MPF (complexo biológico)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de MPF)
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde setembro de 2016).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2016). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Se procura Ministério Público Federal, veja Ministério Público Federal.


O MPF é um complexo formado por uma CDK (cinase dependente das ciclinas) e por uma ciclina que intervem na mitose e na meiose. Muitas das alterações que ocorrem na célula durante o processo mitotico é devido à activação ou desactivação deste complexo. [1] [2]

O MPF é activado no início da mitose e tem como função promover fosforilações que fazem as alterações na célula que permitem a continuação do processo mitótico. Provoca fosforilação das histonas para ocorrer a condensação do DNA, fosforilação do núcléolo ocorrendo a desorganização da membrana núclear, do reticulo endoplasmático, do complexo de Golgi.

Quando se entra na anáfase é necessário a descondensação dos cromossomas, por isso a concentração de MPF tem de diminuir. Para isso ocorrer as CDKs têm de ser inactivadas o que ocorre quando as ciclinas que estão associadas a elas são degradadas por um processo denominado ubiquitinação. Quando o MPF é inactivado a célula começa a voltar à sua estrutura inicial.

Referências

  1. Shayenne de Lima Silva. «Formação do complexo MPF, desencadeando a mitose (parte 2 de 6 sobre Divisão celular)». Condomínio LaNMSE / Universidade Federal de Sergipe. Arquivado desde o original em 20/03/2015. Consultado em 20 de setembro de 2016. 
  2. Camilla Santos Alves. «Identificação do MPF em Xenopus (parte 3 de 6 sobre Divisão celular)». Condomínio LaNMSE / Universidade Federal de Sergipe. Arquivado desde o original em 21/03/2015. Consultado em 20 de setembro de 2016.