MIUI

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
MIUI
Capturas de tela da interface MIUI
Produção Xiaomi Inc.
Linguagem C++, Java, C
Interface MIUI
Página oficial en.miui.com
Huawei Honor 3C executando a MIUI v5.

MIUI é uma interface desenvolvida pela Xiaomi, é utilizada em dispositivos Android da empresa.[1] MIUI inclui várias características tais como temas de suporte.[2]

A Xiaomi lançou vários smartphones, todos os quais são pré-instalados com uma versão completa do MIUI. Isso inclui vários aplicativos e recursos não disponíveis na versão pós-venda do MIUI.

Além de suportar seus smartphones e tablets, a Xiaomi também oferece a MIUI para ser lançado em outras marcas de smartphones, como Samsung, Sony, HTC, BLU, OnePlus e Nexus.

Em 24 de fevereiro de 2016, Xiaomi disse que a ROM MIUI teve mais de 170 milhões de usuários em todo o mundo, e foi apoiada em mais de 340 aparelhos.

História[editar | editar código-fonte]

A MIUI versão 9 foi anunciada em 26 de julho de 2017 e foi encabeçada pela adição do Smart App Launcher, Smart Assistant e Image Search

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

As ROM originais do MIUI basearam-se no Android 2.2 Froyo e foram inicialmente desenvolvidas na língua chinesa pela empresa chinesa Xiaomi Tech. A Xiaomi adicionou uma série de aplicativos para melhorar a estrutura básica; Essas incluem Notas, Backup, Música e Galeria. [3]

As atualizações geralmente são oferecidas no ar todas as sextas-feiras. A MIUI é então traduzido e portado para versões não oficiais em outros idiomas por desenvolvedores independentes e grupos de sites de usuários. 

MIUI e o Google Play Services[editar | editar código-fonte]

O Google teve desentendimentos com o governo chinês e o acesso a muitos serviços do Google está bloqueado. A MIUI não é enviada com os serviços do Google Play na China continental. No entanto, a Xiaomi expandiu suas operações fora da China; Os lançamentos da MIUI para dispositivos Android fora da China continental (por exemplo, em Hong Kong, Taiwan, Índia, Cingapura, Malásia e Indonésia) têm o Google Play Services e os Google Apps, como o Gmail, Google Maps, Google Play Store pré-instalados e funcionando como em qualquer outro Dispositivo Android. As versões globais do MIUI são certificadas pelo Google.

Os downloads diretos para lançamentos específicos de país também contêm serviços e aplicativos do Google Play.

Críticas e controvérsias[editar | editar código-fonte]

MIUI do kernel era proprietário, e em violação do kernel do Linux GPL.«小米的MIUI被指违反GPL许可证». Solidot (em chinês). 24 de setembro de 2017. Consultado em 25 de setembro de 2017 </ref> Devido a críticas, o código de origem para determinados componentes, foi lançado para o GitHub em 25 de outubro de 2013.[4] Fontes do Kernel para um número limitado de dispositivos, incluindo o Mi3, Mi4, MiNote, e Redmi 1S foram lançados em Março de 2015.[5]

A MIUI tem sido criticado por ser visualmente semelhante a interface do iOS. 

Desde o MIUI V4, baseado no Android Ice Cream Sandwich e Jelly Bean, a Xiaomi adicionou um mecanismo de varredura de vírus da empresa parceira Tencent (anteriormente da Kingsoft, cujo CEO anterior também era Lei Jun), apesar da oposição de muitos usuários. Os métodos de remoção foram publicados no fórum chinês do MIUI, uma vez que o mecanismo não foi considerado útil. [6]

Também durante o desenvolvimento do MIUI V4, a Xiaomi começou a remover os serviços do Google de suas ROMs devido às políticas do governo chinês que surgiram em resposta aos desentendimentos do Google com o governo chinês. O governo bloqueou o acesso a todos os serviços do Google na China continental, e todos os telefones para o mercado chinês são obrigados a não permitir a instalação dos serviços do Google. Para arrecadar fundos para a empresa, a MIUI tem seu próprio ambiente da Xiaomi, incluindo serviços na nuvem, temas pagos e jogos (com moeda MiCredit). Mais tarde, durante o desenvolvimento do MIUI V5, quase todos os serviços do Google foram removidos das versões chinesas. [7]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «小米科技的MIUI和手机_通讯与电讯_科技时代_新浪网». 新浪科技_新浪网 (em chinês). 28 de julho de 2011. Consultado em 25 de setembro de 2017 
  2. MIUI Official English Site, en.miui.com, consultado em 1 de fevereiro de 2014 
  3. MIUI Official English Site, consultado em 12 de abril de 2014 
  4. «Commits». GitHub, Inc. Consultado em 25 de setembro de 2017 
  5. GitHub MiCode/Xiaomi_Kernel_OpenSource, GitHub, 31 de março de 2015, consultado em 8 de abril de 2015 
  6. Team, Discuz!; Team, Comsenz UI (22 de janeiro de 2016). «【实机亲侧】MIUI自带病毒扫描无任何安全防护作用!_病毒扫描_MIUI论坛». MIUI官方网站 (em chinês). Consultado em 25 de setembro de 2017 
  7. Forum, Xiaomi MIUI Official. «Find all the Google Apps in Google installer! - App». Xiaomi MIUI Official Forum. Consultado em 25 de setembro de 2017