Máquina eletrostática

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Máquina eletrostática
Tipo
Dispositivo (d), gerador elétricoVisualizar e editar dados no Wikidata
Descoberto
Data
Utilização
Uso
Produção, produçãoVisualizar e editar dados no Wikidata
Máquina eletrostática de Holtz.

Uma máquina eletrostática é um dispositivo mecânico que produz eletricidade estática. Normalmente desenvolvem tensões elevadas com baixa corrente elétrica. O conhecimento da eletricidade estática, remonta ao início das civilizações, onde era mistificada e sem explicações para seu comportamento, também era muitas vezes confundida com o magnetismo. Até o final do século XVII, os pesquisadores tinham desenvolvido meios práticos para a geração de eletricidade por atrito, mas o desenvolvimento das máquinas eletrostáticas não teve início em bom ritmo até o século XVIII, quando se tornaram instrumentos fundamentais nos estudos sobre a nova ciência da eletricidade. Máquinas eletrostáticas operam manualmente ou com um motor, e transformam a energia mecânica em energia eletrostática.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Resultado de tocar numa máquina eletrostática.

File:Touching science.jpg

Máquinas eletrostáticas são utilizadas em aulas de ciências, mostrando de uma forma segura os fenômenos da eletrostática em alta tensão. O elevado potencial alcançado têm sido também usado para uma variedade de aplicações práticas, tais como nos tubos de raios X, aplicações médicas, esterilização de alimentos e até mesmo na física nuclear experimental. Geradores eletrostáticos, como o gerador de Van de Graaff, e variantes como o pelletron também encontraram utilização na investigação em Física.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Schiffer, Michael Brian (2003). Bringing the Lightning Down: Benjamin Franklin and Electrical Technology in the Age of Enlightenment. Univ. of California Press. ISBN 0520248295. ,p.18-19
  • Hauksbee, Francis (1709). Psicho-Mechanical Experiments On Various Subjects. R. Brugis.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]