Malcolmia littorea

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma infocaixa de taxonomiaMalcolmia littorea
Malcolmia littorea 3 (Espagne).jpg

Classificação científica
Reino: Plantae
Clado: angiospérmicas
Clado: eudicotiledóneas
Ordem: Capparales
Família: Brassicaceae
Género: Malcolmia
Espécie: M. littorea
Nome binomial
Malcolmia littorea
(L.) R.Br.

Malcolmia littorea é uma espécie de planta com flor pertencente à família Brassicaceae.

Os seus nomes comuns são goivinho-da-praia ou goivo-da-praia.[1]


Descrição[editar | editar código-fonte]

A seguir apresenta-se a descrição dada por António Xavier Pereira Coutinho na sua obra Flora de Portugal (Plantas Vasculares): Disposta em Chaves Dicotómicas (1.ª ed. Lisboa: Aillaud, 1913):[2]

Planta vivaz, de 2-4 dm., vestida de tomento estrelado branco, denso; folhas linear-oblongas ou linear-espatuladas, obtusas, inteiras ou subinteiras. Planta vivaz, herbácea. Janeiro-Outubro. Areias marítimas: do Minho ao Algarve (frequente).

Portugal[editar | editar código-fonte]

Trata-se de uma espécie presente no território português, nomeadamente em Portugal Continental.[3][4][5]

Em termos de naturalidade é nativa da região atrás indicada.

Protecção[editar | editar código-fonte]

Não se encontra protegida por legislação portuguesa ou da Comunidade Europeia.

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

A autoridade científica da espécie é (L.) R.Br., tendo sido publicada em Hort. Kew. ed. 2 4: 121, no ano de 1812.[6]

Citologia[editar | editar código-fonte]

O número de cromossomas de Malcolmia maritima (Fam. Cruciferae) e táxones infraespecíficos é n=8; 2n=16[7]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Malcolmia: nome genérico outorgado em honra de William Malcolm († 1798), jardineiro e viverista em Kennington (Inglaterra) ou, porventura, seu sobrinho William Malcolm (1769?-1835), director do viveiro de Kensington Gardens (Inglaterra).[8]

litttorea: epíteto em latim que significa "no litoral, próximo do mar".[9]

Sinonímia[editar | editar código-fonte]

Os sinónimos aceites desta espécie são:[10]

  • Cheiranthus littoreus L.
  • Cheiranthus nodosus Lam.
  • Cheiranthus trilobus L.
  • Malcolmia alyssoides DC.
  • Malcolmia multicaulis Pomel
  • Maresia littorea (L.) F. Dvořák
  • Wilckia littorea (L.) Druce

Referências

  1. Malcolmia littorea - Flora Digital de Portugal. jb.utad.pt/flora.
  2. Flora de Portugal (Plantas Vasculares): Disposta em Chaves Dicotómicas (1.ª ed. Lisboa: Aillaud, 1913)
  3. Atlas Florae Europaeae 10 1994.
  4. Flora Iberica. Plantas vasculares de la Península Ibérica e Islas Baleares. 4 1993.
  5. Tutin, T. G., Heywood, V. H., Burges, N. A., Valentine, D. H., Walters, S. M. & Webb, D. A. - Flora europaea 1-5 Cambridge University Press Cambridge 1964-1980.
  6. Tropicos.org. Missouri Botanical Garden. 26 de dezembro de 2013 <http://www.tropicos.org/Name/100358735>
  7. Contribuiçao para o conhecimento cariológico das halófitas e psamófitas litorais. 142-162. Coimbra. Mesquita Rodrigues, J. E. (1953)
  8. em Flora Vascular
  9. Em Epítetos Botánicos
  10. {{subst:PAGENAME}} em PlantList

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre plantas é um esboço relacionado ao Projeto Plantas. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.