Método de ovulação Billings

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Método de Ovulação Billings® é uma maneira comportamental e natural para: conseguir engravidar, monitorar a saúde reprodutiva e adiar a gravidez, já que se baseia na auto observação e conhecimento dos períodos de fertilidade e infertilidade em cada ciclo menstrual; A mulher é treinada a se observar e a identificar as sensações de sua vulva quando se movimenta durante o dia e assim identificar as diferentes fases do ciclo menstrual. O ciclo menstrual se inicia com o primeiro dia de fluxo sanguíneo e termina na véspera do próximo fluxo. Os ciclos se dividem em curto, que variam de 19 a 25 dias; médio, variam de 26 a 35 dias e longo, que tem uma duração maior que 35 dias. Para que ocorra a menstruação é necessário que a mulher apresente antes a ovulação, para facilitar vamos descrever os ciclos partindo da menstruação. Ciclo curto: logo no final da menstruação, a mulher poderá apresentar a sensação de fertilidade, isto é, devido a presença do muco cervical a mulher pode identificar uma progressão na sensação vulvar que vai de úmida até terminar em escorregadia, a mulher poderá ver ou não o muco, mas certamente ela poderá sentí-lo se estiver presente, quando a mulher identificar uma regressão na sensação para não mais escorregadia, ela marcará o Ápice da fertilidade (o último dia de sensação escorregadia). O Ápice é um indicador de que a ovulação ocorre no dia Ápice, no 1º dia ou 2º dia após sua identificação. Após o Ápice a menstruação ocorrerá entre 11 e 16 dias. Ciclo médio: após a menstruação, haverá uns dias em que a mulher não observará a presença do muco cervical, neste caso ela pode perceber sua vulva seca ou pode perceber um fluxo constante, que não muda dia após dia, formando um padrão básico de infertilidade (PBI) até que a mulher identificará uma mudança na sensação ou no fluxo, isto marca o início da fertilidade e a mulher vai sentir que cada dia agora será diferente até terminar em sensação escorregadia e ela identificar a mudança para não mais escorregadia ou molhada, esta mudança identifica o Ápice, 11 a 16 dias após o Ápice ocorrerá a menstruação. O ciclo longo: será parecido com o cilo médio, o que irá diferenciá-lo são os dias de PBI que alongam o ciclo no demais acontecerá igualmente sendo que após o Ápice o período sempre será entre 11 e 16 dias. Dividimos o ciclo em duas fases: pré-ovulatória (vai do 1º dia de mesntruação até a identificação do Ápice - fase variável) e pós-ovulatória (vai do Ápice a véspera da menstruação seguinte, fase fixa - 11 a 16 dias) A ovulação pode atrasar ocasionando o aumento de dias inférteis pré ovulatório, por vários motivos - stress, amamentação, pré-menopausa, após deixar a contracepção quimica... É muito importante que ao optar pelo Método de Ovulação Billings® seja feito um acompanhamento por uma instrutora certificada pelo órgao responsável pelo ensino no país. A Organização Mundial do Método de Ovulação Billings (WOOMB)tem apenas um representante por país, assegurando o ensino de acordo ao autêntico método, criado pelo casal Billings.

É um método científico que foi estudado pelo Dr John Billings e sua esposa Evelyn Billings e validade cientificamente por Dr. James Brown e sua equipe que realizou mais de 850 mil testes hormonais comprovando que as observações que a mulher faz são confirmadas pelas mudanças hormonais, e pelo Dr. Erick Odeblad que estudou sobre o muco cervical definindo os diferentes tipos e sua função, tem a vantagem de ser simples, sem ônus e permitir que a mulher conheça melhor o funcionamento do seu corpo. Pode ser aplicado pelos casais em todas as fases da vida fértil da mulher, é um método do casal, incentiva o diálogo e respeito, uma vez que o ato de conceber ou não dependerá do consenso e conduta dos dois. O esposo é convidado a participar ativamente no uso do método ao ajudar sua esposa a fazer as anotações.

É importante lembrar que o Billings é um método comportamental e que o sucesso de seu uso depende do casal que aplicará as regras de acordo a sua intenção. NÃO FAZ PARTE DO MÉTODO DE OVULAÇÃO BILLINGS® O USO DE QUALQUER OUTRO MÉTODO, ESPECIALMENTE OS MÉTODOS DE BARREIRAS OU A PRÁTICA DO COITO INTERROMPIDO.

Vantagens do método de ovulação Billings[editar | editar código-fonte]

  • é fácil de usar;
  • simples de aprender;
  • não necessita de drogas ou dispositivos;
  • não apresenta efeitos colaterais;
  • pode ser usado em qualquer etapa da vida fértil da mulher (amamentação, stress, pré-menopausa...); [carece de fontes?]
  • é moralmente aceito em todas as culturas;
  • pode ser usado por mulheres cegas e analfabetas;
  • o casal divide a responsabilidade no planejamento familiar.

Desvantagens do método de ovulação Billings[editar | editar código-fonte]

A maior desvantagem é o preconceito por falta de conhecimento do profissional de saúde que muitas vezes não aceita a opção feita pelo casal.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Até a década de 1950, no século passado, o método rítmo, e o método da temperatura corporal basal eram os únicos métodos naturais conhecidos para o planejamento familiar.

Por estímulo de um sacerdote, Padre Maurice Catarinich, o Dr. John Billings, médico neurologista e membro da Universidade de Melbourne (Austrália), resolveu dedicar-se ao estudo da literatura médica com o objetivo de encontrar informações que indicassem a possibilidade da mulher identificar com a maior precisão possível os dias férteis de seu ciclo ovulatório.

Encontrou vários informes sobre um muco filamentoso e lubrificante, produzido pelas células da cérvix (colo uterino) perto do tempo da ovulação.

Mesmo que vários médicos observassem a presença desse muco durante muitos anos não há informações a respeito dos ginecologistas terem questionado às mulheres sobre seu próprio conhecimento a respeito.

Os estudos do Dr. Billings se aprofundaram e envolveram ainda o Dr. James Brown, médico endocrinologista e a Dra. Evelyn Billings. Ele se convenceu, com a colaboração de um pequeno grupo de mulheres a quem questionou a respeito, que diferentes tipos de muco são observados durante o ciclo menstrual. Com a colaboração de centenas de mulheres, pode ser estabelecido um padrão típico de muco. Tanto a sensação que esse tipo de muco provoca como sua aparência são meios para que a mulher possa reconhecer sua fertilidade.

O método foi aplicado em um estudo multicentrico pela OMS e definido como um método de planejamento natural da família.

Método[editar | editar código-fonte]

Observação constante do corpo

Um casal que opta pelo planejamento familiar natural (PFN) sabe que a base do método é a observação diária daquilo que acontece no corpo feminino.

Essas observações deverão ser anotadas todas as noites. É condição para o uso do método ter um gráfico com anotações diárias.

O padrão básico de infertilidade (PBI) ocorre após a menstruação em ciclos de duração média e longa, se caracteriza pela sensação vulvar de: completamente seca (nada sente em sua vulva, nada vê em sua roupa intima); seca, porém pode ver algum tipo de fluxo igual dia após dia; molhada, porém, esta sensação não apresenta alterações (fluxo constante)..

O primeiro sinal de mudança na sensação indica atividade ovariana e portanto a mulher identifica o inicio de seu período fértil, que deverá evoluir até a sensação escorregadia seguida de uma mudança brusca para novamente seca ou pegajosa, quando ela reconhecerá o Ápice de sua fertilidade, que é um indicador de que a ovulação ocorreu no dia Ápice ou irá ocorrer até 48h após sua observação.

O Ápice sempre é identificado em retrospectiva e a menstruação ocorrerá entre 11 a 16 dias após sua identificação.

É muito importante que a mulher não toque o seu genital a procura de muco, ou procure pegar o muco em sua roupa ou papel higiênico, pois, o visual é importante mas a SENSAÇÃO que o muco dá é MUITO MAIS IMPORTANTE.

Aplicando o método[editar | editar código-fonte]

O método de ovulação Billings tem:

3 Regras dos Primeiros Dias + a Regra do Ápice

Para adiar a gravidez:[editar | editar código-fonte]

  • Regra 1 - no período menstrual o casal deverá evitar as relações sexuais nos dias de fluxo forte. Isso assegura que os sinais da ovulação não serão obscurecidos pelo sangramento, caso apresente um ciclo curto ou ovulação após um ciclo com sangramento intermediário.
  • Regra 2 - após identificar o PBI, o casal poderá manter relações sexuais em noites alternadas, para que a mulher possa se observar com tranquilidade e não se confundir, com as secreções resultantes da relação.
  • Regra 3 - abster-se da relação sexual a qualquer mudança do PBI (fluxo ou sangramento, caso não seja reconhecido o Ápice ao retornar ao PBI esperar 3 dias e reiniciar com a Regra 2, até identificar nova mudança.
  • Regra do Ápice – a partir do quarto dia após o Ápice, as relações sexuais estão liberadas, a qualquer hora, até a véspera da próxima menstruação.

Para engravidar:[editar | editar código-fonte]

  • Regra 1 - no período menstrual o casal deverá evitar as relações sexuais nos dias de fluxo forte. Isso assegura que os sinais da ovulação não serão obscurecidos pelo sangramento, caso apresente um ciclo curto ou ovulação após um ciclo com sangramento intermediário.
  • Regra 2 - após identificar o PBI, o casal poderá manter relações sexuais em noites alternadas, para que a mulher possa se observar com tranquilidade e não se confundir, com as secreções resultantes da relação.
  • Regra 3 - abster-se de relações sexuais esperando o reconhecimento da sensação escorregadia, e utilizar os dias estes dias para o ato conjugal até dois dias após o Ápice.

O MOB não é um método contraceptivo: é um estilo de vida, que transforma a casal e a família, dando condições ao casal para que responde de forma livre, generosa e responsável planeje sua família.

</ref></ref> Billings, E L - Ensinando o Método de Ovulação Billings - Parte 2, Ed Paulus