Magnetorecepção

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Magnetorecepção (ou magnetocepção) é a capacidade de detectar um campo magnético para perceber direção, altitude ou localização. Desempenha um papel na capacidade de navegação e orientação de várias espécies animais e tem sido postulada como um método dos animais desenvolverem mapas regionais.

Magnetorecepção é mais comumente observado em aves, onde sensores de campo magnético da Terra são importantes para a capacidade de navegação durante a migração. Também tem sido observado em muitos outros animais incluindo moscas, abelhas, bactérias magnetotáticas[1], fungos, lagostas, tubarões, arraias e tartarugas.[2]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Bússolas vivas, Revista Pesquisa FAPESP Online, julho, 2007
  2. Wolfgang Wiltschko, Roswitha Wiltschko (August 2008). «Magnetic orientation and magnetoreception in birds and other animals»: 675–93. PMID 15886990  Verifique data em: |date= (ajuda)
Ícone de esboço Este artigo sobre Ciência (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.