Made (álbum de Big Bang)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Made
Álbum de estúdio de Big Bang
Lançamento 12 de dezembro de 2016
(ver histórico de lançamento)
Gravação 2013–2016
Gênero(s)
Duração 40:53
Idioma(s) Coreano
Formato(s)
Gravadora(s) YG Entertainment
Produção Big Bang
Cronologia de Big Bang
Made Series
(2016)
Singles de Made
  1. "M"
    Lançamento: 1 de maio de 2015
  2. "A"
    Lançamento: 1 de junho de 2015
  3. "D"
    Lançamento: 1 de julho de 2015
  4. "E"
    Lançamento: 5 de agosto de 2015
  5. "Fxxk It"
    Lançamento: 12 de dezembro de 2016
  6. "Last Dance"
    Lançamento: 12 de dezembro de 2016

Made (estilizado como MADE) é o terceiro álbum de estúdio coreano pertencente ao grupo sul-coreano Big Bang. Foi lançado mundialmente em formato digital em 12 de dezembro de 2016 e em formato físico em 23 de dezembro de 2016 pela YG Entertainment. O álbum contêm todas as canções pertencentes aos álbuns singles: M, A, D, E, lançados em 2015. Adicionalmente, Made possui a inclusão de três novas faixas e destacou-se por se tornar o primeiro álbum de estúdio coreano do Big Bang em oito anos.

O álbum recebeu críticas positivas, sendo notado por sua diversidade de gêneros musicais utilizados.[1] Ele atingiu a primeira colocação nas paradas da Coreia do Sul e Japão, onde neste último, recebeu uma certificação ouro pela Associação da Indústria de Gravação do Japão. Made também foi bem-sucedido nos Estados Unidos, entrando na parada Billboard 200, o que tornou a segunda vez que um álbum do Big Bang realizou tal feito.

Antecedentes e lançamentos[editar | editar código-fonte]

Ver artigos principais: M, A, D e E

Em março de 2015, a YG Entertainment passou a publicar imagens sinalizando o retorno do Big Bang, após uma pausa de três anos desde o lançamento de Still Alive (2012).[2] No mês seguinte, foi anunciado um projeto onde no primeiro dia de cada mês, entre maio a agosto, um álbum single seria lançado, contendo duas canções cada um. Este projeto teve o objetivo de anteceder o lançamento do álbum Made, seu terceiro álbum de estúdio coreano e com lançamento previsto para 1 de setembro de 2015.[3] Posteriormente ao anúncio do lançamento dos álbuns singles, nomeados como M, A, D, E, a YG Entertainment passou a realizar ao longo dos meses subsequentes, a divulgação e o lançamento dos singles pertencentes a cada um deles. Em 25 de abril, "Loser" e "Bae Bae" foram anunciados como os singles de M.[4] Em 26 e 27 de maio, "Bang Bang Bang" e "We Like 2 Party" foram anunciados como os singles de A.[5][6] Em 27 e 28 de junho, "If You" e "Sober" foram anunciados como os singles de D[7][8] e por fim em 24 e 30 de julho, "Zutter"[9] da subunidade GD&TOP e "Let's Not Fall in Love"[10] foram anunciados como os singles de E.

Em 18 de agosto de 2015, foi comunicado o adiamento do lançamento do álbum Made, com a justificativa de que os membros precisavam descansar após quatro meses de promoções e que gostariam de adicionar mais canções ao álbum,[11] que incluiria também os singles de M,A,D,E. Mais tarde, em 22 de novembro de 2016, a YG Entertainment anunciou o lançamento de Made como um álbum completo para a data de 12 de dezembro de 2016.[12] Entre os dias 6 a 8 de dezembro, foram divulgados o lançamento dos singles "Fxxk It" e "Last Dance"[13][14] e a inclusão da faixa "Girlfriend",[15] completando assim a lista de canções do álbum.

Composição[editar | editar código-fonte]

Contendo canções de diferentes gêneros, transitando entre a balada, o hip hop e o rock, Made possui uma mistura eclética de canções.[16] Para a Billboard o álbum é o "testamento de como artistas de K-pop podem mostrar versatilidade na música e como é verdadeiramente difícil chamar o K-pop de um 'gênero'".[1] O Allmusic destacou que "a mistura da marca registrada do BIGBANG composta de dance-pop e R&B, foi misturada com influencias tropicais contemporâneas e trap".[17] A canção "Loser" baseada no R&B e hip hop, foi distinguida como "a marca do hip hop emocional". "Bae Bae" foi observada por "pegar o popular gênero trap, e transformá-lo em um K-pop com sinais de música eletrônica e amostras bizarras".[18] "Bang Bang Bang" foi notada por possuir um som trap que se interrompe no refrão.[19] Já "We Like 2 Party" foi descrita como uma canção "descontraída" e relaxante.[16] "Sober" é baseada no pop punk, enquanto "If You" é uma balada sem o habitual rap realizado nas canções do grupo.[20] As canções "Let's Not Fall in Love" e "Last Dance" incorporam o pop rock, [21][22] enquanto "Zutter", "Fxxk It" e "Girlfriend" são creditadas como pertencentes ao gênero hip hop.[21][22]

Promoção[editar | editar código-fonte]

Ver também: Made World Tour

O BIGBANG realizou como parte de suas promoções para o álbum, uma transmissão ao vivo através do aplicativo V da Naver, em 12 de dezembro de 2016, em comemoração ao seu primeiro álbum completo em oito anos.[23] Esta transmissão atraiu mais de 1,5 milhões de espectadores.[24] Os membros também participaram de dois episódios do talk show Radio Star e dos programas Infinite Challenge e Weekly Idol.[25] Além disso, se apresentaram no festival de fim de ano SBS Gayo Daejeon de 2016.[26]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Crítica profissional[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
IZM[27] 3 de 5 estrelas.
The Straits Times[16] 4 de 5 estrelas.
The Star[22] 8/10

O álbum recebeu críticas positivas, a Billboard elogiou a sua diversidade de gêneros declarando que "seu valor como um trabalho independente é inegável" e saudou o BIGBANG como "um dos artistas mais amados universalmente na cena [K-pop]".[1] Made ainda foi eleito um dos melhores álbuns coreanos de 2016. Jeff Benjamin da Fuse, descreveu o álbum como um "exemplificativo de sua carreira", destacando como ele solidifica o talento e a personalidade do grupo.[28] Para Chester Chin do The Star, o álbum é "coeso e forte".[22] O KKBOK escolheu Made como o melhor álbum coreano do mês de dezembro, que descreveu-o de um "retorno forte" e destacou "Last Dance" como a canção que torna os ouvintes fascinados.[29]

Desempenho comercial[editar | editar código-fonte]

Álbuns singles[editar | editar código-fonte]

Os quatro álbuns singles lançados a fim de preceder o lançamento do álbum completo de Made, obtiveram êxito comercial. M vendeu 130,000 cópias em apenas dois dias, alcançando dessa forma, a posição de número dois na parada Albums da Gaon do mês de abril, com vendas superiores a 134,000 na Coreia do Sul e de 400,000 na China.[30] Em dois meses, "Loser" e "Bae Bae" venderam respectivamente, 988,321 e 828,966 cópias, incluindo as vendas combinadas de 17,000 cópias nos Estados Unidos.[31] No total, M vendeu 5,9 milhões em todo o mundo. Posteriormente, A vendeu na Coreia do Sul 93,504 cópias no mês de junho e mais de 800,000 na China. "Bang Bang Bang" vendeu isoladamente 2,101,336 cópias e "We Like 2 Party" 1,178,873 cópias na Coreia. Nos Estados Unidos, as vendas de "Bang Bang Bang" foram de 18,000 cópias e a canção recebeu ainda uma certificação ouro no Japão. No total, A vendeu mais de 7,3 milhões de cópias em todo o mundo. O terceiro álbum single D, vendeu mais de 800,000 cópias na China em apenas duas semanas.[32] Com "If You" vendendo isoladamente 1,414,111 cópias e "Sober" 1,288,385 cópias na Coreia do Sul. "If You" tornou-se ainda a canção mais vendida digitalmente em 2015 no serviço de música chinesa KuGou, ultrapassando os 2,5 milhões de downloads.[33] D totalizou vendas de mais de 7,8 milhões de cópias em todo o mundo. O último álbum single E, alcançou a posição de número um na parada Albums da Gaon,[34] tornando-se o terceiro álbum single de Made a conquistar tal feito. Na China, vendeu 700,000 cópias digitais em apenas 24 horas de seu lançamento.[35] As faixas "Let's Not Fall in Love" e "Zutter", venderam juntas 13,000 cópias, em menos de dois dias de lançamento nos Estados Unidos.[36] E totalizou vendas de mais de 5,5 milhões de cópias.

Somando-se a vendagem dos quatro álbuns singles, suas vendas em todo o mundo ultrapassam os 26 milhões. Em 2016, M, A, D, E já haviam vendido mais de 4,2 milhões de cópias digitais na China[37][38] e mais de 460,000 cópias físicas na parada sul-coreana Gaon.

Álbum completo[editar | editar código-fonte]

Made tornou-se disponível para pré-venda em 8 de dezembro de 2016, e obteve vendas de 170,000 cópias em um dia na China. Após seu lançamento oficial, o álbum ultrapassou vendas de 900,000 cópias digitais em menos de um dia através do QQ Music. Com as vendas combinadas das três maiores plataformas de música chinesas: QQ Music, Kugou e Kuwo, o álbum vendeu 1,113,494 cópias digitais em seu primeiro dia de lançamento.[39] Somente no QQ Music, Made já havia vendido 1,000,000 cópias em menos de dois dias.[40] Nos Estados Unidos, o álbum estreou na posição de número 172 na parada Billboard 200, levando o grupo a entrar pela segunda vez na referida parada. Made obteve vendas equivalentes a 6,000 cópias, dos quais 4,000 foram vendas tradicionais do álbum. Ele também estreou na posição de número um nas paradas de World Albums e Heatseekers Albums.[41]

Na Coreia do Sul, o álbum foi lançado em 23 de dezembro de 2016 em formato de edição limitada.[42] E alcançou a posição de número dois na parada Albums da Gaon,[43] com vendas de 100,000 cópias.[44] Em 5 de janeiro de 2017, a sua edição regular foi lançada, alcançando a primeira posição na supracitada parada.[45] No Japão, a edição coreana de Made posicionou-se em 23 na parada Albums da Oricon, com vendas de 2,538 cópias.[46] Em 15 de fevereiro de 2017, o álbum foi lançado oficialmente no país, onde alcançou a primeira colocação na parada diária e semanal, com vendas de 101,364 cópias em sua primeira semana. Made tornou-se o seu quarto álbum a alcançar o topo da Oricon.[47][48]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

N.º TítuloLetraMúsicaArranjos Duração
1. "Fxxk It" (에라 모르겠다; era moreugedda)Teddy, G-Dragon, T.O.PTeddy, G-Dragon, R.TeeTeddy, R.Tee 4:04
2. "Last Dance"  G-Dragon, T.O.P, TaeyangG-Dragon, Jeon Yong JunSeo Won Jin, 24 4:57
3. "Girlfriend"  Teddy, G-Dragon, T.O.PTeddy, G-Dragon, Choice37Teddy, Choice37 3:49
4. "Let's Not Fall in Love" (우리 사랑하지 말아요; uri saranghaji marayo)Teddy, G-DragonTeddy, G-DragonTeddy 3:32
5. "Loser"  Teddy, T.O.P, G-DragonTeddy, TaeyangTeddy 3:39
6. "Bae Bae"  G-Dragon, Teddy, T.O.PTeddy, G-Dragon, T.O.PTeddy 2:49
7. "Bang Bang Bang" (뱅뱅뱅; bang bang bang)Teddy, G-Dragon, T.O.PTeddy, G-DragonTeddy 3:40
8. "Sober" (맨정신; maenjeongsin)Teddy, G-Dragon, T.O.PTeddy, Choice37, G-DragonTeddy, Choice37 3:57
9. "If You"  G-DragonG-Dragon, P.K, Dee.PP.K, Dee.P 4:24
10. "Zutter (GD&TOP)" (쩔어; jjeoreo)G-Dragon, Teddy, T.O.PTeddy, G-Dragon, T.O.PTeddy 3:14
11. "We Like 2 Party"  Teddy, Kush, G-Dragon, T.O.PTeddy, Kush, Seo Won-jin, G-DragonTeddy, Kush 3:16
Duração total:
40:53

Desempenho nas paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Posições[editar | editar código-fonte]

Paradas (2016–17) Melhor
posição
 Coreia do Sul (Gaon Weekly Albums Chart)[45] 1
 Coreia do Sul (Gaon Monthly Albums Chart)[49] 1
 Coreia do Sul (Gaon Yearly Albums Chart)[50] 24
 Estados Unidos (Billboard World Albums)[51] 1
 Estados Unidos (Billboard Heatseekers Albums)[41] 1
 Estados Unidos (Billboard 200)[41] 172
 Japão (Billboard Japan Top Albums Sales)[52] 1
 Japão (Billboard Japan Hot Albums)[53] 1
 Japão (Oricon Weekly Digital Albums Chart)[54] 1
 Japão (Oricon Weekly Albums Chart)[46] 23
 Reino Unido (OCC Download Albums)[55] 67
Taiwan (G-Music Weekly Albums)[56] 1

Certificações[editar | editar código-fonte]

País Certificação
 Japão (RIAJ) Ouro (100,000+)[57]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Premiação Categoria Resultado Ref.
2015 Mnet Asian Music Awards Álbum do Ano Indicado [58]

Honras[editar | editar código-fonte]

Publicação Honra Posição Ref.
Fuse Os 25 Álbuns de Verão Mais Esperados de 2014 [59]
Os 35 Álbuns de Outono Mais Esperados de 2015 [60]
Billboard 10 Melhores Álbuns de K-Pop de 2016 6 [1]
KKBox Top 10 Álbuns Coreanos de 2016 8 [61]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

Região Data Formato Gravadora
Mundo 12 de dezembro de 2016 Download digital YG Entertainment
 Coreia do Sul 23 de dezembro de 2016 (edição limitada) CD, download digital
5 de janeiro de 2017 (edição regular)
 Japão 15 de fevereiro de 2017 YGEX, Avex Trax

Referências

  1. a b c d «10 Best K-Pop Albums of 2016: Critic's Picks». Billboard. 22 de dezembro de 2016. Consultado em 22 de dezembro de 2016 
  2. «BIGBANG Revealed to be the Next YG Comeback» (em inglês). Soompi. 31 de março de 2015. Consultado em 18 de março de 2016 
  3. «Big Bang Unveils Plan of ′Made′ Series for Upcoming Album» (em inglês). mwave. 24 de abril de 2015. Consultado em 18 de março de 2016 
  4. «BIGBANG – MADE SERIES [M]». YGLife. 25 de abril de 2015. Consultado em 18 de março de 2016 
  5. «BIGBANG Teases First June Release with Poster for "BANG BANG BANG"» (em inglês). Soompi. 26 de maio de 2015. Consultado em 18 de março de 2016 
  6. «Big Bang say 'We Like 2 Party' in their next poster for second monthly comeback project!». Allkpop. 27 de maio de 2015 
  7. «BIGBANG – MADE SERIES [D] 'IF YOU'». YG Life. 27 de junho de 2015. Consultado em 18 de março de 2016 
  8. «BIGBANG – MADE SERIES D '맨정신'». YG LIFE. 28 de junho de 2015. Consultado em 18 de março de 2016 
  9. «BIGBANG – MADE SERIES [E] '쩔어(ZUTTER)'». YG Life. 24 de julho de 2015. Consultado em 18 de março de 2016 
  10. «빅뱅, 8월 두 번째 신곡 제목 '우리 사랑하지 말아요' 공개». YG Life. 30 de julho de 2015. Consultado em 18 de março de 2016 
  11. «BIGBANG postpones 'MADE' Album Release Date; Boy Band Working on Next Album?» (em inglês). IBTimes. 19 de agosto de 2015. Consultado em 18 de março de 2016 
  12. «BIGBANG - MADE FULL ALBUM TEASER». YG Family Twitter. Consultado em 22 de novembro de 2016 
  13. «"Comeback D-6" BIGBANG… The title track is "FXXK IT"». YG Life. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  14. «"D-5" BIGBANG, the second title track is "Last Dance"… "R&B Slow Music"». YG Life. 7 de dezembro de 2015. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  15. «BIGBANG – MADE THE FULL ALBUM 'GIRLFRIEND'». YG Life. 8 de dezembro de 2016. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  16. a b c Gwendolyn Ng. «Review: MADE - Big Bang». The Straits Times. Consultado em 14 de fevereiro de 2017 
  17. Yeung, Neil Z. «Big Bang - MADE». AllMusic. Consultado em 19 de fevereiro de 2017 
  18. Jeff Benjamin; Jessica Oak. «THE 20 BEST K-POP SONGS OF 2015». Billboard. Consultado em 22 de março de 2017 
  19. Julianne Escobedo Shepherd (6 de maio de 2015). «K-Pop Boy Band BIGBANG's Vid for 'Bang Bang Bang' Is Actually Explosive». The Muse. Consultado em 20 de fevereiro de 2017 
  20. Jeff Benjamin (1 de julho de 2015). «BIGBANG Turn Into Pop-Punk Stars on New Single "Sober"». fuse. Consultado em 22 de março de 2017 
  21. a b «Review: Big Bang's new releases are disturbing, emotional». Inquirer.net. Philippine Daily Inquirer. Consultado em 22 de março de 2017 
  22. a b c d Chin, Chester (31 de janeiro de 2017). «Review: MADE by BigBang». The Star 
  23. «"Comeback D-4" BIGBANG, Titles of all three new songs unveiled». YG Life. 8 de dezembro de 2016. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  24. «[Chart IS] BIGBANG is sweeping music charts in and out of the country… No.1 in iTunes chart of 16 countries + all new songs ranked in high places». YG Life. 13 de dezembro de 2016. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  25. «BIGBANG Appearing on Infinite Challenge, Radio Star; BIGBANG 10 Concert T.O.P's Last Performance Before Enlistment». CSN. 2 de dezembro de 2016. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  26. «[Exclusive] BIGBANG will perform in "SBS GAYO-DAEJEON'… Expected to unveil the performance of new songs». YG Life. 5 de dezembro de 2016. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  27. «BIGBANG – MADE: Album Review». IZM (em coreano). Consultado em 14 de fevereiro de 2017 
  28. Benjamin, Jeff (12 de dezembro de 2016). «BIGBANG FINALLY RELEASE 'MADE' ALBUM WITH CAREER-EXEMPLIFYING 'FXXK IT' AND 'LAST DANCE' VIDEOS». fuse. Consultado em 16 de dezembro de 2016 
  29. «一起度過溫暖又悅耳的12月!本週韓語嚴選». Japan KKBox. Consultado em 12 de fevereiro de 2017 
  30. «BigBang《M》(5.1)数字专辑 QQ音乐独家首发 - QQ音乐». QQ music. y.qq.com. 1 de maio de 2015. Consultado em 7 de julho de 2015 
  31. «BIGBANG Occupy Top Two Slots on World Digital Songs Chart». Billboard. 8 de maio de 2015. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  32. «QQ音乐数字专辑--MADE SERIES 《D》». QQ music. y.qq.com. 30 de junho de 2015. Consultado em 10 de julho de 2015 
  33. «酷狗单曲畅销榜» (em chinês). KuGou. 3 de janeiro de 2016. Consultado em 3 de janeiro de 2016 
  34. «2015년 34주차 Album Chart». Gaon Chart. 20 de agosto de 2015. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  35. «QQ音乐数字专辑--MADE SERIES 《E》». QQ music. 1 de agosto de 2015. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  36. «BIGBANG Tie PSY for Most No. 1s on World Digital Songs Chart». Billboard. 11 de agosto de 2015. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  37. «QQ音乐数字专辑--MADE SERIES 《E》». QQ music. y.qq.com. 1 de agosto de 2015. Consultado em 9 de outubro de 2015 
  38. «BIGBANG 大礼包 - 腾讯视频». QQ Music. QQ Music. Consultado em 11 de dezembro de 2015 
  39. «BIGBANG Sweeps China by Becoming No.1 on Four QQ Music Charts». Yg Life. 14 de dezembro de 2016. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  40. «BIGBANG MADE THE FULL ALBUM: PRE-ORDER». China QQ Music. 13 de dezembro de 2016 
  41. a b c Benjamin, Jeff (19 de dezembro de 2016). «BIGBANG's 'Made' Album Enters Billboard 200, K-Pop Group's 2nd Entry». Billboard. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  42. «[안내] 12월 23일 BIGBANG MADE THE FULL ALBUM 발매 안내!». YG Entertainment. 9 de dezembro de 2016. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  43. «2016 Gaon Album Chart - Week 52». Gaon. 29 de dezembro de 2016. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  44. «2016 Album Chart - December». Gaon Chart. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  45. a b «2017 Gaon Album Chart - Week 01». Gaon. 11 de janeiro de 2017. Consultado em 11 de janeiro de 2017 
  46. a b «Made Full Album (Edição Coreana)». Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  47. «【オリコン】BIGBANG、4作目のアルバム首位». Oricon News. Consultado em 21 de fevereiro de 2017 
  48. «2017 Oricon Album Chart (February Week 2) (Edição Japonesa)». Oricon Chart. Consultado em 21 de fevereiro de 2017 
  49. «2017년 01월 Album Chart». Gaon Chart. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  50. «2016년 Album Chart». Gaon Chart. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  51. «Billboard World Albums». Billboard. 31 de dezembro de 2016. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  52. «Japan Top Albums Sales - Made». Billboard Japan. Consultado em 22 de fevereiro de 2017 
  53. «Japan Hot Albums - Made». Billboard Japan. Consultado em 22 de fevereiro de 2017 
  54. «Oricon Digital Chart». Oricon Chart. 21 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 21 de dezembro de 2016 
  55. «Official Album Downloads Chart Top 100». OCC. 16 de dezembro de 2016. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  56. «G-Music - Made». G-Music. Cópia arquivada em 15 de janeiro de 2017 
  57. «Japan sales certification in March, 2017» (em japonês). Recording Industry Association of Japan. 10 de março de 2017. Consultado em 19 de abril de 2017 
  58. «MAMA Nominees». mwave. Consultado em 14 de maio de 2016. Arquivado do original em 29 de outubro de 2016 
  59. «25 Most Anticipated 2014 Summer Albums». Fuse. 12 de maio de 2014. Consultado em 15 de julho de 2015 
  60. «35 Most Anticipated 2015 Fall Albums». Fuse. 26 de agosto de 2015. Consultado em 12 de setembro de 2015 
  61. «2016 韓語年度榜單». Japan KKBox. Consultado em 12 de fevereiro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]