Mahlon Hamilton

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mahlon Hamilton
Foto publicitária de Mahlon Hamilton (c. 1910)
Nome completo Mahlon Preston Hamilton
Nascimento 15 de junho de 1880
Baltimore, Maryland, EUA
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Morte 20 de junho de 1960 (80 anos)
Woodland Hills, Los Angeles, Califórnia, EUA
Ocupação Ator
Atividade 1908-1950
Cônjuge Sara L. Leary (1902 - ?) (1 filho)
Aleta Farnum (1918-1925)
IMDb: (inglês)

Mahlon Preston Hamilton Jr. (Baltimore, 15 de junho de 1880 - Los Angeles, 20 de junho de 1960) foi um ator de teatro e de cinema estadunidense que iniciou sua carreira no teatro em 1908, e no cinema, na era do cinema mudo, em 1914. Alcançou a era sonora cinematográfica, atuando num total de 102 filmes entre 1914 e 1950.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Cartaz do filme Exile, de 1917, ao lado de Olga Petrova

Mahlon foi filho de um empregado de bar, e nasceu em Baltimore, Maryland [2][3] o mais velho dos filhos, tendo três irmãs. O censo relata que sua mãe morreu por volta de 1899[4] Hamilton serviu na Maryland National Guard[5] e frequentou o Maryland Agricultural College (atualmente University of Maryland, College Park) [6] depois começando a atuar.

Hamilton atuou na Broadway entre 1908 e 1914, em peças tais como The Great Question,[7] Israel,[8] When Claudia Smiles[9] The Chaperon[10] e Overnight.[11]

Iniciando na carreria cinematográfica durante a era do cinema mudo, Hamilton atuou em 102 filmes entre 1914 e 1950. Seu primeiro filme foi Three Weeks, em 1914, no papel de Paul Verdayne. Atuou ao lado de atrizes importantes tais como Olga Petrova, Louise Glaum Greta Garbo e Marion Davies. Um dos seus mais famosos papéis foi o guardião de Mary Pickford em "Daddy Long Legs" (1919). Outros filmes conhecidos foram "The Final Judgement" (1915), "The Hidden Hand" (1917), "In Old Kentucky" (1919), "The Deadlier Sex" (1920), "Peg o' My Heart" (1923), "Playthings of Desire" (1924), "Her Indiscretion" (1927), "Anna Karenina" (1935), "San Francisco" (1936), "Madame X" (1937) e "State of the Union" (1948). Seu último filme foi Dial 1119, em 1950.

Vida pessoal e morte[editar | editar código-fonte]

Foi casado duas vezes, a primeira com Sara L. Leary, em 2 de março de 1902, com quem teve um filho, Mahlon Preston Hamilton (1904-1987). O segundo casamento foi com Alita Bratton Farnum, de 1918 a 1925, de quem se divorciou.

Mahlon Preston Hamilton morreu em Woodland Hills, Los Angeles, Califórnia, de câncer,[12][13] e foi sepultado no Valhalla Memorial Park Cemetery.[14]

Filmografia parcial[editar | editar código-fonte]

Mahlon Hamilton e Mary Pickford em Daddy-Long-Legs (1919)
Hamilton e Louise Glaum em Greater Than Love
Hamilton e Louise Glaum em I Am Guilty (1921)
Hamilton em uma cena do filme Half a Chance, de 1920.

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Mahlon Hamilton