30 de agosto de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.