Maceió (Niterói)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Maceió é um bairro da cidade de Niterói, estado do Rio de Janeiro, localizado no interior do maciço costeiro de Niterói a uma altitude de, aproximadamente, 230 m.[1] Os primeiros moradores migraram de Alagoas para a cidade de Niterói e, ali se instalando, em homenagem a sua terra natal, puseram o nome de Maceió (capital de Alagoas) no território ainda inominado. O bairro de Maceió divide-se em Santo Inácio, Viração, Castrioto e Paineiras. Nele está localizado a Pedra de Santo Inácio e sua reserva florestal com trilhas para uma boa caminhada e bela vista de várias localidades de Niterói e São Gonçalo.

Demografia[editar | editar código-fonte]

  • Área: 0,78 km2
  • População: 4142 habitantes (IBGE 2000)

Localizado entre a zona de ocupação mais antiga e a Região Oceânica, Maceió possui pequena base territorial e tem como vizinhos os bairros de Cachoeiras, Cafubá, Cantagalo e Largo da Batalha.

História[editar | editar código-fonte]

Localização do bairro de Maceió no município de Niterói.

Sua ocupação é antiga, embora de registros incertos. Sabe-se que toda essa área pertenceu a uma grande fazenda denominada Fazenda Piratininga, o que favoreceu ao surgimento do fenômeno da grilagem de terras no decorrer deste século. Os primeiros ocupantes foram perdendo sua condição de produtores livres e gradativamente assentando-se em áreas disponíveis.

Até as primeiras décadas do século XX a atividade econômica predominante era a agricultura de subsistência e a produção de carvão. Tendo em vista que a grande maioria dos pequenos produtores não possuía meios de transportes para escoar a produção, o intermediário, proprietário de carroças ou carro de carga, percorria os sítios nos quais recolhia o excedente comercializável e deixava outros produtos de caráter mais urbano. Tal agente era também um comerciante estabelecido no centro da região, provavelmente onde está localizado o bairro Largo da Batalha de hoje.[2]

População[editar | editar código-fonte]

Segundo o Censo Demográfico de 1991, a população do bairro de Maceió representa 0,94% da população de Niterói. Sua dinâmica demográfica apresentou nos períodos de 70/80 e 80/91, taxas de crescimento bastante expressivas. No período 70/80, a taxa anual foi elevada (10,16%), ocupando a 6ª posição entre os bairros de Niterói. Já no período seguinte, 80/91, houve redução da taxa para 4,39%, deixando o bairro na 8ª posição entre os demais.

O bairro caracteriza-se pela população jovem, tendo em vista que mais da metade dos residentes têm até 29 anos de idade, 61,20%. A maior concentração se dá nas faixas de 10 a 29 anos (41,66%), o mesmo não acontecendo com os mais idosos, visto que a partir de 60 anos contamos com apenas 6,42% dos residentes.[3]

Lazer[editar | editar código-fonte]

O Parque da Cidade fica no bairro de São Francisco em Niterói. Não há ônibus que leve os turistas até o local, e um dos acessos ao local é pelo bairro de Maceió. Pode-se subir de veículos particulares, de bicicleta ou a pé. O local oferece a melhor vista de Niterói, de lá se avista as praias oceânicas, entre elas: Piratininga, Itaipú e Camboinhas.

É uma ótima opção para uma caminhada de cerca de 3.500 metros em meio à natureza. O trajeto é realizado pela estrada N. Senhora de Lourdes, que se inicia no Bairro do Maceió. O trajeto se inicia em uma rua residencial mas logo resta somente a natureza do parque. A estrada é larga o suficiente para trafegar automóveis e motocicletas, é muito usada por quem vai ao parque de bicicleta.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Bairros de Niterói Arquivado em 6 de outubro de 2014, no Wayback Machine. Prefeitura de Niterói.
  2. «'Maceió'». Cultura Niterói. Consultado em 26 de janeiro de 2016 
  3. «População». Informações dos bairros de Niterói. Consultado em 26 de janeiro de 2016 
  4. «Parque da Cidade - Guia de Niterói, RJ.». Guia de Niterói, RJ. Consultado em 26 de janeiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]