Luz no Meu Caminho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Luz No Meu Caminho
Álbum de estúdio de Xuxa
Lançamento 1995
Gravação 1995
Estúdio(s) Xuxa Produções
Gênero(s)
Duração 53:06
Idioma(s) (em português)
Formato(s)
Gravadora(s) Som Livre
Produção Michael Sullivan
Cronologia de Xuxa
Sexto Sentido
(1994)
Tô de Bem com a Vida
(1996)
Singles de Luz No Meu Caminho
  1. "Xuxa Hits"
    Lançamento: 1995
  2. "Principe Encantado"
    Lançamento: 1995
  3. "Salada Mixta"
    Lançamento: 1995
  4. "Brasileira"
    Lançamento: 1995
  5. "Como o Sábio Diz"
    Lançamento: 1995
  6. "Luz no Meu Caminho (A Terra)"
    Lançamento: 1995

Luz no Meu Caminho é o décimo sexto álbum de estúdio da cantora e apresentadora brasileira Xuxa e o décimo primeiro em língua portuguesa. O álbum foi lançado em 1995, época em que Xuxa apresentava o Xuxa Park e o quadro de atrações musicais juvenil Xuxa Hits, nas manhãs de sábado pela Rede Globo. Foi o seu primeiro álbum voltado para o público jovem.

Com forte influência da música pop, rap e batidas eletrônicas, "Luz no Meu Caminho" apresentou letras diferentes dos anteriores visando os adolescente, como a balada "Príncipe encantado", "Brasileira", "Mania de Malhar" e outras, "Salada Mista" foi a única dedicada ao público infantil, sendo o single de maior sucesso deste álbum. É considerado um dos melhores álbuns da artista como cantora e um ícone dos anos 90.

Produção e lançamento[editar | editar código-fonte]

"O Sexto Sentido (o disco anterior) já foi bem diferente não só pelo nome. É um disco mais maduro, a minha voz melhorou muito, ficou mais técnica. Tenho uma voz pequena, sem muita extensão, mas aprendi a lidar com meu potencial. Este disco é melhor ainda, Luz no Meu Caminho traz a música para o pequenininho, para o adolescente para a família e nele assumo minha fé, o meu lado místico."

Xuxa em entrevista para o Jornal do Brasil.[1]

Luz no Meu Caminho foi produzido por Michael Sullivan, teve direção artística de Aramis Barros e coordenação artística de Marlene Mattos, Xuxa Meneghel e Helio de Freitas. Foi gravado nos estúdios Som Livre. [2]

O álbum foi lançado na segunda quinzena de outubro de 1995, e alcançou a 5° posição entre os CDs mais vendidos em sua semana de estreia.[3] Em sua segunda semana, alcançou a 4° colocação.[4] Vendeu mais de 800.000 de cópias.[5] Foi relançado em 2001 e 2006 em CD, com alterações na contracapa e encarte.

"Luz no Meu Caminho" foi ainda lançado nos formatos: CD, Cassete e LP, e produzido por Michael Sullivan, produtor musical de Xuxa desde o Xegundo Xou da Xuxa, de 1987.[6]

As músicas desse álbum que ganharam clipes: Xuxa Hits exibido pela primeira vez dentro do programa da apresentadora, logo em seguida "Brasileira", "Salada Mixta", "Como o Sábio Diz", "Pra Quê Fumar?", "Ritmos", "Luz no Meu Caminho (a Terra)" e "Crer Pra Ver" foram exibidos pela primeira vez no especial Deu a Louca na Fantasia em 1995 e a música Príncipe Encantado foi exibido pela primeira vez no especial Xuxa 10 Anos, em 1996. O álbum trouxe duas participações, o cantor Abdulah na faixa Como o Sábio Diz e Aline Barros na faixa Crer Pra Ver.

Turnê[editar | editar código-fonte]

A álbum não teve turnê independente, com o grande sucesso da turnê Sexto Sentido, optaram em continuar com a turnê, em 1996, o cenário e o repertório mudaram acrescentando músicas do Luz no Meu Caminho. O que leva as pessoas a acreditarem que há duas turnês diferentes: Sexto Sentido e Luz No Meu Caminho. Esta "nova turnê" é somente um upgrade da turnê Sexto Sentido. A turnê teve fim em agosto de 1996.

Músicas de Trabalho[editar | editar código-fonte]

As músicas de trabalho eram "Brasileria", "Xuxa Hits", "Salada Mixta", "Como o Sábio Diz", "Pra Quê Fumar?", "Ritmos", "Príncipe Encantado", "Xuá Xuá", "Luz no Meu Caminho (A Terra)" e "Crer Pra Ver".

Faixas[editar | editar código-fonte]

Faixas do CD [7][8]
N.º Título Compositor(es) Duração
1. "Brasileira"  
  • César Lemos
  • Zé Henrique
  • Fred Pereira
4:22
2. "Xuxa Hits"  
  • Karla Aponte
  • César Lemos
  • Marcelo Azevedo
3:23
3. "Mania de Malhar"  
  • Solange Pereira
  • Zé Henrique
3:33
4. "Salada Mixta"  
  • Cláudio Matta
  • Álvaro Socci
2:56
5. "Como o Sábio Diz" (com Abdulah)
  • Paulo Sergio Valle
  • Michael Sullivan
3:36
6. "Funkeiro"  
  • Abdula, Carlinhos Conceição
  • Paloma
3:38
7. "Pra Quê Fumar?"  
  • Reinaldo Waisman
  • Marcos Levy
2:19
8. "Sorvete"  
  • Zé Henrique
  • Fred Pereira
  • Beto Zettel
4:34
9. "Ritmos"  
  • Carlos Colla
  • Marcos Assunção
4:16
10. "Príncipe Encantado"  
  • Cláudio Matta
  • Álvaro Socci
3:57
11. "Xuá Xuá"  
  • Cid Guerreiro
  • Dito
3:26
12. "Santa Rosa"  
  • Paulo Sergio Valle
  • Marcos Assunção
4:35
13. "Luz no Meu Caminho (a Terra)"  
  • Nando Cordel
3:48
14. "Crer Pra Ver" (com Aline Barros)
  • Cláudio Matta
  • Álvaro Socci
4:43
Duração total:
53:06
Lado A[9][10]
N.º Título Compositor(es) Duração
1. "Brasileira"  
  • César Lemos
  • Zé Henrique
  • Fred Pereira
4:22
2. "Xuxa Hits"  
  • Karla Aponte
  • César Lemos
  • Marcelo Azevedo
3:23
3. "Mania de Malhar"  
  • Solange Pereira
  • Zé Henrique
3:33
4. "Salada Mixta"  
  • Cláudio Matta
  • Álvaro Socci
2:56
5. "Sorvete"  
  • Zé Henrique
  • Fred Pereira
  • Beto Zettel
4:34
6. "Ritmos"  
  • Carlos Colla
  • Marcos Assunção
4:16
7. "Luz no Meu Caminho (a Terra)"  
  • Nando Cordel
3:48
Duração total:
26:52
Lado B
N.º Título Compositor(es) Duração
1. "Príncipe Encantado"  
  • Cláudio Matta
  • Álvaro Socci
3:57
2. "Como o Sábio Diz" (com Abdulah)
  • Paulo Sergio Valle
  • Michael Sullivan
3:36
3. "Funkeiro"  
  • Abdula
  • Carlinhos Conceição
  • Paloma
3:38
4. "Pra Que Fumar?"  
  • Reinaldo Waisman
  • Marcos Levy
2:19
5. "Xuá Xuá"  
  • Cid Guerreiro
  • Dito
3:26
6. "Santa Rosa"  
  • Paulo Sergio Valle
  • Marcos Assunção
4:35
7. "Crer Pra Ver" (com Aline Barros)
  • Cláudio Matta
  • Álvaro Socci
4:43
Duração total:
26:14

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios (desde fevereiro de 2012).
  • A letra de "Brasileira" cita em seu refrão, além de Tiradentes e Santos Dummont, dois ex-namorados da cantora: Pelé e Ayrton Senna
  • Nesta mesma música, há um trecho da narração de Galvão Bueno de uma das vitórias de Senna na Fórmula 1 e a narração da conquista do tetra na final da Copa do Mundo dos Estados Unidos através da Rádio Globo.
  • A música "Pra Quê Fumar" foi usada pelo Ministério da Saúde no combate ao tabagismo.
  • A cantora Aline Barros faz uma participação na música "Crer Pra Ver".
  • O cantor Abdullah participa da faixa "Como o Sábio Diz". Futuramente, ele faria outras parcerias musicais com Xuxa.
  • A música "Santa Rosa" foi gravada em homenagem á terra natal de Xuxa, Santa Rosa-Rio Grande do Sul.
  • O primeiro videoclipe lançado foi o de "Xuxa Hits", tema do programa homônimo, exibido de 1994 a 1996, dentro do "Xuxa Park". Mais tarde, a ideia original do "Xuxa Hits" se tornaria um programa a parte nas tardes de sábado: o "Planeta Xuxa", em 1997.
  • Os videoclipes de "Brasileira", "Salada Mixta", "Como o Sábio Diz", "Pra Quê Fumar?", "Ritmos", "Luz no Meu Caminho" e "Crer Pra Ver" foram exibidos pela primeira vez no Especial de Natal da Xuxa de 1995, intitulado "Deu a Louca na Fantasia".
  • O videoclipe de "Príncipe Encantado" foi exibido pela primeira vez no especial Xuxa 10 Anos, em 1996.

Ficha Técnica[editar | editar código-fonte]

  • Produzido por: Michael Sullivan
  • Direção Artística: Aramis Barros
  • Coordenação Artística: Marlene Mattos, Xuxa Meneghel e Helio de Freitas
  • Técnico de Gravação: Mario Jorge Santos
  • Supervisão Técnica: Nolan Leve
  • Assistentes de Gravação: Mauro Moraes, Julio Carneiro, Everaldo e Ivan Carvalho
  • Montagem: Sergio Seabra
  • Gravado nos estúdios: Som Livre
  • Maquiagem: Promaster
  • Assistente de Produção: Duda Nogueira
  • Técnicos Auxiliares: Sergio Rocha e Harley de Barros
  • Técnico de Gravação: Jorge 'Gordo'

Certificações[editar | editar código-fonte]

País Certificação Vendas
 Brasil - ABPD 2× Platina 800.000[5]

Referências