Lykke Li

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lykke Li
Lykke Li 4.jpg
Informação geral
Nome completo Li Lykke Timotej Zachrisson
Também conhecido(a) como Lili
Nascimento 18 de março de 1986 (30 anos)
Origem Ystad, Escânia
País  Suécia
Gênero(s) Indie rock
Indie pop
Eletrônica
Alternativo
Electropop
Dream pop
Ocupação(ões) Cantora
Cantautora
Modelo
Atriz
Instrumento(s) Vocal
Período em atividade 2007 – presente
Gravadora(s) Atlantic͵ WMG͵ LL Recordings͵ EMI
Página oficial LykkeLi.com

Li Lykke Timotej Zachrisson(13 de março de 1986 - Ystad,Suécia),mais conhecida como Lykke Li,é uma cantora sueca de indie rock.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Lykke Zachrisson nasceu em Ystad, Escânia, na Suécia, em 1986. A sua vida está desde cedo ligada ao Mundo e às Artes, sendo filha de pais artistas (a mãe é fotógrafa e o pai músico)[2]. Um pouco mais crescida, Lykke e os seus pais mudaram-se para Estocolmo. Mais tarde, quando Lykke tinha seis anos, a família foi morar em Portugal, onde viveram por cinco anos. A vida agitada dos pais a fez passar bastante tempo entre Lisboa e Marrocos. Também passou Invernos no Nepal e na Índia, e aos 19 anos a cantora e a família mudam-se para Nova Iorque durante três meses.[3][4]

Aos 21 anos regressou à Suécia onde gravou o disco de estreia, “Youth Novels”, que contou com produção de Bjorn Yttling, dos Peter Bjorn and John, e Lasse Martén (produtor de Pink e Shout Out Louds).

Mais recentemente, Lykke Li colaborou no álbum de estreia dos N.A.S.A. ao lado de Kanye West e Santigold.

Quando Lykke não está em tour, a cantora reside em Södermalm, distrito de Estocolmo.

Em 2009, a cantora teve a música "Possibility" incluída na trilha sonora do filme Lua Nova[5]

O single "I Follow Rivers" encontra-se nas paradas de sucesso de 2013, tocando em várias rádios do mundo.

Recentemente, Lykke participou da gravação do álbum Songs of Innocence (2014), do U2. Sua bela voz pode ser ouvida na última faixa do álbum, intitulada "The Troubles".

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

De sua prática da Meditação Transcendental, Li disse em 2014: "É muito interessante do ponto de vista criativo. Antes, eu só poderia escrever algumas frases e eu teria que fazer uma pausa por alguns dias antes que eu pudesse voltar...a ela de repente, eu poderia escrever e terminar uma música de uma só vez -... verso, verso, verso, refrão, o lote. E isso iria acontecer com uma canção após canção. Finalmente, eu destranquei o portão"

Em 30 de Outubro de 2015, Li postou uma foto no Instagram anunciando sua gravidez.[6]

Em 12 de fevereiro de 2016, ela anunciou o nascimento de seu filho no Facebook.[7]

Influências[editar | editar código-fonte]

Lykke citou Neil Young, the Shangri-Las, This Mortal Coil, the Beatles, e The Rolling Stones como influências, declarando, "Eles não são mais pop pelos padrões de hoje, mas eram."[8] Outras influências incluem the Velvet Underground, Leonard Cohen, e Beach House.[9][10]

Lykke Li no SXSW08 Day Stage.

Outros empreendimentos[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 2010, Li foi anunciada como o rosto oficial do Levi's Curve ID Collection, ao lado de Pixie Geldof e Miss Nine.[11] Em janeiro de 2012 ela assinou com a agência VIVA Model Management.

Li fez sua estreia como atriz no filme suéco de 2014 Tommy, dirigido por Tarik Saleh.[12] O filme foi lançado nos cinemas na Escandinávia, em março de 2014. Há rumores de Lykke estar envolvida em um próximo filme de Terrence Malick.

A canção "Gunshot" foi usada no comercial de televisão para o Peugeot 108, estrelado por Lykke.[13] Ela também estrelou em um curta-metragem para a Gucci's Spring/Summer 2015 collection, que apresenta a canção "Just Like a Dream" e estreou em 2 de março de 2015.[14]

Ela canta na faixa "The Troubles" do U2, do álbum "Songs of Innocence" e é creditado nas notas como "Apresentando Lykke Li".[15]

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Nomeado Categoria Resultado
2009 "Lykke Li" 2009 Meteor Music Award - Best International Female Indicado
Studio8's Female Voice of February 2009 Venceu
Swedish Grammy Awards – Best Artist Venceu
2012 Wounded Rhymes Swedish Grammy Awards – Best Album Venceu
2012 "I Follow Rivers" European Festivals Awards – Festival Anthem of the Year Venceu
  • Em 2009, Li ganhou um prêmio EBBA. Todos os anos os European Border Breakers Awards (EBBA) reconhecem o sucesso de dez artistas emergentes ou grupos que alcançaram audiências fora dos seus próprios países com seu primeiro álbum lançado internacionalmente no último ano.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Ano Detalhes do Álbum Singles Vendas & Certificações
2007 Little Bit
  1. "Little Bit"
  2. "Dance, Dance, Dance"
  • "--"
2008 Youth Novels
  1. "Little Bit"
  2. "I'm Good, I'm Gone"
  3. "Breaking It Up"
  4. "Tonight"
2010 Get Some
  1. "Get Some"
  • "--"
2011 Wounded Rhymes
  1. "Get Some"
  2. "I Follow Rivers"
  3. "Sadness Is a Blessing"
  4. "Youth Knows No Pain"
2014 I Never Learn
  1. "No Rest for the Wicked"
  2. "Love Me Like I'm Not Made of Stone"
  3. "I Never Learn"
  4. "Gunshot"

Uso de suas canções[editar | editar código-fonte]

  • Em 2008, Li juntamente com colegas músicos suecos Robyn, Shout Out Louds, The Concretes, Laakso e Hjalmar fez uma cobertura acústica de "I'm Good, I'm Gone".
  • "I'm Good, I'm Gone" foi remixada por Fred Falke e destaque no Hed Kandi's Lounge 2009.[17]
  • "I'm Good, I'm Gone" foi regravada pelo grupo britânico Friendly Fires em 2009.[18]
  • "I'm Good, I'm Gone" foi remixada pela banda de indie rock Black Kids e foi incluída na trilha sonora do filme americano de terror de 2009 Sorority Row.
  • "Little Bit" foi remixada pelo rapper canadense Drake e contou em seu mixtape 2009 So Far.
  • "Little Bit" foi regravado pelo artista americano de hip hop Charles Hamilton.
  • "Until We Bleed" foi remixada pela QuESt e NHKFF & Joey Lacroix.
  • Em 2009, Li, juntamente com a banda de americana de indie folk Bon Iver, fez uma cobertura acústica de "Dance, Dance, Dance".
  • "Dance, Dance, Dance" foi remixada por Buraka Som Sistema e Dada Life.[19]
  • "I'm Good, I'm Gone" foi remixada pela duo americano de música eletrônica 3OH!3.
  • "Get Some" foi remixada pelo cantor e compositor americano Beck.
  • Em 2011, "I Follow Rivers" foi remixada pelo house DJ The Magician e lançada como single, chegando ao número um na Bélgica, Alemanha, Itália, Irlanda, Polónia, Romênia, número dois na Suíça, Áustria, Holanda e número três na França, e foi usado em 2013 no filme francês de drama/romance Azul é a cor mais quente.[20]
  • Em 2012, a banda de rock belga Triggerfinger fez uma cobertura acústica de "I Follow Rivers" e alcançou o número um na Bélgica e na Holanda.
  • "I Follow Rivers" foi remixada pelo rapper americano Tyler.
  • "Tonight" foi regravada pela cantora americana de R&B Brandy e destaque em seu álbum de 2012 Two Eleven.
  • "No Rest for the Wicked" foi remixada pelo rapper americano A$AP Rocky e lançada como single.
  • "No Rest for the Wicked" foi remixada pelo DJ alemão Robin Schulz e entrou para o seu álbum de 2014 Prayer
  • "No Rest For The Wicked" foi usado no famoso show de TV "Forever" no final de s01e02.
  • Uma versão instrumental de "Just Like a Dream" aparece no trailer do filme de 2015 Anomalisa.[21]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Lykke Li

Referências

  1. «Lykke Li | Biography, Albums, & Streaming Radio | AllMusic». AllMusic. Consultado em 2016-02-29. 
  2. «Lykke Li: The Swedish pop sensation shows wisdom beyond her years - Features - Music - The Independent». Consultado em 2015-01-17. 
  3. http://www.villagevoice.com/music/archives/2009/05/it_would_be_eas.php
  4. Toms, Interview by Katie. (2008-05-31). "Meet the Swede sensation" (em en-GB). The Guardian. ISSN 0261-3077.
  5. http://www.amazon.com/The-Twilight-Saga-Moon-Soundtrack/dp/B0029O08WA
  6. https://twitter.com/sitelykkelibr/status/660799366366691328
  7. «Lykke Li Brasil on Twitter». Twitter. Consultado em 2016-02-29. 
  8. «Lykke Minded – Lykke Li Interview». February 14, 2011. Consultado em November 22, 2013. 
  9. «Lykke Li’s new songs influenced by Neil Young’s ‘Harvest Moon’ - AUX.TV». AUX.TV. 
  10. «Amelia's Magazine – An interview with Swedish musician Lykke Li». ameliasmagazine.com. 
  11. «Check Your Levi's Curve ID». Dazed. Consultado em 2016-03-01. 
  12. http://pitchfork.com/news/53547-watch-lykke-li-stars-in-swedish-crime-thriller-tommy/.
  13. «Lykke Li Helps Peugeot Promote the 108 with "Gunshot"». autoevolution. Consultado em 2016-03-01. 
  14. «Lykke Li faz parceria com a Gucci para a coleção de verão 2015 | MdeMulher». MdeMulher. Consultado em 2016-03-01. 
  15. «Lykke Li fala sobre participação em novo disco do U2: ‘Bono me fez cantar em sintonia”». Virgula. Consultado em 2016-03-01. 
  16. 1forthepeople.com. «Lykke Li I Never Learn album Stream». Consultado em 11 de setembro de 2014. 
  17. «Kandi Lounge 2009». 2009-03-07. Consultado em 2016-03-01. 
  18. «Friendly Fires ::: Kiss of Life Video» (em inglês). Cause=Time. Consultado em 2016-03-01. 
  19. «IM // UR | Lykke Li Remixed by Buraka Som Sistema». www.imyouare.com. Consultado em 2016-03-01. 
  20. «A trilha sonora de "Azul é a Cor Mais Quente", de Abdellatif Kechiche». A Gambiarra. Consultado em 2016-03-01. 
  21. «Songs in "Anomalisa Official Trailer #1 (2015) - Charlie Kaufman Stop Motion Animation HD" Youtube/DT6QJaS2a-U MooMa.sh». mooma.sh. Consultado em 2016-03-01.