Música da década de 2000

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ao contrário dos anos 90, em que a sociedade se manteve fiel aos mesmos gêneros musicais, os ritmos e a forma de se ouvir música inflenciaram bastante durante a década, e ainda continuam a evoluir. Os cds acabaram perdendo a popularidade com o lançamento dos MP3 players como o: iPod, tornando-se cada vez mais frequente se adquirir música a partir de downloads e redes sociais.[1] Apesar disso, a década marcou também a volta de mídias antigas, como em 2008, em que as vendas de disco de vinil aumentaram, cerca de 1,9 milhões de unidades foram vendidas, sendo mais do que qualquer ano desde 1991.[2] A utilização da internet aumentou muito, a medida que os anos se passavam durante a década de 2000. No entanto, esse aumento acabou causando a popularização dos downloads ilegais de músicas protegidas por direitos autorais, causando uma certa tensão entre a indústria musical e o público, gerando dúvidas sobre a popularidade das músicas nas paradas de sucesso.

Estados Unidos, Reino Unido e Canadá[editar | editar código-fonte]

Hip-Hop, Urban, Pop R&B e Dance Music[editar | editar código-fonte]

A inglesa Joss Stone. Uma das maiores artistas inglesas da década.
Mariah Carey, uma das maiores cantoras de R&B e pop das décadas de 90 e 2000.
  • A cantora estadunidense Britney Spears é a artista que mais vendeu discos na década de 2000, com mais de 54 milhões de álbuns vendidos e cerca de 100 milhões de álbuns por toda a carreira. Seus principais sucessos naquela década Foram: Oops!...I Did It Again, Toxic , Gimme More, Womanizer, Circus, 3 , entre outros. Britney também é conhecida como a eterna Princesa do pop, e também é considerada um dos 3 ícones pop, juntamente de Madonna e Michael Jackson. Britney também já recebeu cerca de 400 prêmios e é a cantora viva mais premiada da história, além de ser a artista mais jovem a receber uma estrela na Calçada Da Fama.
  • A cantora Alicia Keys, foi a cantora de R&B mais bem sucedida da década, vendeu 15 milhões de álbuns só nos Estados Unidos é 30 milhões mundialmente, é foi a única cantora de R&B e negra a ter 4 álbuns estreando de forma consecutiva na Billboard Hot 200, e 5 álbuns estreando de forma consecutiva na Billboard Top R&B/Hip-Hop Álbuns, e teve 4 singles em primeiro lugar na Billboard Hot 100 e 7 singles em primeiro lugar da Billboard R&B.

Dance Music[editar | editar código-fonte]

A Dance music teve altos e baixos. Os singles de DJ Sammy fizeram muito sucesso no começo dos anos 2000, mas acabaram perdendo a popularidade no meio da década. Desde 2007, a música Dance voltou a ter reconhecimento, com os singles de sucesso: "Don't Stop the Music" e "Disturbia" de Rihanna, Kylie Minogue, e David Guetta com seus hits: "Love Is Gone", "Baby When the Light" e o mega-sucesso "When Love Takes Over".

Parada Billboard[editar | editar código-fonte]

Artistas Com Mais Números Uns na Parada de Álbuns[editar | editar código-fonte]

Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Janeiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A revista Billboard publica semanalmente nos EUA a lista dos 200 álbuns mais vendidos.

Os principais artistas que conseguiram chegar ao topo da parada nos anos 2000 foram:

Britney Spears em (2000, 2001, 2003 e 2008)
Madonna em (2000, 2003, 2005 e 2008)
Christina Aguilera em (2000 e 2001)
Mariah Carey em (2005 e 2008)
Jay-Z em (2001, 2002, 2003, 2006, 2007 e 2009)
Bruce Springsteen em (2002, 2005, 2007 e 2009)
Janet Jackson em (2001 e 2008)
Usher em (2004 e 2008)
Alicia Keys em (2001, 2003, 2005, 2007)
Jennifer Lopez em (2001 e 2002)
Ashanti em (2002 e 2003)
Kelly Clarkson em (2002 e 2009)
Eminem em (2000, 2002, 2004, 2009)
50 Cent em (2003, 2005)
Beyoncé em (2003, 2006, 2008)
Ludacris em (2003, 2004 e 2006)
Kanye West em (2005, 2007, 2008)
Carrie Underwood em (2005, 2007 e 2009)
Norah Jones em (2003, 2004, 2007)
'N Sync em (2000 e 2001)
Ne-Yo em (2006 e 2007)
Pink em (2001 e 2008)
Coldplay em (2005, 2008)
Nelly em (2000, 2002 e 2004)
Dixie Chicks em (2002 e 2006)
Hilary Duff em (2003, 2004, 2005, 2006 e 2007)
Miley Cyrus em (2007 e 2008)
Ashlee Simpson em (2004 e 2005)
Green Day em (2004 e 2009)
Destiny's Child em (2001 e 2005)
T.I. em (2006, 2007 e 2008)
Jack Johnson em (2006 e 2008)
Mary J. Blige em (2003, 2005 e 2007)
Taylor Swift em (2006 e 2008)
Jonas Brothers em (2008 e 2009)
Young Jeezy em (2006 e 2008)
Metallica em (2003 e 2008)
U2 em (2004 e 2009)
Linkin Park (2001, 2003, 2007)

Artistas Com Mais Números Uns na Parada de Singles[editar | editar código-fonte]

A revista Billboard publica semanalmente nos EUA a lista das 100 canções mais vendidas e ouvidas.

Os principais artistas que conseguiram chegar ao topo da parada nos anos 2000 foram:

Mariah Carey em (2005, 2006 e 2008)
Britney Spears em (2008, 2009)
Christina Aguilera em (2000, 2001)
Shaggy em (2001)
Beyoncé em (2003, 2006, 2007 e 2008)
Janet Jackson em (2000, 2001)
Usher em (2001, 2002, 2004 e 2008)
Alicia Keys em (2001, 2004, 2007, 2009)
Rihanna em (2006, 2007 e 2008)
Avril Lavigne em (2007)
Katy Perry em (2008)
Jennifer Lopez em (2001, 2002 e 2003)
Madonna em (2000)
Nickelback em (2001 e 2002)
Ashanti em (2002)
Lady Gaga em (2009)
Kelly Clarkson em (2003 e 2004)
Eminem em (2002 e 2009)
50 Cent em (2003, 2005)
Ludacris em (2003 e 2006)
Kanye West em (2005 e 2007)
Ciara em (2004)
Snoop Dogg em (2004 e 2006)
Gwen Stefani em (2005)
Carrie Underwood em (2005)
Chris Brown em (2005 e 2007)
James Blunt em (2006)
Ne-Yo em (2006)
Shakira em (2006)
Nelly Furtado em (2006 e 2007)
Fergie em (2006 e 2007)
Justin Timberlake em (2006 e 2007)
Akon em (2006 e 2007)
Sean Kingston em (2007)
Leona Lewis em (2008)
Flo Rida em (2008 e 2009)
Coldplay em (2008)
P!nk em (2001 e 2008)
Black Eyed Peas em (2009)
Jay-Z em (2009)

Europa[editar | editar código-fonte]

Dance[editar | editar código-fonte]

  • O Electro junto com o House torna-se popular em meados da década, substituindo as influências do jazzy e latinas do início de 2000. O Electro House torna-se popular em clubes ao redor do mundo com grupos como MSTRKRFT e Justice. Tornando popular o Live PA, que é o ato de remixar músicas ao vivo para um público.
  • O Dubstep e Bassline conseguiu se firmar no cenário europeu, tornando-se bastante famoso.

Rock[editar | editar código-fonte]

A banda Coldplay.

Pop[editar | editar código-fonte]

  • As bandas formadas por rapazes não desapareceram completamente, mas acabaram se transformando em bandas pop/pop-rock punk como Busted e McFly
  • Artistas de animação tornam-se populares como Crazy Frog e Gorillaz.
  • Grupos formados por garotas são populares durante grande parte da década. Como a banda russa t.A.T.u. que se torna a banda mais popular do leste europeu e ainda é única banda russa a ganhar sucesso na mídia internacional.
  • No Festival Eurovisão da Canção participam diversos artistas revelação Europeus.

Austrália e Nova Zelândia[editar | editar código-fonte]

Hip-hop e R&B[editar | editar código-fonte]

O Hip-hop e o R&B torna-se bastante popular nesses dois países, especialmente na Nova Zelândia.

Rock[editar | editar código-fonte]

Diversos grupos de novas formas de rock e rock alternativo surgem no começo da década, como The Vines e Jet que depois deram espaço a Evermore e Wolfmother e vários outros no fim da década.

Pop[editar | editar código-fonte]

O seriado The O.C. ficou popular na Nova Zelândia por ter na trilha sonora músicas de diversas bandas do país como Evermore e Youth Group.

América Latina e Caribe[editar | editar código-fonte]

O grupo mexicano e mais aclamado da década, RBD.

Brasil[editar | editar código-fonte]

Japão[editar | editar código-fonte]

O J-pop foi durante toda a década o ritmo mais conhecido do Japão, alavancado principalmente por Ayumi Hamasaki.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências