Música de Moçambique

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A música Moçambicana é uma das mais importantes manifestações da cultura deste país. A música tradicional tem características bantu e influência árabe principalmente na zona norte e, como tal, é normalmente criada para acompanhar cerimónias sociais, principalmente na forma de dança.

A música comercial tem raízes na música tradicional, mas muitas vezes usando ritmos e tecnologias importadas de outras culturas. Um dos tipos de música comercial mais conhecidos é a marrabenta, originária do sul do país, que não é apenas música e dança, mas tem frequentemente uma letra com grande conteúdo social.

timbila chope, um instrumento musical tradicional, foi considerado pela Unesco, em 2008, Património Imaterial da Humanidade.[1]

Pandza que é um estilo musical jovem do país, foi criado a partir da fusão da música tradicional e moderna por N'Star e desenvolvido por Ziqo e Dj Ardiles.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «UNESCO - El Chopi Timbila». ich.unesco.org (em espanhol). Consultado em 19 de junho de 2020 
  2. «Música Pandza: Ragga e hip-hop cruzadas com Marrabenta». VOA. Consultado em 19 de junho de 2020 
Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Moçambique é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.