Mãe de Deus de Kazan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ícone da Mãe de Deus de Kazan em Moscou.

A Mãe de Deus de Kazan é um ícone religioso do Patriarcado de Moscou. Durante o período comunista na União Soviética, o ícone esteve escondido e apareceu numa exposição nos Estados Unidos. Em 1993 a imagem foi confiada ao Papa e, em 2004, treze anos após a queda o regime comunista da Rússia, João Paulo II determinou a devolução do ícone ao patriarcado de Moscou.

O ícone encontra-se reservado num mosteiro em Kazan, capital da república do Tatarstan, terra de origem dos tártaros, na Federação Russa.

O ícone da Senhora de Kazan veio para Portugal pelo exército azul e ficou na igreja ortodoxa em Fátima, com a intenção de ser entregue à Rússia quando o regime comunista caísse. Depois da queda do muro de Berlim, numa das visitas do Papa João Paulo II, foi-lhe entregue a imagem da Senhora de Kazan para ser entregue à Rússia. Infelizmente o Papa João Paulo II não conseguiu levar a imagem à Rússia porque a sua viagem foi sempre vetada prós ortodoxos russos.

Já nos últimos dias de vida, o Papa mandou um padre levar a imagem às escondidas aos ortodoxos russos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Mãe de Deus de Kazan
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.