Madrox

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Homem Múltiplo


Dados da publicação
Publicado por Marvel Comics
Primeira aparição Giant Size Fantastic Four #4 (Fevereiro de 1975)
Criado por Len Wein
Chris Claremont
John Buscema
Nome completo James Arthur "Jamie" Madrox
Espécie Humano Mutante
Afiliações X-Factor investigações
X-Men da Ílha Muir
X-Factor
Tropa X
Corporação X
S.H.I.E.L.D
Ocupação Detetive particular
Codinomes conhecidos Madrox, Múltiplo
Habilidades Duplicação;

Força Sobre-humana; Resistência Sobre-humana; Empatia; Artista Marcial;

Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Homem-Múltiplo, é um personagem das HQs do universo Marvel.

História[editar | editar código-fonte]

Ele surgiu como membro da equipe adolescente Novos Mutantes. Posteriormente se afiliou ao X-Factor, até que o Vírus Legado aparentemente o "matou". Desaparecido por meses, quando ele retornou foi revelado que uma de suas cópias é que havia morrido. O choque de sentir a morte de uma de suas cópias o fez perder temporariamente a memória. Sequestrado por agentes do governo, a mando de Bastion, ele começou a sofrer lavagem cerebral, de modo que "virasse um agente que valesse por muitos". Libertado por Destrutor quando este estava organizando sua Irmandade de Mutantes, ele recusou o convite e procurou o X-Factor, encontrando o grupo bastante mudado, quase um fantoche do governo. Foi sua volta que fez com que Forge tomasse a decisão de simular toda a morte do grupo, que passou a agir na clandestinidade.

Madrox ainda estava vivo, e sem ter certeza sobre o que fazer de sua vida enviou duplicatas para vários cantos do mundo, com o objetivo de que cada uma aprendesse um determinado ofício.

A mini-série Madrox mostra o Homem-Múltiplo algum tempo depois de ter tomado essa decisão. Já tendo reabsorvido várias dessas cópias, e portanto seus conhecimentos, ele decide se tornar detetive particular. Madrox a partir da mini-série tornou-se mais poderoso, sendo agora até capaz de absorver suas duplicatas sem tocá-las (graças aos conhecimentos absorvidos de uma duplicata que se tornou monge budista) e tendo conhecimentos gerais sobre uma vasta gama de assuntos. Por outro lado também adquiriu problemas novos, como o fato de suas duplicatas demonstrarem personalidades cada vez mais excêntricas e incontroláveis. A mini-série foi escrita por Peter David num clima de filme noir (gênero de que o autor é fã) e parte de sua ação se passa na Cidade Mutante - um bairro novaiorquino habitado por uma maioria de mutantes e que já havia sido mostrada na série District X estrelada por Bishop. Co-estrelam a revista os ex-parceiros de Madrox no X-Factor, Rhane Sinclair e Guido Carossella.

Madrox deu origem a uma série regular chamada X-Factor Investigations, que conta com o mesmo elenco e também é escrita por Peter David.

Poderes e Habilidades[editar | editar código-fonte]

Homem-Múltiplo pode gerar cópias ilimitadas de si mesmo, ele se autoduplica quando ocorre algo que o assusta ou causa surpresa. Ele tem uma Habilidade chamada Empatia, que serve para mante-lo conectado a suas cópias. Fisicamente ele e suas cópias são muito fortes e resistentes.

Em Outras Mídeas[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Homem Múltiplo/Jamie Madrox aparece apenas em X-Men: O Confronto Final onde é interpretado por Eric Dane. No filme ele era um prisioneiro até que Magneto (Ian McKellen) chega para resgatar Mística (Rebecca Romijn) e ele recruta para sua irmandade Jamie e Cain Marko/Fanático (Vinnie Jones). Jamie é capturado ao despistar o governo sobre a localização de Magneto.

Animações[editar | editar código-fonte]

Ele aparece a partir da 2° Temporada de X-Men: Evolution, onde é um dos Novos Recrutas dos X-Mens junto a Homem de Gelo, Lupina e outros. Jamie é um garoto mutante de 12 anos (o mais novo da equipe), sempre os mais velhos o excluem das atividades, por seu jeito atrapalhado.