Mário Gusmão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mário Gusmão
Nascimento 20 de janeiro de 1928
Cachoeira, Bahia
Nacionalidade brasileiro
Morte 20 de novembro de 1996 (68 anos)
Salvador, Bahia
Ocupação Ator
IMDb: (inglês)

Mário Gusmão (Cachoeira, 20 de janeiro de 1928Salvador, 20 de novembro de 1996) foi um ator brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Mário Gusmão nasceu no dia em que os terreiros baianos comemoram o grande orixá Ogum. Começou a vida como servente num presídio de Salvador. Mas a curiosidade pessoal e o estímulo da família fizeram com que se dedicasse aos estudos, atingindo os limites a que os jovens negros e pobres conseguiam chegar na época e indo mais além.

O Ator Mário Gusmão, é primeiro negro formado na Faculdade de Teatro da Universidade Federal da Bahia (UFBA). "Ë considerado precursor dos movimentos negros de Ilhéus e Itabuna pelos militantes destes municípios. Foi durante sua estada na região, na década de 80, que surgiram várias entidades importantes para a história de luta do movimento negro."

"Em 68 anos de vida (1928-1996) foi intensa a produção artística de Mário Gusmão: participou de dezenas de peças de teatro, de novelas e seriados da televisão brasileira; fez dezesseis filmes, além de inúmeros espetáculos de dança. Ganhou destaque no cinema com Glauber Rocha nos anos de maior efervescência cultural do país. Atuante no movimento negro apoiou a formação dos mais tradicionais blocos afros de Salvador. Já na década de 80, revelou artistas no interior. Mas morreu pobre, consumido pelo câncer, exilado na Avenida Peixe, no bairro da Liberdade, em 20 de novembro de 1996’’.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

No cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
1963 Deus e o Diabo na Terra do Sol
1964 O Caipora
1969 O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro Antão
1970 Rebelião dos Brutos
1971 Pindorama
1972 O Anjo Negro
1976 Dona Flor e Seus Dois Maridos Arigof
1980 A Idade da Terra Bambalaô
1983 Estranho Desejo
1985 Chico Rei Quinderê
1986 Jubiabá
1996 Tieta do Agreste Jubiabá

Na televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Emissora
1978 Maria, Maria Africano Rede Globo
1985 Tenda dos Milagres
1986 Dona Beija Rede Manchete
1988 O Pagador de Promessas Rede Globo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]