Mário Campos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Mário Campos
Bandeira desconhecida
Brasão de Mário Campos
Bandeira desconhecida Brasão
Hino
Aniversário 31 de dezembro de 1995 (21 anos)
Fundação 1 de janeiro de 1997 (20 anos)
Gentílico mariocampense
Prefeito(a) Elson da Silva Santos Junior (PSB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Mário Campos
Localização de Mário Campos em Minas Gerais
Mário Campos está localizado em: Brasil
Mário Campos
Localização de Mário Campos no Brasil
20° 03' 40" S 44° 09' 35" O20° 03' 40" S 44° 09' 35" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Metropolitana de Belo Horizonte IBGE/2008[1]
Microrregião Belo Horizonte IBGE/2008[1]
Região metropolitana Belo Horizonte
Municípios limítrofes Betim, São Joaquim de Bicas, Sarzedo, Brumadinho
Distância até a capital 38 km
Características geográficas
Área 35,155 km² [2]
População 13 214 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 375,88 hab./km²
Altitude 730 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,711 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 71 440,794 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 6 003,93 IBGE/2008[5]
Página oficial

Mário Campos é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, localizado na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Sua população aferida pelo IBGE em 2010 era de 13.214 habitantes.[3] Localiza-se a 38 km da capital mineira.

Mário Campos é considerada uma estância hidromineral. A maior fonte do mundo de vazão espontânea de água mineral fica em Mário Campos[6].

História[editar | editar código-fonte]

Mário Campos, antigo distrito criado em 1982 e subordinado ao município de Ibirité, foi elevado à categoria de município pela lei estadual nº 12030 em 31 de dezembro de 1995 e instalado em 1 de janeiro de 1997.[7][8]

Antiga Estação do Jacaré[editar | editar código-fonte]

Por volta de 1911 a 1918, iniciou-se a construção da estrada de ferro. Nesta época, aconteceram as primeiras desapropriações para dar passagem ao progresso, sendo que, na Reta do Jacaré foi derrubada uma casa para construir a Estrada de Ferro Central do Brasil. Foi construída a primeira parada de trens, naquele lugar, chamada de parada de Carlos Chagas.

A estação ferroviária do Jacaré foi inaugurada somente em 1923 e nos anos 1930 teve o nome alterado para o atual, Mário Campos. Entretanto, há guias que apontam Jacaré e Mário Campos como sendo duas paradas diferentes, distantes 2 km uma da outra.

Atualmente a estação encontra-se demolida[9], sobrou apenas uma velha plataforma e uma casa de turma. Só existe a plataforma e a base da estação, o estado da outra plataforma, a do antigo trem de subúrbio, é lamentavel. Este lugar em especial preserva características da década de 1950: à frente da estação ainda há um pequeno lago (conhecido como Lagoa do Campo Verde), integrante de uma praça, com várias árvores.

Casarão Sampaio[editar | editar código-fonte]

O casarão Sampaio, um dos mais antigos armazéns da região de Mário Campos, foi construído no final da década de 30 e inaugurado em 1940. Atualmente é um patrimônio histórico cultural pertencente ao município de Mário Campos e funcionava como biblioteca e acervo cultural público, mas passou a ser utilizado como prédio da prefeitura municipal.

Lista de prefeitos do município[editar | editar código-fonte]

Prefeito Partido Início do mandato Fim do mandato Vice-prefeito Lema de Governo
1 Alberto Agostinho Cândido (Bebeto) PSDB 01/01/1997 31/12/2000 Wallace de Souza Maia "Somos História e Progresso!"
PMDB 01/01/2001 31/12/2004 Jonas Vicente Pinto "A gente faz!"
2 Anderson Ferreira Alves PPS 01/01/2005 31/12/2008 Luciney Campos da Silva "Compromisso Social"
PSDB 01/01/2009 31/12/2012
3 Elson dos Santos da Silva Júnior (Juninho) PSB 01/01/2013 31/12/2016 Maria Efigênia Nogueira Braga "Escrevendo uma nova história"
01/01/2017

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Entre os dias 10 a 30 de dezembro de 2008 ocorreram enchentes nos municípios de Mário Campos (principalmente no bairro Campo Verde) e afetou também o municipio de Brumadinho, a cidade de Betim, na localidade dos bairros Citrolândia e Colônia Sta. Izabel tornando praticamente impossível chegar em Brumadinho pela rodovia e dificultando o acesso a Betim.

No municipio de Mário Campos não houve casos fatais, mas o prejuízo relacionado a bens materias tal como móveis afetaram muitas famílias, só as árvores mais altas ficaram fora d´água; as casas foram quase encobertas pela água. Para chegar a essa altura, o Rio Paraopeba avançou cem metros das margens.[10]

Fonte de Água Mineral[editar | editar código-fonte]

Nos anos 60, ainda quando Mário Campos era considerada uma Zona Rural do Distrito de Sarzedo, o topógrafo Edmundo de Melo Franco que implantava um projeto de linha de distribuição de energia elétrica notou a ocorrência de uma excepcional nascente de água que chamou sua atenção.

Em 10 de abril de 1968 ele adquiriu a área onde se localizava a nascente. Durante 27 anos, até janeiro de 1995, quando faleceu aos 80 anos, o Sô Edmundo, como era chamado, realizou uma obra impar de preservação da fonte: construiu mais de 15 Km de estradas, quatro represas, ergueu benfeitorias e piscinas de água mineral, garantindo a preservação da fonte para as futuras gerações.

Em junho de 1984 foi apresentado o projeto de lavra, que previa o engarrafamento da água para comercialização e a utilização da área para o turismo, com a criação de uma Estância Hidro Mineral.[11]

Turismo[editar | editar código-fonte]

Mário Campos está incluída no Circuito Veredas do Paraopeba, que compreende uma região mineira cercada de montanhas, com muitos vales e rios e água abundante. É ideal para quem gosta do campo, de praticar esportes ligados à natureza ou simplesmente de contemplá-la. Um atrativo especial para os belo-horizontinos devido à proximidade com a capital mineira.

Os pontos turísticos da topografia do município referem-se aos recursos hídricos, sendo os principais: Rio Paraopeba, a vegetação, as matas ciliares, as serras, a fonte de água mineral e o cinturão verde que circunda o município.

Mário Campos é declarada uma estância hidromineral desde 1998, onde se encontra a fonte de água mineral com maior vazão espontânea por metros cúbicos do mundo.

O turista tem como opções de hospedagem o Hotel Fazenda Recanto Santo Agostinho (com trezentos mil metros de área verde, sendo 260 mil de área de preservação ambiental), o Clube e Pousada Recanto da Mata, a Pousada Villa da Serra e a pousada rural Solar Maria Carolina.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. a b «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
  6. «PROJETO EXPERIMENTAL: plano de comunicação desenvolvido para a empresa Gellosa.». Consultado em 04 dez. 2010  Verifique data em: |access-date= (ajuda)
  7. «Mário Campos - Histórico» (PDF). biblioteca.ibge.gov.br. Consultado em 19 de junho de 2012 
  8. «O começo da nossa escola». ongprojetocidam.org.br. 2008. Consultado em 19 de junho de 2012 
  9. RALPH MENNUCCI GIESBRECHT. «E. F. Central do Brasil (1923-1975)». Consultado em 01 de agosto de 2010  Verifique data em: |access-date= (ajuda)
  10. GLOBO.COM. «Água começa a baixar em 70 cidades mineiras». Consultado em 01 de agosto de 2010  Verifique data em: |access-date= (ajuda)
  11. EMF MINERAÇÃO. http://emfmineracao.com.br/. Consultado em 01 de agosto de 2010  Verifique data em: |access-date= (ajuda); Em falta ou vazio |title= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.