Mané Galinha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Mané Galinha, Manuel Machado Rocha, foi um criminoso carioca, da Cidade de Deus, durante os anos 70 e 80 do século XX, retratado no filme Cidade de Deus, porém de forma semi-ficcional. É importante ressaltar que o Mané Galinha do filme foi inspirado no bandido real, mas não era uma tentativa de mostrá-lo como foi de verdade.

Mané Galinha em entrevista para o Jornal Nacional

Como características em comum entre o Mané Galinha real e o do filme estão o fato de ter sido querido pela comunidade, embora fosse bandido, contrastando com o temor provocado pelo seu inimigo Zé Pequeno. Contemporâneos do criminoso afirmam que o bandido começou a apresentar problemas emocionais após ter matado acidentalmente uma menina da favela, após um tiroteio na comunidade.

Morte[editar | editar código-fonte]

Mané Galinha foi assassinado na porta de sua casa na frente dos pais e irmãos menores em 8 de setembro de 1979, por Zé Pequeno e sua quadrilha, que o crivaram de balas, fato esse que inspirou uma cena do filme[1]. Após preso, o integrante da quadrilha de Zé Pequeno chamado Jorge Rodrigues Barbosa, assumiu ter dado o tiro mortal em Mané Galinha[2]

  1. «030015_09 - DocReader LIGHT». memoria.bn.br. Consultado em 4 de julho de 2017 
  2. «030015_10 - DocReader LIGHT». memoria.bn.br. Consultado em 14 de julho de 2017