Lygodium

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Como ler uma infocaixa de taxonomiaLygodium
Lygodium microphyllum, uma espécie do Paleártico.
Lygodium microphyllum, uma espécie do Paleártico.
Classificação científica
Reino: Plantae
Clado: Monilophyta
Classe: Polypodiopsida
Subclasse: Polypodiidae
Ordem: Schizaeales
Família: Lygodiaceae
Género: Lygodium
Espécies
  • Cerca de 25 espécies.

Lygodium é um género de pteridófitas da família monotípica Lygodiaceae da ordem das Schizaeales. Este género agrupa cerca de 25 espécies, com distribuição pantropical, mas com centro de diversidade no Paleotropis.[1][2][3][4][5] Na sua corrente circunscrição taxonómica o género é monofilético,[1][2][3] agrupando espécies com crescimento escandente com caule subterrâneo (rizoma) de onde nascem longas folhas compostas, com ráquis volúvel que se enrola em torno de troncos e ramos de árvores, que podem atingir até 30 metros de altura. As folhas que sobem do rizoma e se enrolam sobre os suportes não têm os nós e botões que caracterizam os caules das trepadeiras.

Descrição[editar | editar código-fonte]

As espécies que integram o género Lygodium apresentam as características típicas das Pteridophyta, com rizoma postrado, esbelto e protostélico, recoberto de pelos.

As folhas são de crescimento indeterminado, trepadoras, pinadas, com folíolos (pinas) alternados, os primários divididos pseudodicotómicamente ("falsamente divididos em pares"), deixando a gema apical em dormição na axila. Nervuras livres ou anastomosadas.

Os soros ocorrem em lóbulos dos segmentos terminais. Os esporângios são abaxiais, solitários, um por cada soro. Cada esporângio está recoberto por uma excrescência da folha que se assemelha a um indúsio. Apresenta 128-256 esporos por esporângio. Os esporos são tetraédricos, com marca trilete.

Os gametófitos são verdes, cordados, superficiais.

O número cromossómico é x = 29 ou x = 30.

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

A clasificação mais actualizada é a constante do Christenhusz et al. (2011),[1][2][3] que por sua vez é baseado no sistema de Smith et al. (2006),[4][5] o qual também fornece uma sequência linear das licófitas e monilófitas.

Nessa classificação a família Lygodiaceae M.Roem. in Handb. Allg. Bot. 3: 520 (1840) constitui a Família 13, com apenas o Lygodium.[6]. Esse género, por sua vez, inclui as seguintes espécies:

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c Christenhusz et al. 2011. A linear sequence of extant families and genera of lycophytes and ferns. Phytotaxa 19: 7-54. (pdf)
  2. a b c Preface to “Linear sequence, classification, synonymy, and bibliography of vascular plants: Lycophytes, ferns, gymnosperms and angiosperms” pdf
  3. a b c Corrections to Phytotaxa 19: Linear sequence of lycophytes and ferns pdf
  4. a b A. R. Smith, K. M. Pryer, E. Schuettpelz, P. Korall, H. Schneider, P. G. Wolf. 2006. "A classification for extant ferns". Taxon 55(3), 705-731 (pdf)
  5. a b Smith, A.R., Pryer, K.M., Schuettpelz, E., Korall, P., Schneider, H., & Wolf, P.G. (2008) Fern classification, pp. 417–467 en: Ranker, T.A., & Haufler, C.H. (eds.), Biology and Evolution of Ferns and Lycophytes. Cambridge, Cambridge University Press.
  6. Madeira et al. (2008).
  7. Colmeiro, Miguel: «Diccionario de los diversos nombres vulgares de muchas plantas usuales ó notables del antiguo y nuevo mundo», Madrid, 1871.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Lygodium