Mãe Terra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Março de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Mãe Terra é um conto de ficção científica escrito por Isaac Asimov em 1948.

É neste conto que Asimov apresenta pela primeira vez os planetas espaciais, sendo assim considerado o marco desta série, que contem 4 livros e dois contos.

História[editar | editar código-fonte]

Num futuro não muito distante, a terra colonizou cinquenta planetas, e estes, depois de alguns séculos, alcançam a independência. Com o tempo, estabelecem cotas de imigração, e proíbem a imigração de pessoas que não se adequem aos seus padrões de sanidade e raça. A terra, superpopulosa reage com o Projeto Pacífico, criado pelo embaixador Linz Moreno e pelo fisiologista Gustav Stein. Opondo-se a isto, o jornalista Ernest Keilin da terra e o político Ion Moreanu, de Aurora tentam denunciar a situação, mas são presos. Como parte do Projeto Pacífico, uma cuidadosa e criteriosa manipulação política, com o objetivo de isolar a Terra dos mundos espaciais.

Personagens[editar | editar código-fonte]

  • Ernest Keilin - um jornalista que acha que o povo tem o direito de saber de tudo.
  • Gustav Stein - Criador do Projeto Pacífico
  • Linz Moreno - Embaixador em Aurora, depois presidente da terra, é o principal executor do projeto.
  • Franklin Maynard - Um poderoso auroriano, desconfia que estão fazendo o jogo dos terráqueos
  • Ion Moreanu - Um auroreano que não concorda com o racismo.

Ligação com as obras posteriores de Asimov[editar | editar código-fonte]

Neste conto, ocorre a primeira menção na obra de Asimov ao nascimento de um Império Galático. Cronologicamente, antecede a Caça aos Robôs, e verifica-se nesta que os resultados do Projeto Pacífico não foram aqueles previstos originalmente. Porém, posteriormente, os humanos da Terra conseguem perpassar os Mundos Espaciais e colonizar o entorno galático, cumprindo, embora num lapso temporal muito maior e de maneira não-intencional, os objetivos do Projeto Pacífico. O resultado da segunda leva de colonização, no universo imaginado por Asimov, fora o conturbado surgimento do Império Galático, e a posterior queda dos mundos espaciais.

Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.