Lynette Scavo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lynette Scavo
Pri. Aparição Pilot (episódio 1.01)
Informações
Aliases Lynette Lindquist (nome de nascimento)
Idade 44
Profissão Gerente de pizzaria
Família Tom Scavo (marido)
Preston Scavo (filho)
Porter Scavo (filho)
Parker Scavo (filho)
Penny Scavo (filha)
Kayla Scavo (enteada)
Stella Wingfield (mãe)
Glen Wingfield (padrasto)
Rodney Scavo (sogro)
Allison Scavo (sogra)
Lucy (irmã)
Lydia Lindquist (irmã)
Endereço 4355 Alameda Wisteria, Fairview
Religião Católica Romana
Desempenhado por Felicity Huffman
Criado por Marc Cherry

Lynette Scavo é uma personagem fictícia da série televisiva do canal norte-americano ABC, "Desperate Housewives". Lynette, uma das protagonistas do programa, foi criada por Marc Cherry e é desempenhada por Felicity Huffman.

Vida antes da primeira temporada[editar | editar código-fonte]

Lynette Lindquist nasceu filha de Stella, sendo a mais velha de três filhas. As suas duas irmãs mais novas são Lucy e Lydia. Enquanto era nova, Lynette tinha problemas com a mãe, que era uma toxicodependente. Quando Stella foi diagnosticada com um cancro, Lynette perguntou-lhe se ela se sentia como se estivesse a ser castigada por tudo o que fez de errado.

Quando cresceu, Lynette tornou-se numa mulher de negócios, numa empresária de marketing de sucesso, ganhando até imensos prémios, dirigindo muitas pessoas e aparecendo em artigos de jornais. Quando ficou grávida, o seu marido, Tom, sugeriu-lhe que ela deixasse o seu emprego, pois as crianças saem-se melhor com mães que ficam em casa. Quando descobriu que estava grávida de gémeos, Lynette ficou irritada, pois queria apenas um filho. Hoje em dia, Lynette toma conta de cinco crianças.

Primeira Temporada[editar | editar código-fonte]

Ela mora na Alameda Wisteria com o marido e os quatro filhos: dois gêmeos(Preston e Porter), o menino (Parker) e a bebê (penny). O marido de Lynette está sempre fora em viagens de negócios, e os filhos dela, que sofrem de déficite de atenção, deixam-na louca. Os gémeos acabam por ser expulsos da escola em que andam por serem malcomportados. A sua professora sugere que eles tomem comprimidos para o déficite de atenção, mas Lynette não consegue fazê-los tomá-los. O casal Scavo põe os seus filhos a estudar na academia Barcliff. Quando Maisy Gibbons, a presidente da associação dos pais, quer encenar uma versão muito polida da peça "Capuchinho Vermelho", Maisy e Lynette entram em desacordo. A última começa a tomar os comprimidos dos filhos de modo a conseguir ter mais energia para acabar as suas tarefas relacionadas com a peça a tempo. Lynette também aproveita os comprimidos para organizar um jantar de negócios para Tom, o seu patrão e alguns colegas de trabalho. Quando chega a um ponto em que tem de roubar comprimidos para conseguir fazer tudo o que quer, e quando quer dormir e não consegue pois tem o organismo desregulado, Lynette tenta arranjar ajuda, e mais tarde consegue livrar-se do vício. Lynette tem até um estranho sonho no qual ela tem um esgotamento nervoso graças ao comportamento dos filhos e começa a partir coisas. Nesse sonho, ela comete suicídio, opção que lhe é indicada pela sua falecida amiga, Mary Alice. Depois, tenta arranjar uma ama para a ajudar a tomar conta dos filhos, e contrata Claire, que parece a ama perfeita. Mas depois, Lynette apercebe-se de que os seus filhos passam a gostar muito da sua ama e fica com ciúmes. Claire é finalmente despedida quando Lynette se apercebe de que o seu marido se sente atraído por ela. Quando surge a oportunidade de Tom ser promovido a gerente, Lynette faz de tudo para retardar a promoção, e mesmo destruí-la, pois não quer que o marido ande ainda mais em viagens de negócios do que antes.

Mais tarde, ela descobre que Tom tem estado a trabalhar com a sua ex-namorada, Annabel Foster, e fica cheia de ciúmes, mas os dois asseguram-lhe que não se passa nada entre eles. No entanto, Lynette tenta de tudo para reavivar o casamento com o marido. Quando Annabel é promovida por cima de Tom, este fica chateado e despede-se, discutindo com o seu patrão, para descobrir que foi Lynette quem disse que ele não devia ser promovido, para bem da família Scavo. No final da temporada, Tom diz à esposa que esta deve voltar a trabalhar e que ele vai passar a tomar conta dos filhos.

Segunda Temporada[editar | editar código-fonte]

Na segunda temporada, Lynette tem uma entrevista de trabalho na empresa de marketing "Parcher & Murphy", e Nina Fletcher diz-lhe que ela deve voltar e apresentar propostas. Quando Lynette volta, traz, inesperadamente, a sua filha Penny, e precisa de mudar-lhe a fralda enquanto fala com o patrão, Ed Ferrara. Este contrata-a. Lynette tenta então equilibrar a sua vida caseira com a sua carreira. Tom sente a sua virilidade afectada, pois agora a sua mulher é o "ganha-pão" da família, e os jovens Scavo sentem saudades da mãe. Quando Nina é despedida por ter um caso com o recepcionista da empresa, Lynette é promovida e toma a sua posição. Mais tarde, Ed contrata Tom, o que traz ainda mais complicações para ambos. Quando Lynette tenta ajudar o seu patrão com a sua vida sexual, mandando mensagens com conteúdo erótico para a sua esposa pela Internet, Fran Ferrara descobre tudo e obriga Ed a despedir a pessoa que lhe mandou as mensagens. Mas Ed mente e diz que foi Tom quem mandou as mensagens. Depois, contrata um corrector para encontrar motivos para despedir Tom. Encontra recibos de bilhetes de teatro e flores numa viagem de Tom a Atlantic City, e conta isto a Lynette, que passa a suspeitar que o marido está a ter um caso amoroso. Quando Tom regressa a Atlantic City, Lynette segue-o e descobre-o na casa de uma mulher. Quando Tom regressa a Wisteria Lane, descobre que a mulher e os filhos já não estão lá. Lynette e os filhos encontram-se hospedados num motel. Quando Porter sofre um acidente e parte um braço, Lynette telefona a Tom para ir ter com eles ao hospital, e este conta-lhe que não anda a trair a sua esposa, mas que tem uma filha, Kayla, com uma mulher com quem teve um caso de uma noite só antes de conhecer Lynette. Quando o casal conhece Nora, a mãe de Kayla, esta pede-lhes que lhe dêm dinheiro por todas as pensões de alimento em atraso. Os três conseguem negociar a quantia de dinheiro que Nora deve receber, e ela informa-os que o gastou numa casa perto da sua rua, e que vai morar lá com a filha, para que Kayla possa brincar com os novos irmãos.

Terceira Temporada[editar | editar código-fonte]

Lynette dá-se muito bem com a sua enteada, Kayla, que é, aparentemente, uma rapariga encantadora. É a maluca da sua mãe, Nora, que causa problemas. Nora é infantil e chata, e sente-se atraída por Tom, tentando roubar-lhe o marido. Lynette tenta pedir a custódia de Kayla quando impede a relação entre a sua família e Nora. Quando se dá uma situação de reféns no supermercado Fields, onde Lynette fazia compras quando foi abordada por Nora, a causadora da situação de reféns, Carolyn Bigsby, ouve as duas a discutir, descobre que Nora tentou roubar o marido de Lynette e alveja-a no peito. Antes de morrer, Nora faz Lynette prometer-lhe que ela vai tomar conta de Kayla, e Lynette promete-lhe que vai amá-la como que ela se tratasse de uma filha sua. Carolyn prepara-se para alvejar Lynette depois desta lhe dar um sermão sobre o que ela fez, mas o novo vizinho, Art Shephard, acerta Carolyn na cabeça com uma lata, e esta falha o alvo, atingindo o braço de Lynette. Carolyn é depois alvejada e morta por outra refém, e Lynette é hospitalizada.

Quando sai do hospital, Lynette agradece a Art por este lhe ter salvo a vida, e prepara-lhe um bolo de agradecimento. Mas depois descobre uma galeria de fotos na cave de Art, fotos que mostram crianças quase nuas. Lynette depois suspeita que ele é um pedófilo. Quando a palavra se espalha, Art é maltratado pela população onde quer que vá, e a sua irmã debilitada, Rebecca, sofre um ataque de coração e morre. Depois disto, Lynette, já convencida de que estava enganada a respeito de Art, dá-lhe os pêsames e oferece-lhe a sua ajuda, mas, pouco antes dele partir para outro lugar, Art dá a entender que é, de facto, um pedófilo.

Quando Kayla regressa da casa da sua avó para viver permanentemente com a família Scavo, Lynette tenta conquistar a simpatia da pequena, mas esta culpa-a pela morte da sua mãe, e garante que nunca vai amar a madrasta.

Entretanto, Tom tenta abrir uma pizzaria, e a ideia não agrada à sua esposa de início. Mais tarde, Lynette despede-se do seu emprego na empresa "Parcher & Murphy", e torna-se na gerente da "Scavo Pizzeria". Quando Tom tem uma recaída das suas costas, Lynette contrata um novo trabalhador, Rick Coletti, e começa a sentir-se atraída por ele. A pizzaria é assaltada quando Lynette e Rick se encontram lá dentro, e eles são trancados dentro da arca congeladora. Rick tenta confortar a patroa durante a noite, aquecendo-a. Quando Tom duvida da relação entre os dois, tenta fazer com que Rick se despeça, mas este não aceita. Quando Rick confronta a sua patroa, esta despede-o, pois sabe que nunca poderá ter uma relação com ele. Depois disto, Lynette praticamente nem fala com o marido, e este tenta de tudo para que eles reatem o seu casamento. Tom pensa que Rick se despediu, mas depois o casal tem uma discussão, e ele descobre que foi Lynette quem o despediu. Depois, esta cai e bate com a cabeça. No hospital, o médico suspeita que Lynette tem um tumor na cabeça. No final da terceira temporada, Lynette tenta arranjar dinheiro para as suas sessões de quimioterapia, e é visitada pela sua mãe, Stella, depois desta descobrir o que se passa com a filha, apesar desta tentar esconder a verdade da mãe.

Quarta Temporada[editar | editar código-fonte]

Na quarta temporada, os filhos e amigos de Lynette ainda não sabem da condição de Lynette. Esta encontra-se careca e fraca, devido à quimioterapia. Quando é chateada por Muriel para organizar uma gala da escola, Lynette revela finalmente que tem um tumor, o que deixa a vizinhança em completo choque. As suas amigas fazem turnos para se sentarem com ela durante as sessões de quimioterapia. Stella tenta levantar o astral da filha com a ajuda de marijuana. Tom sente-se repulsado pela cabeça careca de Lynette, o que praticamente destrói a vida sexual do casal. Lynette concorre para presidente da associação de Wisteria Lane, contra Katherine Mayfair, quando esta planeia livrar o bairro de certas coisas que não estão no regulamento, como a casa da árvore dos seus filhos, local onde eles se escondem do mundo medicinal e infligido pela condição da sua mãe. A casa da árvore serve como o seu refúgio, um local onde eles podem desanuviar e tirar o pensamento da doença da mãe das suas cabeças.

Lynette descobre mais tarde que está curada. Depois disto, tenta livrar-se da sua mãe, fazendo com que as suas irmãs a levem com ela, mas estas recusam-se, e Lynette descobre que elas não se preocupam com Stella, o que a irrita profundamente, pois apesar de todas as coisas que ela faz erradamente enquanto mãe, não deixava de ser mãe. Parker entra em casa a dizer que a sua avó se está a ir embora. Lynette sai de casa a correr para avistar a sua mãe a ir-se embora num táxi. Depois de a encontrar, combina com o seu antigo padrasto, Glen, que ela pode passar a morar com ele novamente.

Quando um tornado atinge Wisteria Lane, a família Scavo esconde-se na cave da Sra. McCluskey, onde Tom tem um ataque de asma causado pela sua alergia a gatos, uma vez que Ida Greenberg, que também se está a esconder na cave, trouxe o seu gato, Toby. Quando Ida se deixa dormir, Lynette pega no gato e tenta tirá-lo da cave, mas Karen McCluskey apanha-a em flagrante. O gato foge da casa, e as duas saem à rua. Quando o tornado se aproxima, elas escondem-se na casa de Lynette. Tendo o tornado passado, as duas saem de casa e descobrem que a casa da Sra. McCluskey foi abaixo, com a família Scavo e a Sra. Greenberg lá dentro.

Toda a família Scavo é retirada dos estroços em segurança, mas Ida Greenberg falece. Lynette descobre através de Parker que Ida sacrificou a sua vida para salvar a dos jovens Scavo. Como tal, tenta recompensá-la, cumprindo o seu desejo de que as suas cinzas fossem espalhadas no estádio onde jogou baseball durante a Segunda Guerra Mundial. No episódio "Sunday", Lynette mostra interesse na religião, pois acha que tem muito por que agradecer depois de sobreviver a todas as desgraças que a assolaram recentemente. Mais tarde, Rick Coletti regressa, e descobrimos que ele abriu um restaurante próximo da Scavo Pizzeria. A polícia interroga Lynette sobre um tijolo que atiraram pela janela do restaurante de Rick, partindo-a, e descobre que foi Tom quem o atirou, sob um ataque de raiva. Mas quando o restaurante de Rick é incendiado, e declara-se que foi fogo posto, Lynette desconfia de Tom, apesar deste garantir que não teve culpa no cartório. Lynette descobre então que foram os gémeos que pegaram fogo ao restaurante, com medo que a sua família fosse destruída por causa de Rick.[1] Os gémeos são castigados, mas ficamos a saber que afinal foi Kayla quem lhes disse para o fazerem. Lynette fica preocupada, pois Kayla não mostra remorsos nenhuns pelo que fez, e parece querer pôr os seus irmãos em risco quando os incita a saltarem do telhado.[2] O casal Scavo arranja um psicólogo familiar para os ajudar, mas Kayla age como uma boa rapariga perto dele. O Dr. Dolan pergunta a Lynette se ela ama Kayla, e ela, depois de hesitação inicial, indica que sim, e ele aconselha que Lynette passe mais tempo com ela. Mas Kayla ameaça magoar Penny se Lynette não fizer o que ela quer, e Lynette dá-lhe uma chapada.[3] Mais tarde, Kayla telefona ao Dr. Dolan a avisá-lo que a madrasta lhe bate constantemente e que não se sente segura naquela casa. Quando Lynette é notificada por uma agência de protecção infantil, e fica a saber que pode perder a custódia de todos os seus filhos, Kayla queima-se no braço com um secador de caracóis de cabelo e diz que foi Lynette quem fez aquilo. Lynette é presa, mas Tom consegue fazer com que Kayla admita que foi ela que mentiu sobre os abusos e se queimou a si própria. Kayla passa a morar com os seus avós maternos.

quinta temporada[editar | editar código-fonte]

No salto para o futuro, para o ano 2013, Lynette chega a casa surpresa por haver um carro de polícia à porta, e descobre que um dos seus filhos roubou um carro no parque de estacionamento do centro comercial. Lynette pensa que foi Porter, que já esteve num centro de detenção de jovens delinquentes, mas fica surpresa ao saber que afinal foi Preston que foi preso. Depois disso, um de seus filhos se involve com uma mulher mais velha que acaba criando confusões, mas no final tudo termina bem. Lyntte sente um mal-estar e vai ao médico com suspeita de que fosse câncer, mais acaba descobrindo que está grávida, tendo que pedir demissão para cuidar de seu quinto filho.

Trivia[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios (desde março de 2010).
  • Os quatro filhos de Lynette eram para se chamarem Peter, Paul, Preston e Patsy, em vez de Preston, Porter, Parker e Penny. Nos primeiros episódios da série, a filha mais nova de Lynette é creditada como Daisy.
  • A família de Lynette é baseada na infância do seu criador, Marc Cherry.


Referências