Movimento Democrático Português / Comissão Democrática Eleitoral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de MDP)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde janeiro de 2018)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Movimento Democrático Português - Comissão Democrática Eleitoral
Líder José Manuel Tengarrinha
Fundação setembro de 1969
Dissolução 28 de março de 1994
Sede Portugal Portugal
Ideologia Socialismo
Espectro político Esquerda
Sucessor Intervenção Democrática (cisão)
Política XXI
Afiliação nacional Aliança Povo Unido (1979-1987)
Cores Vermelho

Deu origem à Política XXI e à Associação de Intervenção Democrática
Grafito numa parede de Lisboa.

O Movimento Democrático Português / Comissão Democrática Eleitoral (MDP / CDE) foi uma das mais importantes organizações políticas da Oposição Democrática ao regime do Estado Novo em Portugal, antes do 25 de Abril. Foi fundado em 1969, actuando através de comissões democráticas eleitorais, para concorrer às eleições legislativas.

Em 1973 participou no Congresso Democrático de Aveiro.

Depois do 25 de Abril constitui-se como partido político, fazendo parte de todos os Governos Provisórios, com excepção do VI. Concorreu à eleição para a Assembleia Constituinte de 1975 sozinho e, a partir de 1976, em coligação com o PCP, formando a APU. Em 1987, em dissidência com o PCP, já não participou na coligação eleitoral CDU, apresentando-se às eleições com listas próprias. Nessa mesma data, alguns militantes dissidentes formaram a Intervenção Democrática (ID), que até hoje continua a integrar, como independente, as listas da CDU, junto com o PCP e o Partido Ecologista "Os Verdes" (PEV).

Em 1994, um outro grupo interno fundiu-se com o conjunto editor da revista "Manifesto", dando lugar lugar ao movimento Política XXI, que veio a ser uma das correntes fundadoras do Bloco de Esquerda.

Figuras e principais dirigentes[editar | editar código-fonte]

Resultados Eleitorais[editar | editar código-fonte]

Eleições legislativas[editar | editar código-fonte]

Data Líder CI. Votos % +/- Deputados +/- Status Notas
1969 Francisco Pereira de Moura 2.º 114 745
10,29 / 100,00
0 / 130
Extra-parlamentar
Banido de 1969 a 1974
1975 José Manuel Tengarrinha 5.º 236 318
4,14 / 100,00
5 / 250
1976 Não concorreu
1979 Aliança Povo Unido
3 / 250
Aumento3 Oposição
1980
2 / 250
Baixa1 Oposição
1983
3 / 250
Aumento1 Oposição
1985
3 / 250
Estável Oposição
1987 8.º 32 607
0,57 / 100,00
0 / 250
Baixa3 Extra-parlamentar

Eleições europeias[editar | editar código-fonte]

Data Cabeça de Lista CI. Votos % +/- Deputados +/-
1987 10.º 27 678
0,49 / 100
0 / 24
1989 António Victorino de Almeida 6.º 56 900
1,37 / 100
0 / 24

Eleições autárquicas[editar | editar código-fonte]

(Resultado que excluem os resultados de coligações envolvendo o partido)

Data CI. Votos % +/- Presidentes CM +/- Vereadores +/- Assembleias
Municipais
+/- Assembleias de
Freguesias
+/-
1976 Frente Eleitoral Povo Unido
1979 Aliança Povo Unido
1982
1985
1989 12.º 11 354
0,23 / 100,00
0 / 305
1 / 1 997
6 / 6 753
13 / 33 000
1993 12.º 1 386
0,03 / 100,00
Baixa0,20
0 / 305
Estável
1 / 2 006
Estável
4 / 6 769
Baixa2
8 / 33 458
Baixa5

Ver também[editar | editar código-fonte]

Fontes e bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Raby, David Lander, "Comissão Democrática Eleitoral (CDE)", in Dicionário de História de Portugal, vol. 7, coordenação de António Barreto e Maria Filomena Mónica, Lisboa, Livraria Figueirinhas, 1999.



Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.