Mamduk Jamal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Abu Zakaria al-Jamal (em árabe: أبو زكريا الجمال‎‎; 1959 – Gaza, 3 de janeiro de 2009) , conhecido também por Mamduk Jamal era um comandante militar do Hamas, morto em 3 de janeiro de 2009, por um ataque aéreo do Tsahal dirigido à sua casa,[1] durante os bombardeios da Faixa de Gaza de 2008-2009.[2] Jamal foi o segundo dirigente do Hamas a ser vítima de assassinato seletivo, durante os ataques à Faixa de Gaza de 2008–2009, depois de Nizar Rayan.

Ele comandava as brigadas Izz ad-Din al-Qassam da Cidade de Gaza.[3]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]