Maciço de Baturité

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde outubro de 2015). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Maciço de Baturité
Vegetação do Maciço de Baturité,em Palmácia.
Altitude 1.115 m
Localização  Ceará,  Brasil

O Maciço de Baturité é uma formação geológica localizada no sertão central cearense, composta pelos municípios de Pacoti, Palmácia, Guaramiranga, Mulungu, Aratuba, Capistrano, Itapiúna, Baturité, Aracoiaba, Acarape, Redenção, Barreira e Ocara.

Geologia[editar | editar código-fonte]

O Maciço de Baturité apresenta um quadro geológico completo, com rochas ígneas, metamórficas, sedimentares e sedimentos.

Está inserido no contexto geológico do Complexo Ceará (idade neoproterozoica), que ocorre em 70% da área do Maciço de Baturité, onde a Unidade Canindé (paragnaisses migmatizados, com lentes de quartzito, mármore, anfibolito, e podem ocorrer formações ferríferas) representa 55% e a Unidade Independência (Paragnaisses e micaxistos aluminosos, quartzitos, mármores, e mais raramente anfibolitos) representa 15%.

As rochas ígneas representam 15% da área do maciço. São granitos, granitoides, e granitos gnaissificados (este exclusivamente na porção Norte do maciço) relacionados à Granitogênese Brasiliana (idade neoproterozoica). Na porção central do maciço ocorre uma suíte diorítica, com gabros e granitoides subordinados.

As rochas sedimentares compõem 15% da área do maciço (idade cenozoica). São, sobretudo, arenitos argilosos, geralmente avermelhados, com cimentação ferruginosa ou, por vezes, silicosa, correspondendo à Formação Barreiras. Com menor frequência ocorrem depósitos aluviais e coberturas de espraiamento aluvial, com areias quartzosas, argilosas, e mais raramente, conglomeráticas.[1][2]

Turismo[editar | editar código-fonte]

O turismo na região é muito ativo, e tende a se tornar um pólo de desenvolvimento local, visto o grande fluxo de pessoas, principalmente no período do inverno.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências