Magma (livro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Magma
Autor(es) Guimarães Rosa
Idioma português
País  Brasil
Género poesias
Ilustrador Poty Lazzarotto
Arte de capa Poty Lazzarotto
Editora São Paulo: Editora Nova Fronteira
Lançamento 1997 (póstumo)
Páginas 146
ISBN 8520908438

Magma é um livro de poesia de Guimarães Rosa, publicado postumamente pela Editora Nova Fronteira. Apesar de ter ganho, em 1936, o Prêmio da Academia Brasileira de Letras, o livro sempre foi considerado uma obra menor pelo autor de Grande sertão: veredas. Durante sua vida, Guimarães Rosa não demonstrou qualquer interesse em publicá-lo, chegando a dizer em entrevista: "[...]escrevi um livro não muito pequeno de poemas, que até foi elogiado. [Depois] passaram-se quase dez anos, até eu poder me dedicar novamente à literatura. E revisando meus exercícios líricos, não os achei totalmente maus, mas tampouco muito convincentes". Só muitos anos após a morte de seu autor, em 1997, é que Magma veio a público[1].

Histórico[editar | editar código-fonte]

O livro “Magma” foi ganhador do concurso literário criado pela Academia Brasileira de Letras, com o autor assinado sob o pseudônimo “Viator”. Considerado pelo próprio Guimarães um “livro menor”, foi publicado apenas 61 anos depois, pela Editora Nova Fronteira[2][3].

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

Bibliografia básica[editar | editar código-fonte]

  • LEONEL, Maria Celia. Guimarães Rosa- Magma e Genese da Obra. Unesp. 285p.