Mad Max (jogo eletrônico de 2015)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mad Max
Produtora(s) Avalanche Studios
Editora(s) Warner Bros. Interactive Entertainment
Diretor(es) Frank Rooke[1]
Compositor(es) Mats Lundgren
Plataforma(s) Linux
Microsoft Windows
PlayStation 4
Xbox One
Data(s) de lançamento
  • AN 1 de Setembro de 2015[2]
  • AU 2 de Setembro de 2015[3]
  • EU 4 de Setembro de 2015[4]
Género(s) Acção-aventura, combate com veículos

Mad Max é um videojogo de acção-aventura focado em combates com veículos num ambiente em mundo aberto pós-apocalíptico, baseado na série de filmes Mad Max. Oficialmente revelado em Junho de 2013 durante a conferencia de imprensa da Sony na E3, Mad Max foi produzido pelo estúdio sueco Avalanche Studios e publicado pela Warner Bros. Interactive Entertainment em Setembro de 2015 para PlayStation 4, Xbox One, e PC (Linux e Microsoft Windows).[2]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Depois de alguns saqueadores lhe terem roubado o seu V8 Interceptor, Max embarca numa demanda para reclamar de volta o seu veiculo. Max junta forças com o mecânico Chumbucket, um "sócio idiota erudito", e comanda um veículo capaz de uma enorme personalização - o "Magnum Opus". Lutando até encontrar o seu veiculo, Max irá encontrar muitos outros pelo Outback australiano, tanto amigos como inimigos. No entanto, Max espera também encontrar o "Plains of Silence", um lugar onde poderá encontrar sossego para a sua loucura.[5]

Recepção[editar | editar código-fonte]

 
Resenha crítica
Publicação Nota
Eurogamer.net
Eurogamer.pt
(recomendado)[6]
(desfavorável)[7]
Game Informer 7.5/10[8]
GamesRadar 4 de 5 estrelas.[9]
GameSpot 6/10[10]
GameTrailers 7.4/10[11]
God is a Geek 7.5/10[12]
IGN 8.4/10[13]
Kotaku (desfavorável)[14]
Polygon 5.5/10[15]
The Guardian 3 de 5 estrelas.[16]
The Jimquisition 4/10[17]
USGamer 3.5 de 5 estrelas.[18]
Videogamer 7/10[19]


Referências

  1. Ben Hanson (4 de março de 2015). «Designing The Gameplay Of Mad Max». Game Informer. Consultado em 12 de maio de 2015. 
  2. a b Cork, Jeff (3 de março de 2015). «April Cover Revealed – Mad Max - News - www.GameInformer.com». Game Informer. Consultado em 21 de abril de 2015. 
  3. Pacific, MCV (5 de março de 2015). «New pre-order bonus for Mad Max unveiled». MCV Pacific. Consultado em 7 de março de 2015. 
  4. Phillips, Tom (3 de março de 2015). «Mad Max release date set for September on PC, PS4, Xbox One». Eurogamer. Consultado em 5 de março de 2015. 
  5. Alexa Ray Corriea (12 de junho de 2013). «Mad Max borrows the series' bombastic elements to create a new, open-world adventure». Polygon. Consultado em 12 de maio de 2015. 
  6. Martin Robinson (1 de setembro de 2015). «"Mad Max Review: Fast and Furiosa"». Eurogamer. Consultado em 8 de setembro de 2015. 
  7. Jorge Loureiro (14 de setembro de 2015). «"Mad Max - Análise"». Eurogamer. Consultado em 15 de setembro de 2015. 
  8. Matt Bertz (31 de agosto de 2015). «"Mad Max Review: Desert Sessions In Repetition"». Game Informer. Consultado em 1 de setembro de 2015. 
  9. Leon Hurley (31 de agosto de 2015). «"Mad Max Review: Your World is Fire and Blood"». GamesRadar. Consultado em 1 de setembro de 2015. 
  10. Peter Brown (31 de agosto de 2015). «"Mad Max Review: Hit the road, Max."». GameSpot. Consultado em 1 de setembro de 2015. 
  11. Daniel Bloodworth (3 de setembro de 2015). «"Mad Max Review"». GameTrailers. Consultado em 8 de setembro de 2015. 
  12. Adam Cook (1 de setembro de 2015). «"Mad Max Review"». God is a Geek. Consultado em 1 de setembro de 2015. 
  13. Brandin Tyrrel (31 de agosto de 2015). «"Mad Max Review: Give Me Fuel, Give Me Fire"». IGN. Consultado em 1 de setembro de 2015. 
  14. Chris Suellentrop (1 de setembro de 2015). «"Mad Max: The Kotaku Review"». Kotaku. Consultado em 2 de setembro de 2015. 
  15. Philip Kollar (31 de agosto de 2015). «"Mad Max Review: Wasted Land"». Polygon. Consultado em 1 de setembro de 2015. 
  16. Edwin Evans-Thirlwell (2 de setembro de 2015). «"Mad Max review – thrilling, incendiary, but not revolutionary"». The Guardian. Consultado em 8 de setembro de 2015. 
  17. Jim Sterling (4 de setembro de 2015). «"Mad Max Review – MEDIOCRE!"». The Jimquisition. Consultado em 8 de setembro de 2015. 
  18. Jaz Rignall (4 de setembro de 2015). «"Mad Max PS4 Review: Rote Warrior"». USGamer. Consultado em 8 de setembro de 2015. 
  19. Jamie Trinca (7 de setembro de 2015). «"Mad Max Review: The best summer drought game ever speeds into view at precisely the wrong time."». Videogamer. Consultado em 8 de setembro de 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]