Maldição

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 Nota: Para outros significados, veja Maldição (desambiguação).
Mulher (supostamente uma sacerdotiza/feiticeira/bruxa) realizando um ritual de criação de maldição (Hokusai)

Uma maldição (também chamada de imprecação, execração, anátema ou cominação expresso, danação) é qualquer desejo de que alguma forma de adversidade ou infortúnio aconteça ou se apegue a uma ou mais pessoas, um lugar ou um objeto.[1]

Em particular "maldição" pode se referir a tal desejo ou pronunciamento realizado por um poder sobrenatural ou espiritual, como um deus ou deuses, um espírito ou uma força natural, ou então como uma espécie de feitiço por magia (geralmente magia negra) ou feitiçaria.

No último sentido uma maldição também pode ser chamada de hexágono ou azaração. Em muitos sistemas de crenças a própria maldição (ou o ritual que a acompanha) é considerada como tendo alguma força causadora no resultado.

Reverter ou eliminar uma maldição às vezes é chamado de "remoção" ou "quebra", pois o feitiço precisa ser dissipado e muitas vezes requer rituais elaborados ou orações.[2]

Existem vários tipos de maldição entre elas existem a maldição mandada e a maldição hereditária.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre esoterismo ou ocultismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


  1. S.A, Priberam Informática. «maldição». Dicionário Priberam. Consultado em 12 de outubro de 2022 
  2. Chauran, Alexandra (2013). Have you been hexed? : recognizing and breaking curses (em inglês) First edition ed. Woodbury, Minnesota: [s.n.] OCLC 813949377