Madalena Sibila da Prússia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Madalena Sibila
Madalena com seu filho, Cristiano.
Eleitora consorte da Saxônia
Reinado 23 de junho de 16118 de outubro de 1656
Antecessor(a) Edviges da Dinamarca
Sucessor(a) Madalena Sibila de Brandemburgo-Bayreuth
 
Cônjuge João Jorge I, Eleitor da Saxônia
Casa Hohenzollern (por nascimento)
Wettin (por casamento)
Nascimento 31 de dezembro de 1586
  Königsberg, Prússia (atual Kaliningrado, Rússia)
Morte 22 de fevereiro de 1659 (72 anos)
  Dresden, Saxônia, Alemanha
Enterro Catedral de Freiberga, Saxônia, Alemanha
Pai Alberto Frederico, Duque da Prússia
Mãe Maria Leonor de Cleves


Madalena Sibila da Prússia (em alemão: Magdalena Sibylle von Preußen; Königsberg, 31 de dezembro de 1586Dresden, 22 de fevereiro de 1659)[1] foi eleitora da Saxônia como a segunda esposa de João Jorge I, Eleitor da Saxônia.

Família[editar | editar código-fonte]

Madalena era filha de Alberto Frederico, Duque da Prússia e de Maria Leonor de Cleves. Seus avós paternos eram Alberto, Duque da Prússia e Ana Maria de Brunsvique-Luneburgo, e seus avós maternos eram o duque Guilherme de Jülich-Cleves-Berg e Maria da Áustria, que por sua vez era filha do imperador Fernando I do Sacro Império Romano-Germânico e de Ana da Boêmia e Hungria.

Entre seus seis irmãos, estavam: Ana, princesa eleitora consorte de Brandemburgo; Maria, marquesa consorte de Brandemburgo-Bayreuth; Alberto Frederico; Sofia, duquesa consorte da Curlândia e Semigalia; Leonor, eleitora consorte de Brandemburgo, e Guilherme Frederico.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Madalena Sibila.

Aos 21 anos de idade, Madalena Sibila casou-se com o futuro eleitor João Jorge, de 22 anos, em 29 de julho de 1607, em Torgau, no estado da Saxônia. Ele era filho de Cristiano I, Eleitor da Saxônia e de Sofia de Brandemburgo. Sua primeira esposa, que morreu em 1606, foi Sibila Isabel de Württemberg, com quem teve um filho natimorto.

Madelena tornou-se eleitora da Saxônia a partir do ascensão do marido, em 23 de junho de 1611.

Seu marido faleceu em 8 de outubro de 1656, aos 71 anos de idade.

Após alguns anos, Madalena morreu em 22 de fevereiro de 1659, em Dresden, e foi enterrada na Catedral de Freiberga, mesmo local de enterro de João Jorge. [2]

Descendência[editar | editar código-fonte]

O casal teve nove filhos:

Ascendência[editar | editar código-fonte]


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Madalena Sibila da Prússia

Referências