Mónica Puig

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Tenista Mónica Puig
Puig RG19 (37) (48199058656).jpg
Puig em Roland Garros (2019)
País  Porto Rico
Data de nascimento 27 de setembro de 1993 (28 anos)
Local de nasc. San Juan, Porto Rico
Altura 1,70 m
Peso 64 kg
Profissionalização 2010
Aposentadoria 13/06/2022
Mão destra
Prize money US$ 3.570.824
Simples
Vitórias-Derrotas 303–213
Títulos 2 WTA, 6 ITF
Melhor ranking 27ª (26/09/2016)
Open da Austrália 3R (2016)
Roland Garros 3R (2013, 2016, 2019)
Wimbledon 4R (2013)
US Open 2R (2014, 2018)
Jogos Olímpicos V (2016)
Duplas
Vitórias-Derrotas 18–36
Títulos 0
Melhor ranking 210ª (26/05/2015)
Open da Austrália 2R (2018)
Roland Garros 1R (2014, 2015, 2016)
Wimbledon 2R (2016)
US Open 1R (2013, 2014, 2016)
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Rio 2016 Simples
Jogos Pan-Americanos
Prata Guadalajara 2011 Simples
Bronze Toronto 2015 Simples
Última atualização em: 21 de junho de 2022.

Mónica Puig Marchán (Hato Rey, San Juan, 27 de setembro de 1993) é uma ex-tenista profissional porto-riquenha. Foi a primeira atleta da história de seu país a conquistar uma medalha de ouro nos Jogos Olímpicos, feito no evento de simples feminino, em 2016.[1] Também é tricampeã dos Jogos Centro-Americanos e do Caribe[2], além medalha de prata e bronze nos Jogos Pan-Americanos.[3][4]

Profissionalizou-se em 2010, venceu dois títulos WTA e seis ITF, ambos em simples. Em 26 de setembro de 2016, chegou a 27 do mundo, seu melhor ranking de simples. Em 25 de maio de 2015, esteve na 210ª posição, sua melhor em duplas. Anunciou a aposentadoria como tenista tem 14 de junho de 2022, depois de passar os últimos anos com lesões e se submetendo a quatro cirurgias.

Nos Jogos Olímpicos de Verão de 2016, Puig levou o ouro; a nona medalha na história de Porto Rico nos Jogos. Com o feito, tornou-se a primeira campeã latino-americana na modalidade e a única não cabeça de chave a conquistar o ouro desde a reintrodução do tênis nos Jogos, em 1988. Durante sua carreira, derrotou várias jogadoras top 10, como Sarra Errani, Caroline Garcia, Angelique Kerber, Garbiñe Mugurza, Aryna Sabalenka e Caroline Wozniacki.[5]

Finais[editar | editar código-fonte]

Circuito WTA[editar | editar código-fonte]

Simples: 4 (2 títulos, 2 vices)[editar | editar código-fonte]

Status V–D Torneio Categoria Adversária Resultado
Data Cidade/país Piso
Vice (2–2)
21 Out 2017
BGL BNP Paribas Luxembourg Open
Luxemburgo Luxemburgo, Luxemburgo
WTA International
duro (c)
Alemanha Carina Witthöft 3–6, 5–7
Campeã (2–1)
13 Ago 2016
Jogos Olímpicos
Brasil Rio de Janeiro, Brasil
Jogos Olímpicos de Verão
duro
Alemanha Angelique Kerber 6–4, 4–6, 6–1
Vice (1–1)
10 Jan 2016
Apia International Sydney
Austrália Sydney, Austrália
WTA Premier
duro
Rússia Svetlana Kuznetsova 0–6, 2–6
Campeã (1–0)
24 Mai 2014
Internationaux de Strasbourg
França Estrasburgo, França
WTA International
saibro
Espanha Sílvia Soler Espinosa 6–4, 6–3

Referências

  1. «Monica Puig derrota favorita e conquista o ouro olímpico no tênis». lance.com.br. 13 de agosto de 2016 
  2. «Puerto Rico's Puig wins tennis gold at Central American and Caribbean Games» (em inglês). efe.com. 30 de julho de 2018 
  3. «Monica Puig takes home the silver medal» (em inglês). repeatingislands.com. 22 de outubro de 2011 
  4. «Canadians Zhao, Dabrowski win Pan Am doubles tennis gold» (em inglês). thestar.com. 16 de julho de 2015 
  5. «Campeã olímpica, Puig encerra a carreira aos 28». tenisbrasil.com.br. 13 de junho de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]