Mamborê

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Mamborê
[[Ficheiro:
visao de mambore
|280px|none|centro|]]
[[Ficheiro:
BandeiraMAMBORE
|125px|none|border|Bandeira de Mamborê]]
Brasão desconhecido
Bandeira Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 10 de setembro
Fundação 28 de julho de 1960
Gentílico mamboreense
Lema Um município em ótimo estado.
Prefeito(a) Ricardo Radomski (PSD)
Localização
Localização de Mamborê
Localização de Mamborê no Paraná
Mamborê está localizado em: Brasil
Mamborê
Localização de Mamborê no Brasil
24° 19' 08" S 52° 31' 48" O24° 19' 08" S 52° 31' 48" O
Unidade federativa  Paraná
Mesorregião Centro Ocidental Paranaense IBGE/2008 [1]
Microrregião Campo Mourão IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Campo Mourão e Farol ao norte; Boa Esperança e Juranda a oeste; Campina da Lagoa e Nova Cantu ao sul; Luiziana a leste
Distância até a capital 490 km
Características geográficas
Área 778,683 km² [2]
População 15 968 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 20,51 hab./km²
Altitude 750 m
Clima sub-tropical úmido mesotérmico, com verões quentes e baixa freqüência de geadas
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,745 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 280 522,086 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 19 452,33 IBGE/2008[5]
Página oficial

Mamborê é um município brasileiro do Estado do Paraná. Sua população estimada em 2010 é de 15.961 habitantes, tem uma área de 788,1 km² e a densidade demográfica é de 17,72 hab/km². As primeiras clareiras abertas na região onde se localiza o município de Mamborê foram abertas pelos pioneiros para facilitar o trânsito e o comércio da erva-mate. Em 1940, começou o processo de colonização da região, seguindo as picadas abertas pelos ervateiros, e utilizando os barracões abandonados como local de pouso. Nesta época, Mamborê já com envergadura de patrimônio, desenvolvia seu povoado baseado na produção agrícola. Criado através da Lei Estadual nº 4.425 de 28 de julho de 1960, e instalado em 3 de novembro de 1961, foi desmembrado de Campo Mourão.

História[editar | editar código-fonte]

A terra onde se localiza o atual Município de Mamborê já foi território espanhol na época em que vigorava o Tratado de Tordesilhas (Séc. XVII e XVIII).

Em 1541, uma grande expedição comandada pelo espanhol Álvar Nuñez Cabez de Vaca que saiu do litoral, atualmente pertencente ao Estado de Santa Catarina, passando pelo Paraná e utilizando o Caminho de Peabiru, chegou em Assunção em 1542, onde se declarou governador e denominou esta região de Província de Guairá. As aglomerações de pessoas nesta Província de Guairá eram lideradas por padres jesuitas e denominadas Reduções Jesuíticas ou Missões.

Os trabalhos de Alexandre Gusmão, um Ministro a serviço de Reino de Portugal, culminaram com a assinatura do Tratado de Madrid em 1750, os quais definiram praticamente os atuais limites internacionais do Brasil (ainda Colônia de Portugal). Desta forma a Província de Guairá passou a pertencer aos portugueses. O Paraná pertencia a Província de São Paulo.

As primeiras intervenções de exploradores na região só aconteceram por volta de 1918. Paraguaios e Argentinos, trabalhando para companhias, chegavam até esta localidade em busca da erva-mate. O argentino Dom Júlio Thomas Allica, proprietário da companhia, foi o principal explorador e exportador de erva-mate da região.

Como a região era muito extensa, surgiram vários acampamentos, sendo que o acampamento com o nome de Natividad localizava-se na atual Praça das Flores de nossa cidade. Após um massacre pelos homens leais do capataz Santa Cruz contra trabalhadores desertores do acampamento Natividad, o mesmo ficou abandonado. Dom Júlio Allica, então, trocou o nome para "Haamam-Amburê", que na língua guarani "Haamam" significa "lugar distante" e "Amburê", "reunião de pessoas". Surgiram várias controvérsias com a grafia das palavras, mas a primeira hipótese é a mais aceita como verdadeira. Com a chegada das primeiras famílias de brasileiros, a localidade passa a ser chamada "Mamburê", que é uma forma abreviada de "Haamam Amburê".

Em 1853 foi criada a Província do Paraná.

Em 29/07/1648 uma Carta Régia declarava a criação de Paranaguá, assim, a área onde um dia seria Mamborê, pertencia a Paranaguá.

Em 17/07/1852 era criado o Município de Guarapuava, com 54.540km2, correspondente a 1/4 do atual território paranaense, abrangendo a atual área de Mamborê.

Em 30/12/1943 era criado o Município de Pitanga. Há casos de pessoas que nasceram em Mamborê em 1945, cujo Registro de Nascimento consta como nascido em Pitanga.

Em 10/10/1947 foi criado o Município de Campo Mourão. Pela Lei número 613 de 27 de janeiro de 1951, Mamborê foi elevado à categoria de Distrito Judiciário do Município de Campo Mourão.

A criação do Município aconteceu em 25 de julho de 1960, através da Lei Estadual 4.245. Tendo ocorrido um engano na publicação em Diário Oficial datada de 28 de Julho de 1960, o Município foi registrado com o nome de "MAMBORÊ". Desta forma, o Município nasceu com um nome novo, o qual prevalece até hoje.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 

6. A evasão de Mengele fonte: Josef Mengele

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Paraná é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.