Maly Trostenets

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A placa diz: "Aqui, perto da vila de Trastsianets, invasores nazistas atiraram, torturaram e queimaram mais de 201.500 civis, guerrilheiros e prisioneiros de guerra do Exército Soviético." A quantidade de mortes é controversa.
Localização de Maly Trostinets.

O Maly Trostinets ou Campo de extermínio de Trostinets,[1][2] foi um campo de extermínio nazista localizado perto da vila de Maly Trostinets nos arredores de Minsk na Reichskommissariat Ostland durante a Segunda Guerra Mundial. Foi operado de julho de 1942 a outubro de 1943, quando os últimos judeus de Minsk foram assassinados e enterrados no local.[1][2] O campo foi libertado pelo Exército Soviético em 7 de junho de 1944. Estimativas da quantidade de pessoas mortas varia de quarenta mil a duzentos mil . Yad Vashem estima em 65 mil o número de judeus mortos.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Dr. Leonid Smilovitsky (verão–inverno de 1999). «Ilya Ehrenburg on the Holocaust in Belarus: Unknown Testimony». Vol. 29, No. 1–2. East European Jewish Affairs. pp. 61–74. Consultado em 1 de setembro de 2013. Ilya Ehrenburg's Black Book cites the official data that in all, 206,500 people were murdered at Trostenets, of whom 150,000 were killed at the Blagovshchina Forest between September 1941 and October 1943, and another 50,000 at the Shashkovka Forest between October 1943 and June 1944.  Verifique data em: |data= (ajuda)
  2. a b c Yad Vashem (2013). «Maly Trostinets» (PDF file, direct download 19.5 KB). Shoah Resource Center, The International School for Holocaust Studies. Consultado em 1 de setembro de 2013