Malhação (14.ª temporada)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Malhação 2007)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Malhação
Logotipo usado de 9 de abril a 12 de outubro de 2007.
Informação geral
Formato Série
Duração 25 minutos aproximadamente
Criador(es) Paula Amaral
Izabel de Oliveira
Márcio Wilson
Maria Mariana
Alessandra Poggi
Mariana Mesquita
Charles Peixoto
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Produção
Diretor(es) Leonardo Nogueira
Elenco
Tema de abertura "Lutar Pelo o que É Meu", Charlie Brown Jr.
Tema de encerramento "Lutar Pelo o que É Meu" (instrumental), Charlie Brown Jr.
dentre outras músicas
Exibição
Emissora de televisão original Rede Globo
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 15 de janeiro de 200712 de outubro de 2007
N.º de episódios 193[1]
Cronologia
13.ª temporada
(2006-2007)
15.ª temporada
(2007-2009)

A décima-quarta temporada da série de televisão brasileira Malhação foi produzida e exibida pela Rede Globo entre 15 de janeiro e 12 de outubro de 2007. Foi escrita por Paula Amaral, Izabel de Oliveira e Márcio Wilson,que escreveu a trama com Paula Amaral no período que Izabel de Oliveira era colaboradora da trama Duas Caras (2007), com colaboração de Maria Mariana, Mariana Mesquita, Laura Rissin, Flávia Bessone e Alessandra Poggi, e consultoria de texto de Charles Peixoto, com direção de Roberto Talma, Carlo Milani, Roberto Vaz, Pedro Vasconcelos e Leonardo Nogueira, e núcleo de Ricardo Waddington. Esta temporada é considerada a última a utilizar a técnica cold open, abolida no início da décima-quinta temporada. É uma das temporadas mais curtas da Malhação, sendo encurtada em três meses – originalmente terminaria em 11 de janeiro de 2008, mas acabou saindo do ar em 12 de outubro de 2007 – decorrente da baixa audiência e da rejeição da história por grande parte do público.[1] Está Sendo reexibida pelo Viva desde 26 de setembro de 2018, substituindo a temporada 2006.

Contou com as atuações de Thaila Ayala, Maria Eduarda Machado, Fiorella Mattheis, Rômulo Neto, Gabriel Wainer, Klebber Toledo, Bruno Udovic e Gabriela Gomes.[1] Fernanda de Freitas e Ricardo Tozzi entraram na trama em julho para reforçar o elenco na reta final da temporada, formando triângulos amorosos com duas das protagonistas.[1]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

A trama segue a vida de três jovens amigas, alunas do Múltipla Escolha, de personalidades completamente opostas. A bolsista Cecília (Maria Eduarda Machado) é tímida e trabalha desde os 14 anos como vendedora em uma loja para ajudar seus pais, Naninho (Guilherme Fontes) e Tatá (Bianca Byington), que passam por dificuldades financeiras. Inicialmente ela acredita gostar do amigo de infância, Mateus (Klebber Toledo), judoca popular e que nunca olhou-a como mulher, embora descubra o amor com Eduardo (Gabriel Wainer), a quem ajuda a descobrir seu lado bom, tendo que disputar sua atenção com Francesca (Fernanda de Freitas) após seu acidente – na fase final da trama.

Marcela (Thayla Ayala) sonha ser pediatra e ajudar pessoas carentes, apesar dos planos desagradarem seus pais, Arnaldo (José Rubens Chachá) e Alaíde (Soraya Ravenle), que saíram da pobreza há pouco tempo e se tornaram ricos graças à empreendimentos certeiros, querendo um futuro melhor para a filha. Eles fazem de tudo para ela namorar o milionário Murilo Jaguar (Bruno Uddovic), mas ela acaba mesmo apaixonada pelo garçom André (Rômulo Neto), que estuda com o auxílio de uma bolsa que ganhou como lutador de judô, e trabalha como ajudante de mecânico. O coração de Marcela, no entanto, fica balançada quando ela conhece o advogado Fábio (Ricardo Tozzi) – integrando o elenco na última fase da trama –, que partilha de seus mesmos ideais.

Já Vivian (Fiorella Mattheis) é venenosa e amargurada, embora as amigas vejam seu lado bom e acreditem que ela é assim por ter sido deixada pelos pais. Criada pelos avós, Valério (Antônio Pedro) e Dionísia (Norma Blum), ela tem uma conturbada relação com o irmão, Leandro (Igor Tripoli), um dos melhores judocas do Brasil e a quem ela nunca entendeu porque não é revolto. Durante uma discussão entre os dois, o carro capota com Vivian no volante e mata seu irmão, embora ela arquitete para que todos pensem que era o rapaz quem dirigia para não ir presa, vivendo atormentada pela culpa a partir de então e se tornando cada vez mais perturbada.

No colégio, Adriano (Daniel Boaventura) implementa uma academia de judô e natação, onde treina Roleta (Victor Ferreira), um lutador mediano que veio do interior, com seu atrapalhado amigo Sequela (Ricardo Fogliatto), e se frustra por não conseguir melhorar seu desempenho, além disso, se apaixona por Vivian e é desprezado por ela por ser pobre. Quem vive neste meio também é Bruna Capetini (Gabriela Gomes), uma maria-tatame que usa da sensualidade para sempre estar acompanhada dos vencedores, especialmente Mateus que se torna aos poucos famoso, vendo Cecília como pedra em seu sapato e fazendo de tudo para tirar não só ela do seu caminho, como todas as demais garotas do colégio que ousarem atrapalhar seus planos de popularidade e fama.

Quem se torna a maior rival de Bruna é Priscila (Monique Alfradique), que não aceita perder o posto de garota mais popular do colégio, embora agora esteja mais regenerada de suas antigas maldades, uma vez que seus pais a deixaram no Brasil e se mudaram para a Europa após ela repetir de ano, fazendo a garota ir morar na república próxima do colégio para aprender que não era melhor do que ninguém. Ela acaba vivendo um romance com João (Java Mayan), cheio de humoradas brigas pela personalidade distinta dos dois. Clara (Giselle Batista) e Clarissa (Michelle Batista) são irmãs gêmeas com personalidades opostas. Clarissa é tímida e insegura, o que faz com que tenha poucos amigos, embora seu jeito singular chame a atenção de Siri (Marcos Pitombo), que se apaixona por ela. Já Clara é popular, desinibida e sem caráter, sempre ajudando nas armações de Bruna e sabotando o relacionamento da própria irmã por não aceitar que Siri não tenha se apaixonado por ela como todos os demais garotos.

Além de Rafa (Ícaro Silva), Tuca (Karen Junqueira), Mulambo (Gian Bernini) e Bodão (Bernardo Mendes), na república também chegam Marcinha (Giovanna Ewbank), uma garota do interior de São Paulo que adora fazenda, música sertaneja e carrega o sotaque, mandada para a capital carioca para conseguir passar numa universidade agropecuária pública, e Patrick Delon (Guilherme Fernandes) quer ser famoso, mas não tem talento para nada. No colégio continuam os professores Peixotão (Otto Jr.), Afrânio (Charles Paraventi) e Raquel (Cláudia Ohana), a bibliotecária Aurélia (Karla Nogueira), Rosa (Cidinha Milan) e Dona Vilma (Bia Montez).

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Thaila Ayala Marcela Pereira da Silva / Marcela Persí
Maria Eduarda Machado Cecília Junqueira Albuquerque (Ciça)
Fiorella Mattheis Vivian Pimenta (Vivi)[2]
Rômulo Neto André Dias
Gabriel Wainer Eduardo Andrade (Edu)
Bruno Udovic Murilo Jaguar
Gabriela Gomes Bruna Capettini
Klebber Toledo Mateus Molina
Ricardo Tozzi Fábio Mancini (Fabinho)
Fernanda de Freitas Francesca Vidal (Fran)
Giselle Batista Clara Viana
Michelle Batista Clarissa Viana
Marcos Pitombo Roger Roma (Siri)
Java Mayan João Garcia
Monique Alfradique Priscila Bittencourt
Victor Ferreira Rogério Rosemberg (Roleta)
Ricardo Fogliato Marcos Marques (Sequela)
Ícaro Silva Rafael Monteiro (Rafa)
Karen Junqueira Teresa Maia (Tuca)
Bernardo Mendes Ivan Cardoso (Bodão)
Giovanna Ewbank Márcia de Souza (Marcinha)
Guilherme Fernandes Patrick de Leon
Gian Bernini Wellington Montes (Mulambo)
Fabricio Santiago Cleiton Souza
Daniel Boaventura Adriano Lopes
José Rubens Chachá Arnaldo Pereira da Silva / Arnaldo Persí (Pereirinha)
Soraya Ravenle Alaíde Pereira da Silva / Alaíde Persí (Lalá)
Bianca Byington Talita Albuquerque (Tatá)
Guilherme Fontes Fernando Albuquerque (Naninho)
Norma Blum Dionísia Pimenta
Antônio Pedro Valério Pimenta (Capitão)
Claudia Ohana Raquel Valença
Bia Montez Vilma Ribeiro da Silva
Guilherme Winter Thiago Junqueira
Larissa Bracher Maria Eduarda (Duba)
Charles Paraventi Afrânio
Karla Nogueira Aurélia
Otto Jr. Peixotão
Cidinha Milan Rosa
Jarbas Toledo Investigador Rajão
Evelyn Oliveira Joana Furtado
Joe Wolfart Waldisney
Luiz Américo Caco
João Vítor Silva Claudionor de Oliveira (Goiaba)
Nando Caetano Lucas Gomes (Lukinha)
Tamara Ribeiro Flora Luiza Junqueira Albuquerque (Florinha)
Juliano Lessa Jorge (Jorginho)

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Igor Tripoli Leandro Pimenta
Sílvia Salgado Daisy Lininirro Bergantin
Zé Carlos Machado Joaquim Bergantin
Lucas de Jesus Leonardo Maciel (Léo)
Eliane Costa Maria das Montanhas
Zezeh Barbosa Conceição Maciel
Roberto Frota Gabriel Dias
Karina Mello Cristina Pimenta
Marcos Damigo Luciano Rocha
Elias Gleizer Tarcísio Pereira
Lucio Mauro Delegado Silva
Guilherme Weber Leôncio Gurgel
Cláudio Jaborandy Euzébio
Alexia Dechamps Teresa Gurgel
Geovanna Tominaga Ana Olívia
Rômulo Estrela Edílson
Sylvia Massari Marta Jaguar
Elaine Mickely Dada
Thalita Ribeiro Ângela
Helena Fernandes Scarleth
Bruno Giordano Francesco
Giulio Lopes Delegado
Jaime Leibovitch Demétrio
Marina Rigueira Dilene
César Perez Flavinho
Jonatas Faro Fernando Victor Nunes
Jacqueline Laurence Maria Pia
Turíbio Ruiz Oswaldo
Marco Antônio Pâmio Bernard Higgins
Luciana Fregolente Dra. Regina
Karina Dohme Regininha Chicletinho
João Camargo Macieira
Andréa Peixoto Tânia
Chico Expedito Rosalvo
Raul Franco Apresentador de TV
Samir Murad Bolacha
Beto Vandesteen Bola
Gustavo Ottoni Oficial de Justiça
Giselle Delaia Paloma Giovanni
André Pellegrino Conrado
Remo Trajano Júlio Souto (Júlio Placenta)
André Torres Jorginho
André Falcão Bruce
Rogério Barros Lucca
Alexandre Mandarino Cadu Caiado
Eduardo Gil Breno
Sophie Charlotte Angelina Maciel Rios
Rafael Almeida Gustavo Bergantin (Guga)

Personagens[editar | editar código-fonte]

Marcela Persí[editar | editar código-fonte]

Filha de novos ricos, Marcela foi criada para ser princesa. O pai, Arnaldo, superou as dificuldades da vida e conseguiu trilhar um caminho de sucesso. Por isso, com o apoio de sua esposa Alaíde (Soraya Ravenle), se julga capaz de decidir sempre o que é melhor para a filha.

O namorado da filha é rico, pertence a uma família tradicional e é apaixonado por Marcela. Isso faz de Murilo Jaguar o genro dos sonhos de Arnaldo e Alaíde. Mas o namorado perfeito não resiste a um rabo de saia. E revela esta "virtude" momentos antes da festa de compromisso do casal, quando Marcela o flagra com outra garota e põe um ponto final no relacionamento.

Arrasada com a traição e com a postura dos pais, que são contra o rompimento do namoro, Marcela decide fazer uma viagem a Paris para fugir dos seus problemas. Um pouco antes de embarcar, Murilo aparece pronto para ir com ela. A sua revolta com a atitude do namorado aumenta quando descobre que seus pais estavam por trás desta armação. Decididamente, com o ex-namorado ela não viaja. Chega o momento de a estudante decretar sua independência e mostrar que tem vontade própria: Marcela rasga a passagem e sai para dar uma volta.

Vivian Pimenta[editar | editar código-fonte]

Vivian vive o terceiro drama daquela mesma noite. A jovem criada pelos seus avós, Dionísia (Norma Blum) e Capitão Valério (Antônio Pedro), se cansou de viver à sombra de seu irmão gêmeo, Leandro (Igor Trípoli), um ídolo dos tatames, e busca brilhar. Ambiciosa, a estudante conta com a sua beleza e ousadia para investir na carreira de modelo.

Todos os meses, Vivian desvia o dinheiro da prestação do apartamento dos avós para pagar um curso de modelo fora do país. Naquela noite, encontra deserto o escritório da agência de modelos e descobre que foi vítima de um golpe. Para piorar, volta para casa e vê uma carta que ameaça a família de despejo, caso não pague as prestações vencidas. Transtornada e sem coragem de dar a notícia aos seus avós, a quem engana há meses, ela sai.

Cecília Albuquerque[editar | editar código-fonte]

O que Marcela não imagina é que Cecília também está com sérios problemas. A estudante é o ponto de equilíbrio de um lar marcado pela inconstância do estilo de vida desordenado de seus pais, Naninho (Guilherme Fontes) e Tatá (Bianca Byington). Para ajudar no sustento de casa, é vendedora de uma loja. Em um dia normal de trabalho, ela é demitida por derramar um copo de açaí no vestido mais caro da loja.

Sem emprego, Ciça, como é chamada pelas amigas, volta para casa arrasada e encontra uma típica situação da família Albuquerque: seu pai pediu um novo empréstimo no banco e comprou uma moderna câmera digital, pois decidiu que agora vai ser cineasta. A filha mais velha, sempre foi a mais responsável da casa, não acredita no pesadelo que está vivendo e, em meio ao caos, conta sobre sua demissão. Revoltada, sai batendo a porta.

Reprise[editar | editar código-fonte]

Está Sendo reexibida pelo Canal Viva desde 26 de setembro de 2018, substituindo a 13.ª temporada. Por algum motivo desconhecido, o canal errou a data de estreia (exibindo, inclusive, chamadas da trama programada para 24 de setembro).

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Nacional[editar | editar código-fonte]

Malhação - Nacional 2007
Trilha sonora de Vários artistas
Gênero(s) Trilha Sonora
Idioma(s) Português
Formato(s) CD
Gravadora(s) Som Livre
N.º TítuloMúsicaPersonagem Duração
1. "That's What I Got (Deeplick Hip Hop Mix)"  Marcelo D2 / Part. Esp.: Chali Tuna e Cut Chemist  03:22
2. "Já Foi"  Jota Quest  04:23
3. "Sempre Igual"  MoptopRoleta 02:34
4. "Bang-Bang (Desculpa de Cafajeste)"  DIBOBVivian e Roleta 02:37
5. "Indecisão"  Seu Cuca  03:30
6. "Lama"  LuxúriaAndré e Marcela 04:44
7. "Mil Acasos"  SkankAndré 03:10
8. "Ninguém Merece"  Lulu Santos  03:55
9. "Pequeno Grande Amor"  Papas da LínguaCecília e Eduardo 03:32
10. "Tatuagem"  Marjorie EstianoMarcela 03:24
11. "Deixa o Verão"  Mariana AydarCecília 05:46
12. "Mundo Jovem"  Negra LiGeral 03:31
13. "As Canções Que Eu Fiz"  Jammil  03:13
14. "Quando Se Quer Alguém"  Stereo Moog  04:08
15. "Oitenta"  Academia Circense  04:28
16. "Vaidade"  Rajar  04:04

O Melhor de Malhação Internacional[editar | editar código-fonte]

O Melhor de Malhação Internacional
Trilha sonora de Vários artistas
Lançamento 2007
Gênero(s) Pop
Rock
Soul
Idioma(s) Português
Formato(s) CD
Cronologia de Vários artistas
Malhação Nacional 2007
(2007)

Capa: Todos os logotipos (de 1995 a 2007).

  1. Come back to me - Vanessa Hudgens
  2. Crazy in love - Beyoncé & Jay-Z
  3. Shut up - Black Eyed Peas
  4. Got What You Need - Eve & Drag-on
  5. Mesmerize - Ja Rule - Ashanti
  6. Girlfriend (Remix) - B2K
  7. Sk8er Boi - Avril Lavigne
  8. Since u been gone - Kelly Clarkson
  9. Behind blue eyes - Limp Bizkit
  10. She will be loved - Maroon 5
  11. All the things she said - T.A.T.U.
  12. All the small things - Blink-182
  13. Satisfaction - Benny Benassi
  14. Just a bit of chaos - SMS & REHB

}}

  • O cd misturava as músicas da temporada 2007 e da 2008.

Trilha Sonora de Malhação Internacional 2007 I[editar | editar código-fonte]

Capa: O logotipo da série

  1. In The Colors - Ben Harper And The Innocent Criminals
  2. Take A Chance - The Magic Numbers
  3. Hold On - KT Tunstall
  4. Nothing But A Song - Tiago Iorc
  5. Waiting On The World To Change - John Mayer
  6. Class A - Pete Murray
  7. Ordinary Day - Dolores O'Riordan
  8. Without You - Silicon Fly
  9. These Arms - Donovan Frankenreiter
  10. Talk About It - Eman

Trilha sonora de Malhação Internacional 2007 II[editar | editar código-fonte]

Capa: O logotipo da série

  1. Who Knew - Pink (Tema de Marcela e André)
  2. Beautiful Place - Good Charlotte
  3. Light Up The Sky - Yellowcard
  4. Little Sister - Mariano San Roman
  5. Closer - Travis
  6. Butterfly - Heath Brandon
  7. Graffiti - Inmigrantes
  8. It's Not Over - Daughtry (Tema de André e Marcela)
  9. Fans - Kings of Leon
  10. Losing - Zach Ashton
  11. Banks of The Deep End - Gov't Mule

Referências

  1. a b c d e «Malhação 2007». Teledramaturgia.com.br. Consultado em 1º de março de 2016. Cópia arquivada em 1 de março de 2016 
  2. «A ex-apresentadora Fiorella Mattheis estréia como atriz em "Malhação"». UOL. 22 de janeiro de 2007. Consultado em 12 de agosto de 2015