Mário Barreto Corrêa Lima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde maio de 2013) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mário Barreto Corrêa Lima
Nascimento 7 de setembro de 1935 (81 anos)
Fortaleza, Ceará
Ocupação médico
Especialidade gastroenterologia
Prêmios relevantes Imortal (Academia Nacional de Medicina) / Médico do ano (2x)
Parentesco Dr. Augusto Hyder Bizerril Corrêa Lima

Mário Barreto Corrêa Lima Fortaleza, Ceará - 7 de setembro de 1935) é um médico, professor emérito e gastroenteriologista brasileiro[1]. Foi Interno no Samaritan Hospital em Troy, Albany, USA. Foi Professor Catedrático da Clínica Médica A da Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro. Foi diretor da Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro, Escola Médica da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro e Coordenador das Relações Internacionais da mesma escola[1]. Foi Presidente 2 X da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro. Foi Presidente da Associação Médica Brasileira e é membro titular da Academia Nacional de Medicina. Casado com a senhora Guiomar Amorim Corrêa Lima em maio de 1961 e pai de Isabella Amorim Corrêa Lima, Administradora de Empresas e Advogada. Tem dois netos, Luiz Eduardo e Anna Carolina, futuros médicos.

É também, irmão da Miss Brasil de 1955 Emília Barreto Corrêa Lima e tio-avô do ator, diretor e roteirista Eduardo Caldas.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho do notório Dr. Augusto Hyder Bizerril Correa Lima, médico sanitarista com grande influência política no Ceará, e da Sra. Sara Barreto Correa Lima. Tendo estudado no Liceu do Ceará, o Dr. Correa Lima foi, a seguir, interno no Instituto Lafayette, no Rio de Janeiro, por decisão de seu pai Hyder. Quando o Dr. Correa Lima terminou seus estudos, ele já sabia sua vocação, seria um médico. Sua escolha foi a Universidade do Brasil, chamada hoje de Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Em 1959 completou a universidade. Porém, mesmo antes de terminar o curso universitário, trabalhava como paramédico.

Trabalhou também para o instituto de aposentadoria e pensões dos industriais, um trabalho público. Como seu pai, o Dr. Corrêa Lima se dedicou a causa pública e combatendo a AIDS no Rio de Janeiro.

Ainda hoje, segue lecionando na UNIRIO, como professor emérito.

Dr Mario Barreto Corrêa Lima recebeu em 2016, em Brasília uma Comenda, por relevantes serviços prestados na Saúde e na Medicina. Recebeu o Título de Comendador, no Conselho Federal de Medicina.

Eventos importantes na carreira médica do Dr. Corrêa Lima[editar | editar código-fonte]

  • 1971 - UNIMED foi fundado em Rio de Janeiro, e Dr. Mário era o oitavo fundador.
  • 1971 - Professor titular na medicina interna e nos diagnósticos físicos [UNIRIO].
  • 1973 - Professor Titular de Doenças Infecciosas e Parasitárias na Universidade Federal do Rio de Janeiro - UNIRIO. Foi o Catedrático mais novo do Brasil.
  • 1981 - Dr. Corrêa Lima foi eleito Presidente da Associação Médica Brasileira - AMB.
  • 1985 - O primeiro livro a respeito da AIDS no Brasil foi escrito pelo Dr. Mário Corrêa Lima..
  • 2000-2005 - Decano do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS) da [Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro]

. Foi eleito pela segunda vez o Título de Médico do Ano.

  • 2007 - Dr. Mário Barreto Corrêa Lima recebeu a nomeação de professor emérito pela UNIRIO.

. 2016 - Dr. Mario Barreto Corrêa Lima recebeu uma Comenda no Conselho Federal de Medicina, em Brasília.

Referências

  1. a b «Mario Barreto Corrêa Lima». Academia Nacional de Medicina. Consultado em 7 de maio de 2013