Máfia Azul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde abril de 2010). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mafia Azul Cru Fiel Floresta
TorcidaMafiaAzul.jpg
Mafia Azul Cru Fiel Floresta
Fundação 1977
Alcunhas CMA
Cores Azul e branco
Símbolo Raposa
Sede Belo Horizonte
Presidente Diego Castro (Diskin)
Página oficial

A Máfia Azul é uma torcida organizada do Cruzeiro Esporte Clube[1]. Ela foi fundada no dia 5 de junho de 1977 por um grupo de amigos.

Nos jogos do Cruzeiro em Belo Horizonte a torcida comparece com suas faixas, bateria e outros instrumentos. Também é comum alguns de seus integrantes viajarem para acompanhar o Cruzeiro em partidas realizadas em outras cidades e até mesmo no exterior.

História[editar | editar código-fonte]

Tudo começou quando os irmãos Henri e Éder Toscanini, no ano de 1976, aos 15 e 14 anos respectivamente, vendo a atuação das torcidas Cru-Chopp e Raposões Independentes, sonhavam com uma torcida que representasse o Bairro Floresta. O conhecimento dos dois irmãos foi realizado pelo agito das discotecas, junto com alguns moradores do tradicional bairro Floresta, localizado na Zona Leste de Belo Horizonte.

Os irmãos Toscanini e alguns amigos pintaram o lençol de suas camas com o nome "MARFIA AZUL", assim mesmo com "R", porque o irmão Henri havia pintado errado e em 1977 começaram a frequentar os jogos no Mineirão levando seus lençois como se fossem bandeiras.

A Máfia Azul experimentou um espantoso crescimento principalmente com a boa fase do Cruzeiro iniciada nos anos 90 com a conquista de títulos regionais, nacionais e internacionais pelo clube.

Trabalho social[editar | editar código-fonte]

A torcida organizada Máfia Azul possui um sistema de trabalho social onde constantemente ajuda a instituições e hospitais com a arrecadação de alimentos alem de incentivar a doação de sangue ao centro Hemominas. Antes da final da Superliga Brasileira de Voleibol Masculino de 2011-12 - Série A entre Cruzeiro e Volei Futuro, foram arrecadados 700 kg de alimentos para doação ao Hospital da Baleia de Belo Horizonte.

Referências

  1. «Torcidas Organizadas». Cruzeiro Esporte Clube. Consultado em 12 de fevereiro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]