Mânio Acílio Balbo (cônsul em 114 a.C.)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com seu pai, Mânio Acílio Balbo, cônsul em 150 a.C..
Mânio Acílio Balbo
Cônsul da República Romana
Consulado 114 a.C.

Mânio Acílio Balbo (em latim: Manius Acilius Balbus) foi um político da gente Acília da República Romana eleito cônsul em 114 a.C. com Caio Pórcio Catão. Era filho de Mânio Acílio Balbo, cônsul em 150 a.C..

Carreira[editar | editar código-fonte]

Denário da série de Acílio Balbo
Inscrição BA(L)BVS com a cabeça de Palas perante um X e acima da inscrição ROMA. Circundando tudo, uma guirlanda de louro. Inscrição MN•ACILI, com Júpiter com Vitória numa quadriga.
Æ Denário de prata (3,95 g)

A ele é atribuída uma cunhagem de moedas de 124 a.C. composta por denários, semisses e quadrantes[1]. O denário está legendado com BALBVS no anverso e MN•ACILI no reverso. As duas moedas de bronze não trazem seu cognome. Porém, é impossível assegurar de que este Acilius Balbus seja exatamente este cônsul[1].

Em seguida, Balbo foi pretor em 117 a.C. e acabou eleito cônsul em 114 a.C. com Caio Pórcio Catão[2][3]. Nada se sabe sobre os eventos de seu mandato.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Cônsul da República Romana
SPQR.svg
Precedido por:
'Marco Emílio Escauro

com Marco Cecílio Metelo

Mânio Acílio Balbo
114 a.C.

com Caio Pórcio Catão

Sucedido por:
'Cneu Papírio Carbão

com Caio Cecílio Metelo Caprário


Referências

  1. a b Michael H. Crawford, Roman Republican Coinage, p. 293
  2. Júlio Obsequente, Livro dos Prodígios, 97.
  3. Plínio, o Velho, História Natural II 29, 56-57

Bibliografia[editar | editar código-fonte]