MC Kekel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
MC Kekel
MC Kekel em novembro de 2016
Informação geral
Nome completo Keldson Rodrigues
Nascimento 10 de julho de 1995 (23 anos)
Local de nascimento São Paulo, São Paulo
Brasil
Gênero(s) Funk paulista
Funk ousadia
Período em atividade 2011–presente
Gravadora(s) Kondzilla Records
Afiliação(ões) DJ Perera
Influência(s) MC Davi

Keldson Rodrigues (São Paulo, 10 de Julho de 1995[1]), mais conhecido pelo nome artístico MC Kekel, é um cantor brasileiro de funk paulista.[2] Está a espera da sua Primeira Filha que é uma Menina,Casado.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Nascido no bairro dos Guaianases, no extremo leste da cidade de São Paulo, Kekel ingressou como cantor de funk paulista em 2012.[3] Kekel ficou conhecido nacionalmente em 2016 com o lançamento da canção "Quer Andar de Meiota?", em referência à moto Yamaha XT 660, acumulando mais de 15 milhões de acessos no videoclipe oficial produzido pelo Perera DJ.[3] No final do ano, Kekel lançou outros dois videoclipes, desta vez com o produtor KondZilla, que receberam aclamação nacional e foram considerados pela mídia como um dos hits do verão: "Partiu" e "Namorar pra que?".[4]

Kekel lançou uma paródia da canção "Partiu" em homenagem ao título do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2016 da equipe do Palmeiras, entoando no refrão: "Fui, partiu! O enéa é do Palestra".[5] O jogador Moisés cantou os versos da canção em uma entrevista ao Esporte Interativo.[6] Na semana seguinte, em decorrência do acidente do Voo 2933 da LaMia, Kekel homenageou a Chapecoense com a canção "Homenagem à Chapecoense", bem-recebida pela mídia.[7]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

MC Kekel (2016)

Músicas[editar | editar código-fonte]

  • "Meiota" (2016)
  • "Piranha (2016)
  • "Partiu" (2016)
  • "Meu momô" (2016)
  • "Baile da DZ7" (2016)
  • "Namorar pra que?" (2016)
  • "Sensacional" (2016)
  • Acordei Meio Sem Jeito
  • "Quem Mandou Tu Terminar?" (2017)
  • "Bigodar" (2017)
  • "Agrada O Papai" (2017) (part. MC Bin Laden)
  • "Solteiro até Morrer" (2017)
  • "Mandella É Meu Nome" (2017)
  • "Amor de Verdade" (2018) (part. MC Rita) #72
  • "Batom" (2018) (part. Ludmilla)
  • "Oh Bebê" (2018 (part. MC Kevinho)

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Resultado Ref.
2017 Meus Prêmios Nick Revelação musical Indicado [8]

Referências

  1. «KondZilla Records». www.facebook.com. Consultado em 8 de novembro de 2017. 
  2. «Músicas no Spotify». Kworb. Consultado em 3 de janeiro de 2017. 
  3. a b «"Meiota" e "Bumbum Granada" são os hits do momento nos fluxos em São Paulo». Vice. Consultado em 3 de janeiro de 2017. 
  4. «"Deu onda": MC G15 emplaca primeiro hit do verão; confira outras 10 apostas para 2017». ClicRBS. Consultado em 3 de janeiro de 2017. 
  5. «Jogadores do Palmeiras comemorar título em trio elétrico na Paulista». Folha. Consultado em 3 de janeiro de 2017. 
  6. «Moisés canta a música de Kekel no Esporte Interativo». Torcedores. Consultado em 3 de janeiro de 2017. 
  7. «MC Kekel cria funk em homenagem à Chapecoense». Revista Encontro. Consultado em 3 de janeiro de 2017. 
  8. «Meus Prêmios Nick 2017: veja a lista de indicados!». portalpopline.com.br. Consultado em 8 de novembro de 2017. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]