Mafalda Arnauth

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde agosto de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mafalda Arnauth
Informação geral
Nome completo Teresa Mafalda Nunes Arnauth de Figueiredo
Nascimento 4 de outubro de 1974 (44 anos)
Origem Pt-lsb1.png Lisboa
País Flag of Portugal.svg Portugal
Gênero(s) Fado
Página oficial mafaldaarnauth.com/

Teresa Mafalda Nunes Arnauth de Figueiredo[1] (Lisboa, 4 de Outubro de 1974) é uma fadista portuguesa. É um dos nomes incontornáveis do “Novo Fado”. A sua carreira tem início em 1995, ao aceitar o convite de João Braga para participar num concerto seu no Teatro de São Luís em Lisboa.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascida em Lisboa e formada em Medicina Veterinária pela Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Lisboa, Mafalda Arnauth nunca exerceu o curso em que se formou, pois optou por uma carreira artística.

O seu primeiro álbum, homónimo, “Mafalda Arnauth” (1999), foi aclamado pela crítica e distinguido com o Prémio Revelação pelo Jornal Blitz. Este sucesso repete-se no seus trabalhos seguintes, “Esta Voz que me Atravessa” (2001), “Encantamento” (2003) e “Diário” (2005), ambos saudados pela crítica e fãs e onde Mafalda ganha progressivamente relevo como autora e compositora.

Com “Flor de Fado” (2008) a fadista aumenta a projeção internacional e em 2009 participa no projeto de homenagem a José Carlos Ary dos Santos, “Rua da Saudade”, uma das suas principais referências. Em “Fadas” (2010), o seu sexto álbum, Mafalda presta homenagem às fadistas que mais influenciam a sua carreira e redescobre o prazer de cantar temas populares e tradicionais e levá-los a diferentes palcos.

Em 2013 Mafalda lançou o novo disco, Terra de Luz. O disco inclui um dueto com Hélder Moutinho e uma versão de uma música dos Heróis do Mar. “Partiu de Madrugada", com autoria de Nuno Figueiredo, é o single de apresentação do CD, cujo lançamento foi no dia 21 de Outubro de 2013.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

  • Mafalda Arnauth (1999)
  • Esta voz que me atravessa (2001)
  • Encantamento (2003)
  • Talvez se Chame Saudade – Best Of (2005)
  • Diário (2005)
  • Flor de Fado (2008)
  • Fadas (2010)
  • Terra de Luz (2013)

Outros[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Cópia arquivada» (PDF). Consultado em 19 de abril de 2015. Arquivado do original (PDF) em 24 de dezembro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]