MTV na Rua

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
MTV na Rua
Informação geral
Formato Programa de auditório
Duração 1 hora (com comerciais)
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Produção
Diretor(es) Diego Alencar
Rodolfo Mieskalo
Renata Bianchi
Produtor(es) Juliana Bosardin
Lucas Melo
William Alencar
Apresentador(es) Penélope Nova
Elenco Felipe Solari
Exibição
Emissora de televisão original Brasil MTV
Formato de exibição 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Transmissão original 03 de Março de 2008 - 18 de Dezembro de 2009

MTV na Rua foi um programa brasileiro de televisão da MTV Brasil que era apresentado pela Penélope Nova. Era um programa diário do seu início até junho de 2009, a partir daí semanal. Foi ao ar de 03 de março de 2008 à 18 de dezembro de 2009.

O Programa[editar | editar código-fonte]

Um programa que dava ao mesmo tempo informação, entretenimento, diversão e notícias, sejam elas sobre política, economia, esportes, música, e qualquer outro assunto polêmico, engraçado ou estranho ao telespectador. Cada semana o programa acontece em um lugar diferente da cidade de São Paulo.

Um dos objetivos do programa era integrar o público à televisão, pois além de poder participar pelos vídeo tapes e na própria rua, todos puderam participar também pelo mural de opiniões, por perguntas de resposta por SMS ou telefone, falando ao vivo com a apresentadora.

Em 2009, o MTV na Rua passoou a contar com a participação do VJ Felipe Solari, o repórter em trânsito, que conversava com Penélope de qualquer outro lugar de São Paulo. O foco do programa passou a destinar-se também à música, nos quadros "Sola", "Quiz Musical", "Mini Disk", "My Mini Disk" e "Verdadeiro ou Falso". Foram criados os quadros "Self Service", "Campanha É Bonito Ter Nome Feio", "Tattoo Tosca", "Japonês, Chinês ou Coreano", "Monumonstro", "Figurinha da Semana", "Seletiva WebHit do Ano" e a campanha "Faça um Encalhado Feliz", além do tradicional "Chora". Geralmente, quem participava destes quadros ao vivo ganhava uma camiseta personalizada com frases engraçadas e curiosas ditas por pessoas nas ruas. A partir do dia 10 de julho o programa passava a ser semanal, sendo apresentado toda sexta-feira. O último programa de 2009 marcou a despedida de Felipe Solari da MTV, já que foi contratado pela Rede Record para integrar o elenco do novo programa de Marcos Mion Legendários.

O programa teve sua última exibição em 18 de dezembro de 2009 com um especial de fim de ano. Sendo extinto da grade de 2010 da emissora.

MTV na Praia[editar | editar código-fonte]

Durante a programação de verão da MTV em 2009, o programa foi apresentado direto das praias de Florianópolis por um mês.

Surgiu o "Summer Disk I" (músicas mais escolhidas pelo público através do site do programa), o "Summer Disk II" (músicas escolhidas por um telespectador), "STOP a.k.a. Adedonha" (a brincadeira tradicional), "S.R.D. Brasil" (que elege os cães vira-latas mais simpáticos das praias brasileiras), o "Jóias de Verão" (pérolas ditas por pessoas comuns nas praias), "Verdadeiro ou Falso" (o nome diz tudo), "MTV na Ilha de Edição" (pequenos curtas, mostrando os editores em São Paulo), "Ilha do Rock" (perguntas que eram feitas ao público sobre música - através do "Linhas Aéreas MTV"), "São Paulo 29º" (as melhores dicas para cidades onde não há praias), "Plantão Amy Winehouse" (notícias quentes e no mínimo polêmicas da cantora), entre outros.

O programa voltou à grade de verão em 2010, sendo exibido de segunda a sexta às 18h, de 11 de janeiro a 19 de fevereiro. Mais uma vez sendo exibido direto das praias de Florianópolis. Com novos quadros, como o "Pê dá dica" (Penélope solucionava alguns problemas inusitados de telespectadores), "My setlist" (era exibido trechos de 5 clipes escolhidos por telespectadores), "Chora" e "Chora itinerante" (quadro já famoso onde o público podia desabafar sobre qualquer assunto), "Correspondente nerd" (com dicas de internet, filmes etc.), "Com a palavra, Ronald Rios" (integrante do Badalhoca, sempre refletindo sobre diversos assuntos do verão) "Batalha de luau" (disputa entre cantores), "Eu sei o que vocês fizeram nos verões passados" (vídeos de programas que foram exibidos em outras temporadas de verão) e ainda algumas provas que eram realizadas pela platéia. Às sextas, o programa tinha uma exibição especial, chamado de "MTV Na Praia Sound System", com apresentações musicais durante todo o programa.

Horários de Exibição[editar | editar código-fonte]

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

  • Apresentadora: Penélope Nova
  • Direção: Diego Alencar; Rodolfo Mieskalo, Renata Bianchi
  • Produção: Andreia Fragoso; Juliana Boscardin; Rosa Gardinalli; Lucas Melo; Karen Nakamura; William Alencar; Patrícia Teixeira
  • Vox / Matérias: Diogo Pinaffi; Jonas Machado; Breno Gonçalves

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • O programa foi o primeiro da TV brasileira a anunciar a morte do cantor Michael Jackson, no momento ainda com ar de brincadeira.
  • Em 2009 surgiu a "Louca do MTV Na Rua", durante um "Chora Coletivo" sobre o futuro. Ela disse várias "pérolas" e algumas geraram camisas exclusivas, como: "No futuro a gente pira", "O futuro é reluzente", "O futuro reside em relutar" e "O futuro pertence ao ponto aton".
  • Penélope algumas vezes chegou atrasada por ainda estar no trânsito a caminho do local de transmissão. Houve dias em que o programa iniciou sem ela estar presente. Nesses dias, o VJ Felipe Solari (que em 2008 apresentava o Domínio MTV, que ia ao ar antes do MTV Na Rua) apresentou a parte inicial do programa de dentro do estúdio, interagindo com o público que já estava presente no local. Certa vez, em 2009, a apresentadora iniciou o programa por telefone e foram exibidas algumas matérias pré-gravadas.
  • O programa era transmitido geralmente de São Paulo e cidades da região metropolitana, mas já teve suas exibições em outros estados brasileiros. Em 2008, o programa foi transmitido ao vivo de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, e Manaus, no Amazonas. Já em 2009, o programa teve duas exibições na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro.
  • Pelo menos uma vez, no MTV na Praia em fevereiro de 2010, em Florianópolis, houve um problema com o equipamento que envia as imagens para o satélite, fazendo com que a transmissão ao vivo fosse comprometida. Nesse dia, foi exibida uma reprise do programa.
  • O Programa Pânico na TV tentou invadir a programação com o quadro "O Impostor", porém a apresentadora Penélope acabou descobrindo.
  • Lendo alguns recados do mural, Penélope caiu na pegadinha do "Tomas Turbando" e só foi perceber quando a platéia avisou.
  • Em junho de 2010, baseado no programa, a MTV Brasil lançou o MTV na Rua, um jornal impresso de distribuição gratuíta em 146 pontos da cidade de São Paulo e sendo o primeiro da América Latina vinculado inteiramente em 3D.[1]
  • Em outubro do mesmo ano, a Abril Mídia comunicou a imprensa que decidiu suspender a circulação do jornal.[2]
  • No dia em que a MTV Brasil completou 20 anos, 20 de outubro de 2010, Penélope Nova apresentou uma edição especial do programa em comemoração da data especial. Teve a presença do VJ Borbs e do músico Emicida. Mostrou diversos momentos da atração e uma homenagem a Penélope mostrando todos os seus programas desde 2001. A atração durou 1h30 (15h às 16h30) e encerrou com os vj's cortando um bolo e cantando parabéns.

Referências

  1. «Com cinco editorias, jornal MTV na Rua começa a circular em São Paulo». Portal Imprensa. 8 de junho de 2010. Consultado em 25 de outubro de 2016 
  2. AdNews. «Abril acaba com o MTV na Rua». 28 de setembro de 2009. Consultado em 3 de agosto de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.