Mario Sergio Cortella

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Mário Sérgio Cortella)
Ir para: navegação, pesquisa
Mario Sergio Cortella
Cortella no programa Café Filosófico em 2012.
Nascimento 5 de março de 1954 (63 anos)
Londrina, Paraná
Nacionalidade brasileiro
Alma mater Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Ocupação Filósofo, escritor e professor de teologia

Mario Sergio Cortella (Londrina, 5 de março de 1954) é um filósofo, escritor, educador, palestrante e professor universitário brasileiro mais conhecido por divulgar com outros intelectuais como Clóvis de Barros Filho, Leandro Karnal, Renato Janine Ribeiro e Luiz Felipe Pondé, questões sociais ligadas à filosofia na sociedade contemporânea.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em Londrina, interior do Paraná, na juventude (1973 a 1975) experimentou a vida monástica em um convento da Ordem Carmelitana Descalça, mas abandonou a perspectiva de ser monge para seguir a carreira acadêmica. Concluiu sua graduação em 1975 na Faculdade de Filosofia Nossa Senhora Medianeira. Em 1989 concluiu seu mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), sob a orientação do Prof. Dr. Moacir Gadotti, e em 1997, sob a orientação do Prof. Dr. Paulo Freire, conclui seu doutorado também em Educação pela PUC-SP.[1][2]

É professor titular do Departamento de Teologia e Ciências da Religião e de pós-graduação em Educação da PUC-SP, na qual está de 1977 a 2012, além de professor-convidado da Fundação Dom Cabral, desde 1997, e foi no GVPec da Fundação Getúlio Vargas, entre 1998 e 2010.

Ocupou o cargo de Secretário Municipal de Educação de São Paulo (1991-1992), durante a administração de Luiza Erundina, e foi membro-conselheiro do Conselho Técnico Científico da Educação Básica da CAPES/MEC (2008/2010).[3]

Fez o programa "Diálogos Impertinentes" na TV PUC, que já recebeu convidados como o filósofo Olavo de Carvalho e o teólogo Carlos Josaphat.[4]

Publicações[editar | editar código-fonte]

Cortella tem obras publicadas no campo da Filosofia e da Educação. É autor, entre outras obras, de:

Porque fazemos o que fazemos? Aflições vitais sobre trabalho, carreira e realização - 2016

  • Felicidades Foi-se Embora? com Leonardo Boff e Frei Betto - 2016
  • A Era da Curadoria - o Que Importa É Saber o Que Importa!, com Gilberto Dimenstein - 2015
  • Ética e Vergonha na Cara!, com Clóvis de Barros Filho - 2014
  • Pensar Bem Nos Faz Bem! (Filosofia, Religião, Ciência, Educação) (1a. ed 2013). 2a. ed. Petrópolis e São Paulo: Editora Vozes e Editora Ferraz & Cortella[5], 2014.
  • Não se desespere! Provocações filosóficas. - 2013
  • A Escola e o Conhecimento: fundamentos epistemológicos e políticos.
  • Nos Labirintos da Moral, com Yves de La Taille.
  • Não Espere Pelo Epitáfio: Provocações Filosóficas.
  • Não Nascemos Prontos!
  • Viver em Paz para Morrer em Paz: Paixão, Sentido e Felicidade.
  • Sobre a Esperança: Diálogo com Frei Betto.
  • O que é a Pergunta?, Com Silmara Casadei.
  • Política: Para Não Ser Idiota, com Renato Janine Ribeiro. - 2010
  • Vida e Carreira: um equilíbrio possível?, com Pedro Mandelli.
  • Educação e Esperança: sete reflexões breves para recusar o biocídio.
  • Qual é a tua Obra? Inquietações Propositivas sobre Gestão, Liderança e Ética. - 2007
  • Vivemos Mais! Vivemos Bem? Por Uma Vida Plena.
  • Liderança em Foco.
  • Descartes, a paixão pela razão 1a. ed. São Paulo: FTD, 1988.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Professor Mário Sérgio Cortella faz palestra em Salvador». G1. 16 de novembro de 2016. Consultado em 15 de abril de 2017 
  2. Perez, Fabíola (30 de setembro de 2016). «Eles fazem a cabeça dos jovens». Isto É. Consultado em 15 de abril de 2017 
  3. «Filósofo Mário Sérgio Cortella é cotado para o MEC». Brasil247. 26 de março de 2015 
  4. «Folha de S.Paulo - Diálogos impertinentes: A abrangência da moral - 25/10/98». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 12 de maio de 2017 
  5. http://ferrazcortella.com.br/palestrantes/mario-sergio-cortella/livros/

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre filosofia/um(a) filósofo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.