Mário Vázquez Raña

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Mario Vázquez Raña (7 de Junho de 1932, Cidade do MéxicoCidade do México, 08 de fevereiro de 2015[1]), foi um empresário mexicano e administrador desportivo nacional e olímpico. Em 5 de Abril de 2008, chamou atenção ao falar que a situação da China com o Tibete "é um problemas chinês e, não é uma questão para os Jogos Olímpicos"[2].

Carreira[editar | editar código-fonte]

  • Presidente do Conselho de Administração da Companhia Hermanos Vásquez (1960-1980);
  • Presidente e Diretor Geral das "Organizacion Editorial Mexicana" (1975-), o maior jornal empresarial da América Latina, "Cartones Ponderosa" (2001-) e proprietário da United Press International (1985-1988)[3][4]

.

Esportes[editar | editar código-fonte]

Participou de competições de tiroteio mexicano e internacional em 1960.

Administração Desportiva[editar | editar código-fonte]

  • Presidente da Federação Mexicana de Tiro (1969-1974);
  • Presidente da American Shooting Confederation (1973-1979);
  • Vice-presidente da Confederação Mexicana Desporto (1973-1976);
  • Membro (1972-) e Presidente (1974-2001) do CON Mexicano;
  • Presidente do Comite de Organização dos Jogos Pan-Americanos (1975);
  • Presidente da Organização Desportiva Pan-Americana (ODEPA) (1975 -);
  • Presidente da Comissão Internacional de Solidariedade Olímpica para o continente americano (1975 -);
  • Presidente da Associação de Comitês Olímpicos Nacionais (ANOC) (1979 -)

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.