Macaco-prego-do-peito-amarelo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaMacaco-prego-do-peito-amarelo[1]
Sapajus xanthosternos 3.JPG
Estado de conservação
Espécie em perigo crítico
Em perigo crítico (IUCN 3.1) [2]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Primates
Subordem: Haplorrhini
Infraordem: Simiiformes
Parvordem: Platyrrhini
Família: Cebidae
Subfamília: Cebinae
Género: Sapajus
Espécie: S. xanthosternos
Nome binomial
Sapajus xanthosternos
(Wied-Neuwied, 1826)
Distribuição geográfica
Distribuição geográfica do macaco-prego-do-peito-amarelo.
Distribuição geográfica do macaco-prego-do-peito-amarelo.

O macaco-prego-do-peito-amarelo (nome científico: Sapajus xanthosternos) é uma espécie de macaco-prego, um macaco do Novo Mundo, da família Cebidae. Ocorre no centro-leste do Brasil, ao sul e leste do rio São Francisco, até o sul do rio Jequitinhonha, nos estados da Bahia, Minas Gerais e Sergipe. Já foi considerado como subespécie de Cebus apella, é morfologicamente e geneticamente distinto e por isso é uma espécie propriamente dita.[3] Foi incluído no gênero Sapajus a partir de 2012, por Lynch Alfaro et al, baseando-se no trabalho de Silva Jr (2001).[4]

Os machos têm entre 39 e 42 cm de comprimento, e a cauda possui entre 38 e 45 cm, pesando entre 2 e 4,8 kg. As fêmeas, são um pouco menores, com 36 e 39 cm de comprimento, e pesando entre 1,3 e 3,4 kg.[5]Possui a cauda e membros de cor preta, com a região ventral e do peito de cor amarela a avermelhada. A coroa não contrasta com o restante do corpo e muitas vezes é considerado uma exceção entre os macacos-pregos porque não possui tufos de pelo evidentes na cabeça.[5]

Fêmea com filhote.

Habita florestas úmidas e submontanas, até florestas secas e semideciduais. Também é encontrado em áreas de Caatinga, mas somente em áreas úmidas perto de rios e morros. Como os outros macacos-pregos, possui uma dieta variada, se alimentando desde pequenos vertebrados e ovos, até flores e frutos.[5] Se alimentam de até 96 espécie de plantas, e ingere as sementes de 88 delas, e por isso é importante dispersor de sementes nos ambientes em que vivem. Os grupos possuem entre 9 e 27 indivíduos, em um território que tem entre 418 e 1000 hectares.[5]

É classificado como "criticamente em perigo" pela IUCN.[2] Apesar de não se ter estimativas completas de suas populações, acredita-se ser um dos mais raros macacos do Novo Mundo, e ocorre em áreas com intensa ocupação humana, desde a colonização pelo europeus. Aparentemente, existem cerca de 3000 em liberdade, mas nenhuma população é viável a longo prazo. Existem cerca de 140 animais em cativeiro. Ocorre na Reserva Biológica de Una, no Parque Estadual da Serra do Conduru e no recém-criado Parque Nacional de Serra das Lontras, na Bahia; e na Reserva Biológica da Mata Escura em Minas Gerais.[5]

Referências

  1. Groves, C.P. (2005). Wilson, D.E.; Reeder, D.M. (eds.), ed. Mammal Species of the World 3 ed. Baltimore: Johns Hopkins University Press. 138 páginas. ISBN 978-0-8018-8221-0. OCLC 62265494 
  2. a b Kierulff, M. C. M., Mendes, S. L. & Rylands, A. B. (2008). Cebus xanthosternos (em Inglês). IUCN {{{anoIUCN1}}}. Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN de {{{anoIUCN1}}} . . Página visitada em 01 de outubro de 2012..
  3. Rylands, A.B. (2000). «An Assesment of the Diversity of New World Primates» (PDF). Neotropical Primates. 8 (2): 61-93. ISSN 1413-4703 Verifique |issn= (ajuda) 
  4. Lynch Alfaro, J.; Silva Jr, J. S.; Rylands, A. B. (2012). «How Different Are Robust and Gracile Capuchin Monkeys? An Argument for the Use of Sapajus and Cebus». American Journal of Primatology. 74 (4): 273-286. doi:10.1002/ajp.22007 
  5. a b c d e Anthony B. Rylands, Russell A. Mittermeier, Bruna M. Bezerra, Fernanda P. Paim & Helder L. Queiroz (2013). «Family Cebidae (Squirrel Monkeys and Capuchins)». In: Mittermeier, R.; Rylands, A.B.; Wilson, D. E. Handbook of the Mammals of the World - Volume 3. [S.l.]: Lynx. 952 páginas. ISBN 978-84-96553-89-7 
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Macaco-prego-do-peito-amarelo
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Macaco-prego-do-peito-amarelo
Ícone de esboço Este artigo sobre Macacos do Novo Mundo, integrado ao WikiProjeto Primatas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.