Malásia (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Malásia
Álbum de estúdio de Djavan
Lançamento 1996
Gravação de maio a agosto de 1996
Gênero(s) MPB/Bossa Nova/Jazz
Idioma(s) Português
Formato(s) CD
Gravadora(s) Sony Music/Epic/Luanda Records
Produção Djavan
Cronologia de Djavan
''Novena
(1994)
Songbook: Djavan
(1997)

Malásia é o décimo-segundo álbum do cantor e compositor brasileiro Djavan lançado em 1996.

O disco abre com a canção "Que Foi My Love?", um jazz acelerado que se encerra em forma de blues; "Seca", que fala sobre a seca do sertão nordestino; "Nem Um Dia", maior hit do álbum nas rádios FM ao entrar para a trilha sonora da telenovela Por Amor em 1997; "Não Deu", onde Djavan como compositor incorpora a alma feminina para compor a canção; "Deixa o Sol Sair", que tem como base o samba carioca; "Tenha Calma", que já havia sido composta há mais de uma década, e interpretada por Maria Bethânia, assim como "Não Deu", outra com um eu-lírico feminino. As três últimas canções são regravações ou versões de outras canções: "Coração Leviano" é uma regravação de um sucesso do sambista Paulinho da Viola; "Sorri (Smile)" é uma regravação da canção "Smile" de Charles Chaplin; e "Correnteza" é uma regravação de uma canção de Tom Jobim, com parceira com Luiz Bonfá.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. Que foi my love? (Djavan)
  2. Seca (Djavan)
  3. Nem um dia... (Djavan)
  4. Não Deu... (Djavan)
  5. Deixa o sol sair (Djavan)
  6. Tenha calma (Djavan)
  7. Irmã de Neon (Djavan)
  8. Cordilheira (Djavan)
  9. Malásia (Djavan)
  10. Coração Leviano (Paulinho da Viola)
  11. Sorri (Smile) (Charles Chaplin/Geoffrey Parsons/John Turner/Versão: João de Barro)
  12. Correnteza (Tom Jobim/Luiz Bonfá)

Créditos[editar | editar código-fonte]

Gravado no estúdio Impressão Digital (RJ) de maio a agosto de 1996
  • Assistentes de Estúdio: Marco Hoffer, Marcelo Hoffer (load), Marcos Vicente
  • Assistente de Produção Musical: Paulo Calasans
  • Assistente Técnico: Geraldo Tavares
  • Capa e Coordenação Gráfica: Carlos Nunes
  • Fotos: Milton Montenegro
  • Engenheiros de Gravação: Márcio Gama, Enrico de Paoli
  • Engenheiros de Mixagem: Enrico de Paoli
  • Masterização: Ricardo Garcia
  • Produção e Arranjos: Djavan
  • Produção Executiva: Mara Rabello
Músicos

Citação[editar | editar código-fonte]

"Fiz o disco com muito prazer, animado principalmente por poder escrever os arranjos de cordas e percussão".
Djavan; depoimento sobre o disco
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Djavan é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.