Madame Peacock

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Madame Peacock
 Estados Unidos
1920 •  p&b •  6 reels (5,423 feet) min 
Direção Ray C. Smallwood[1][2][3]
Produção Alla Nazimova
Roteiro Alla Nazimova (enredo e intertítulos)
Elenco Alla Nazimova
Gênero drama
Cinematografia Rudolph Bergquist[4]
Distribuição Metro Pictures Corporation
Lançamento Estados Unidos 24 de outubro de 1920.
Idioma mudo, intertítulos em inglês

Madame Peacock é um filme mudo americano de 1920, no gênero filme de drama escrito, produzido e estrelado por Alla Nazimova em dois papéis. Distribuído pela Metro Pictures, cópias do filme existem em várias coleções,[5][6] incluindo na Cinémathèque Royale de Belgique, em Bruxelas.[7]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Como descrito em uma revista de cinema,[8] a ídola do teatro da cidade de Nova York, Jane Goring (Nazimova), depois de uma aparição em público, após a execução de Madame de Pavão, volta para seu apartamento e não encontra o homem do jornal que ela pensou que estava indo para entrevista-la, mas, em vez disso, seu marido Robert McNaughton (Probert) que está sofrendo com uma tosse. Vivendo uma vida de farsa, ela empurra ele de lado, esquecendo-se até mesmo perguntar sobre sua filha. Ao deixá-la ele diz a ela que um dia ela vai precisar de amigos e de amor, e vai perceberr que ela manipulou a todos com falsidades. Quatro anos mais tarde, no auge de sua carreira, Jane prepara-se para aparecer em uma nova peça. Fria, cruel, intransigente, arrogante, ela mantém a companhia de teatro a esperando por horas a espera e, em seguida, prossegue para partir o coração do dramaturgo, humilhar seus colegas atores, e irritar o seu empresário, até que ele não ature mais. Na companhia encontra-se Gloria de Cromwell (Nazimova), a antítese de Jane Goring. Ela diz a estrela de seu prazer em estar ao seu lado. Eventualmente, a peça inicia-se e depois da cortina final o público grita para Gloria de Cromwell, Jane é obrigada a abandonar o palco para ela. Jane retorna ao seu quarto de vestir e tem um ataque de fúria, dizendo ao seu empresário Rudolph Cleeberg (Steppling) que ou ela ou Gloria deve ir. Cleeburg permite a Gloria sair, e quando Jane chega em casa, ela percebe que com o seu egoísmo perdeu seu marido, filha, e agora o seu sucesso. Enquanto ela está recordando esses eventos Robert McNaughton acompanhado de Gloria vão ao apartamento de Jane. Lá a mãe de Jane reconhece Gloria, e ela é enviada para Jane que, olhando nos olhos de sua própria filha, é purificado no momento de tristeza e de alegria.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Alla Nazimova como Jane Goring / Gloria Cromwell
  • George Probert como Robert McNaughton
  • John Steppling como Rudolph Cleeberg
  • William Orlamond como Lewis
  • Rex Cherryman como Thorne
  • Albert R. Cody como Harrison Burke
  • Gertrude Claire como Character Lady
  • Georgia Woodthorpe como Mrs. Goring

Links externos[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Madame Peacock

Referências

  1. Ray C. Smallwood Imdb.com. Consultado em 4 de setembro de 2017.
  2. Ray C. Smallwood Kinotv.com. Consultado em 4 de outubro de 2017.
  3. Ray Smallwood; Findagrave.com. Consultado em 4 de setembro de 2017.
  4. Rudolph Bergquist, Kinotv.com Kinotv.com. Consultado em 4 de setembro de 2017.
  5. Progressive Silent Film List: Madame Peacock at silentera.com
  6. The American Film Institute Catalog Feature Films: 1911-20 by The American Film Institute, c. 1971
  7. Library of Congress Silent Feature Film Survival Catalog: Madame Peacock
  8. «Reviews: Madame Peacock». New York City: Exhibitors Herald Company. Exhibitors Herald. 11 (16): 83. 16 de outubro de 1920 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.