Mamoplastia redutora

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Pré-operatório (à esquerda) e pós-operatório (à direita).

Mamoplastia redutora é um termo que refere-se a uma cirurgia plástica feita para reduzir o tamanho das mamas do paciente, que, na maioria dos casos, tem um volume excessivamente grande em relação ao resto do corpo (gigantomastia).[1][2][3] Embora esta operação é solicitada principalmente por mulheres, também é realizada em homens que sofrem de ginecomastia (tecido do peito superdesenvolvido) ou assimetria mamária. Com esta técnica pode-se eliminar tecido adiposo, o tecido da mama e da pele são removidos e a posição da mama é aumentada. Também é possível reduzir o tamanho da aréola se esta for excessivamente grande.

Referências

  1. «Cópia arquivada». Consultado em 28 de janeiro de 2016. Arquivado do original em 18 de dezembro de 2015 
  2. «Cópia arquivada». Consultado em 28 de janeiro de 2016. Arquivado do original em 29 de agosto de 2012 
  3. http://www.iqb.es/patologia/ciap/ciap_x.htm
Ícone de esboço Este artigo sobre medicina é um esboço relacionado ao Projeto Saúde. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.