Lynndie England

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lynndie England
Data de nascimento 8 de novembro de 1982 (36 anos)
Local de nascimento Ashland, Kentucky,
Crime(s) Maltratar detidos
Pena três anos de prisão & dispensa desonrosa
Filho(s) 1


Lynndie Rana England (nascido em 8 de novembro de 1982)[1] é uma ex-soldado da Reserva do Exército dos Estados Unidos que serviu na 372ª Companhia da Polícia Militar e ficou conhecido por seu envolvimento no escândalo de tortura e abuso de prisioneiros de Abu Ghraib. Ela foi um dos onze militares condenados em 2005 por cortes marciais do Exército por maltratar detentos e outros crimes relacionados à tortura e ao abuso de prisioneiros na prisão de Abu Ghraib, em Bagdá, durante a ocupação do Iraque.[2] Ela foi condenada a três anos de prisão e dispensada desonrosamente do Exército. England cumpriu sua sentença de prisão de 2005 a 2007, quando foi liberada em liberdade condicional.

Lynndie England arrastando um prisioneiro
England sendo escoltada para fora do tribunal militar após ser condenada a três anos de prisão.

Referências

  1. http://news.bbc.co.uk/1/hi/world/americas/4490795.stm
  2. P.J. Dickerscheid (29 June 2009). "Abu Ghraib scandal haunts W.Va. reservist". The Independent (Ashland, Kentucky)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Lynndie England
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.