Mandarim (personagem)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Mandarim (Marvel Comics))
Ir para: navegação, pesquisa
Mandarim
Mandarin (Marvel).jpg
Dados da publicação
Publicado por Marvel Comics
Primeira aparição Tales of Suspense #50 (Fev. 1964)
Criado por Stan Lee
Don Heck
Características do personagem
Alter ego Eugene"Gene"Sing Chen Khan
Espécie Humano
Terra natal Algum lugar na China.
Afiliações Mestres do Terror
Base de operações Vale dos Espíritos
Inimigos Homem de Ferro
Situação presente Ativo
Habilidades Gênio científico, habilidades sobre-humanas em artes marciais, dez anéis que lhe conferem vários poderes.
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Mandarim (Mandarin em inglês) é um supervilão das histórias em quadrinhos norte-americanas da Marvel Comics, criado por Stan Lee e Don Heck no ano de 1964, primitivamente como um inimigo do Homem de Ferro.[1] [2] [3]

Em 2009,o Mandarin foi ranqueado como o 81º maior vilão de quadrinhos de todos os tempos pela IGN.[4]

Biografia do personagem[editar | editar código-fonte]

Filho de uma nobre inglesa e de um chinês, que se dizia descendente de Genghis Khan, o Mandarim vivia como um aristocrata, até perder suas posses que incluíam castelos, por conta da Revolução Cultural. O Mandarim se considerava um mestre do karatê, mas suas armas mortais eram 10 anéis, que usava um em cada dedo das mãos. Cada um desses anéis tinha um poder diferente.

Depois se descobriu que esses anéis eram de origem alienígena, de uma raça de seres que se pareciam fisicamente com Dragões, uma das causas das lendas chinesas sobre esse mítico monstro. O Mandarim dominava também a tecnologia alienígena do teletransporte, que a utilizava para capturar pessoas do seu interesse. Várias vezes raptou o Homem de Ferro e também um antigo funcionário de Tony Stark, chamado Happy Hogan, que na ocasião havia vestido a armadura de ferro para ajudar o patrão. Em outro confronto, construiu o andróide chamado Ultimo para lutar com o super-herói.

Além de enfrentar o Homem de Ferro com certa regularidade, o Mandarim já combateu o Hulk ao lado do Homem-Areia. Fez parte também dos Mestres do Terror, inimigos dos Vingadores. Chegou até a enfrentar os X-Men.

Poderes e Habilidades[editar | editar código-fonte]

O mandarim é um excelente atleta, com grande habilidades nas mais variadas artes marciais. Através da prática repetida, ele tem endurecido todas as superfícies marcantes de seu corpo, especialmente as mãos, que são cobertas de calos grossos. Ele pode até mesmo dividir uma viga-magnética de liga reforçada na armadura do Homem de Ferro com golpes repetidos. Tão grande é a habilidade de artes marciais do Mandarim, que ele pode sobreviver até mesmo por anos sem comida e água, aparentemente; mantendo-se puramente através de seu domínio do chi. O grau preciso das artes marciais do Mandarim tem sido objeto de vários retcons implícitos pela Marvel Comics. Inicialmente, o Mandarim foi retratado como sendo um artista marcial; sendo também um super-humano habilidoso que poderia destruir a armadura do Homem de Ferro com as próprias mãos.

O Mandarim é um dos maiores gênios científicos do Universo Marvel, e altamente qualificado em várias ciências. Não só ele se fez uma autoridade especialista em ciência Makluan estrangeira, mas ele também tem se construído com base nesse conhecimento; fazendo novas descobertas com base nesse tipo de ciência.

As principais armas pessoais do Mandarim são os dez anéis que ele usa nos dedos de ambas as mãos. As operações dos Anéis não podem ser explicadas pela ciência contemporânea da Terra, mas sabe-se que eles serviram como fontes de energia quase ilimitada para os motores de nave estelar Makluan de Axonn-Karr. O Mandarin aprendeu como converter os anéis para seus usos pessoais e para fazê-los responder aos seus comandos mentais. Os dedos em que ele usa cada anel, e as funções conhecidas deles; e de como ele usa cada anel, são dadas abaixo.

Como disse o escritor Kieron Gillen em Homem de Ferro, novos nomes foram revelados para alguns anéis que os Anéis - aparentemente sencientes - usam para identificar uns aos outros. Capaz de se expressarem e de inter-comunicarem via telepatia, os anéis demonstram traços de personalidade e são mesmo capazes de fazer escárnio, humilhando o anel Nightbringer por não encontrar um hospedeiro, ao mesmo tempo que os seus companheiros.

Dedos Mão Esquerda Mão Direita
Dedo mindinho
Explosão de Gelo/"Zero"
O anel emite ondas de frio que pode ser usadas para atordoar um adversário. O anel normalmente faz um caminho no ar em sua explosão para transformar em gelo, e pode diminuir a temperatura de um objeto para quase zero absoluto. A gema tem a forma de várias cápsulas cilíndricas pequenas, de cor azul-branco.
Luz Negra/"Nightbringer"
O anel pode criar uma área de escuridão absoluta que parece absorver toda a luz que está ao redor dentro dele. Apesar de "luz negra" ser um termo utilizado para se referir a radiação ultravioleta, a escuridão criada pelo anel é, provavelmente; uma forma de "Darkforce." A gema tem a forma de quatro pequenos pontos pretos-azuis, dispostas em um formato quadrado em grupos de dois.
Dedo anelar
Mento-Intensificador/"The Liar"
O anel amplia a própria energia psíquica do usuário, permitindo-lhe colocar uma ou mais pessoas sob seu controle mental e transmitir ordens a eles mentalmente. Mais frequentemente utilizado para criar ilusões. A gema tem a forma de um diamante azul/quadrado inclinado.
Feixe de Desintegração/"Spectral"
O anel emite um feixe de energia que destrói todas as ligações entre os átomos e moléculas do objeto que ele ataca. Este anel tem vinte minutos para recarregar após o uso. A gema tem a forma de um quadrado de ouro.
Dedo do meio
Explosão Elétrica/"Lightning"
O anel emite energia elétrica em quantidades e intensidades mentalmente determinadas pelo usuário. O limite máximo atingido atualmente não é conhecido. A gema tem a forma de uma linha verde angular.
Feixe de Vórtex/"Spin"
O anel faz com que o ar se mova sobre alta velocidade, como num vórtice. O vórtice pode ser usado como uma arma de ataque, como um meio de levitação de objetos; ou como um meio de propulsão do usuário do anel através do ar. A gema tem a forma de um círculo azul simples.
Dedo indicador
Explosão de Chamas/"Incandescence"
O anel emite radiação infravermelha ou de calor em intensidades mentalmente determinadas pelo usuário. Normalmente, o calor da chama se produz através de um incandescente caminho através das moléculas no ar gerando uma explosão. O feixe de calor pode ser utilizado para desencadear explosões químicas. A quantidade máxima de calor que pode gerar não é conhecida. A gema tem a forma semelhante ao anel de explosão de gelo, mas com quatro cápsulas e uma cor vermelha.
Feixe de Impacto/"Influence"
Este anel pode projetar várias formas de energia, mais frequentemente que de neutrões rápidos, com grande força de concussão. O anel também tem sido usado para projetar intensas vibrações sonoras e criar ondas magnéticas que atraem ou repelem objetos. O anel pode ser capaz de emitir outras formas de energia, bem como tem sido utilizado para jogar o Homem de Ferro através de uma montanha. A gema tem a forma de uma estrela, de cor púrpura (ou vermelha).
Polegar
Luz Branca/"Daimonic"
Este anel pode emitir diversas formas de energia ao longo do espectro eletromagnético. Tem sido usado para criar poderosa gravidade suficiente para fazer Homem de Ferro enterrar-se ao tentar andar para a frente. A gema tem a forma de dois círculos brancos, fixado em ouro (quase como um par de olhos).
Reorganização da Matéria/"Remaker"
Este anel pode reorganizar os átomos e as moléculas de uma substância, ou acelerar ou retardar o seu movimento, de modo a produzir vários efeitos. O anel tem sido usado para condensar o vapor de água no ar para líquida, para solidificar gases; para criar gases venenoso letais no ar, para transformar um grupo de homens em pedra, para transformar um homem em um besouro, para virar uma montanha em um monstro de rocha, e para fazer uma mão de pedra grande o suficiente para romper do chão e envolver o corpo do Homem de Ferro. O anel não pode transmutar elementos ou reorganizar os átomos e moléculas do feixe-magnético da armadura reforçada do Homem de Ferro. A gema tem a forma de um pequeno círculo roxo.

Ao longo dos anos através de uma disciplina mental alcançada através de meditação e longa prática de uso dos anéis, o Mandarim estabeleceu uma forte ligação psíquica com seus dez anéis de poder, o que foi feito muitas vezes; deixando-o mais forte durante o período em que sua mente/ espírito, na verdade, habitava-os. Um exemplo mostra que ninguém pode usá-los para si mesmo, nem pode comandá-los sem a sua permissão os anéis do Mandarim; além dele mesmo. O Mandarim agora pode comandar os anéis mesmo quando eles estão separados dele por grandes distâncias. Ele pode mentalmente monitorar eventos que ocorrem perto de um anel que foi separado dele. A exposição contínua aos anéis alienígenas fez suas mãos ficarem verdes e escamosas. Ele pode voluntariamente dar o controle temporário sobre um anel aos seus servos. Se o servo morre ou cai inconsciente, os anéis teleportam-se de volta para o Mandarim. Por outro lado, se o próprio Mandarim é morto, todos os anéis retornam automaticamente para ele. Em uma ocasião, isso deixou os servos do Mandarim impotentes para parar alguns dos empregados de Tony Stark, que o Mandarim havia sequestrado; de escapar.

O Mandarim também usou um gerador de campo de força, mas isso não é parte de seu armamento padrão.

Ele também usou uma faixa na cabeça que lhe permitia transferir sua mente para seus anéis ou para dentro do corpo de outra pessoa, e um dispositivo de teletransporte escondido em sua pessoa, ambos exemplos de tecnologia Makluan.

O Mandarim além de ser um estrategista brilhante e brutal; é também talentoso. Ele também age de acordo com um código muito rigoroso de honra. Quando ele tentou impedir a Stark Enterprises de se estabelecer em Hong Kong, o Mandarim desafiou o Homem de Ferro para um duelo, afirmando que se ele ganhasse, iria assumir o controle das operações da Stark Enterprises em Hong Kong; e que se ele perdesse deveria cessar de colocar entraves nas atividades de Stark. Quando o Homem de Ferro o derrotou em um combate justo, ele viveu até o seu final do contrato. Em outra ocasião, ele matou um de seus asseclas para tentar drogá-lo durante uma sessão de treinos, com raiva que um de seus alunos usarem tais táticas desonrosas.

Em outros meios[editar | editar código-fonte]

  • O vilão fez uma notável aparição no game Marvel: Ultimate Alliance como o principal chefe da missão que ocorre no Vale dos Espíritos (Valley of Spirits em inglês).
  • Aparece como um adolescente maligno na série de desenho animado Iron Man - O Homem de Ferro.
  • No filme Homem de Ferro, Tony Stark é sequestrado pela organização Dez Anéis, uma referência ao Mandarim. Em Homem de Ferro 3, um Mandarim interpretado pelo ator Ben Kingsley aparece como suposto líder dos Dez Anéis, apenas para revelar que na verdade é Trevor Slattery, um ator contratado por Aldrich Killian (Guy Pearce) para que a história terrorista encubra os danos causados pelos experimentos da sua companhia I.M.A. No curta All Hail the King (incluído no Blu-Ray de Thor: The Dark World) Trevor é visitado na cadeia por um representante dos Dez Anéis, que revela que seu chefe "quer seu nome de volta", implicando que há um Mandarim verdadeiro.

Referências