Mandy Moore

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mandy Moore
Mandy Moore em março de 2018
Informação geral
Nome completo Amanda Leigh Moore
Nascimento 10 de abril de 1984 (34 anos)
Local de nascimento Nashua, New Hampshire
Origem Orlando, Flórida
País  Estados Unidos
Gênero(s) Pop
Pop rock
Dance-pop
Cônjuge Taylor Goldsmith (c. 2018)
Instrumento(s) Vocal, Violão
Período em atividade 1999–presente (cantora)
2000–presente (atriz)
Outras ocupações Cantora, compositora, atriz, modelo e design de moda
Gravadora(s) Epic (1999–2005)
Sire (2005–2006)
EMI (2006–presente)
Página oficial Página Oficial

Amanda Leigh Moore (Nashua, New Hampshire, 10 de abril de 1984) é uma cantora, compositora, atriz e dubladora norte-americana.[1] É mais conhecida na adolescência no final da década de 90, depois do lançamento dos álbuns So Real, I Wanna Be with You, e Mandy Moore, onde conseguiu bos vendas e vários sucessos nas paradas musicais. Moore também é bem sucedida na carreira e atriz, seu trabalho de destaque no cinema é o filme Um Amor Para Recordar de 2002. Também apareceu em vários filmes adolescentes da década de 2000 como, O Diário da Princesa, Saved! e Curtindo a Liberdade. Trabalhos de Moore na dublagem incluem a animação da Disney Tangled, a série Tron Uprising e o game Kingdom Hearts. Em 2007, depois de quatro anos sem lançar um álbum, ela lança Wild Hope, mostrando um estilo mais adulto e se distanciando totalmente da cantora adolescente de antes. Seu último trabalho na música, é o álbum Amanda Leigh, lançado em maio de 2009. Moore já vendeu mais de 10 milhões de álbuns no mundo todo.

Moore tem atuado como Rebecca Pearson no drama familiar This Is Us desde 2016, onde foi indicada ao Globo de Ouro de "Melhor Atriz Coadjuvante" por seu papel, e ganhou, junto com o elenco, um Screen Actors Guild Award de "Melhor Performance de Elenco em Série de Drama."

Biografia[editar | editar código-fonte]

Moore nasceu em 10 de abril de 1984, em Nashua, Nova Hampshire, é filha de Stacy Née Friedman, uma ex-repórter que já trabalhou para o Orlando Sentinel, e Donald Moore, um piloto da American Airlines. Moore é judia russa (de seu avô materno), descendente de ingleses e irlandeses. Na religião, Moore foi criada como católica, porém já disse que desenvolveu uma "mistura de coisas" de cada religião em que ela acredita.[2] Ela é a do meio de três irmãos, tem um irmão mais velho chamado Scott, e um irmão mais novo, Kyle.[3] Quando Moore tinha dois meses de idade, ela e sua família se mudaram para Longwood, Condado de Seminole, Flórida, por causa do trabalho de seu pai. Frequentou a Escola Secundária Católica Bishop Moore, em Orlando, de 1998 a 1999.[4]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Mandy se interessou peça música e a atuação ainda jovem, e cita sua avó materna britânica, Eileen Friedman, uma bailarina profissional em Londres, como uma de suas inspirações. Moore insistiu aos pais para que eles a colocassem em um curso de atuação e canto, eles achavam que era só uma fase enquanto a filha crescia, porém ela começou a estrelar diversas peças de teatro locais e a cantar o hino nacional em vários eventos em Orlando.[5] Moore tinha apenas doze anos quando começou a participar peças no teatro Stagedoor Manor, onde outras celebridades, como a atriz Natalie Portman, também atuavam.[6]

Quando Moore tinha treze anos, começou a compor músicas sozinha. Um dia, enquanto trabalhava em um estúdio em Orlando, foi ouvida por um entregador da FedEx chamado Victor Cade, que tinha um amigo que era executivo na gravadora Epic Records. Mais tarde, o entregador enviou a esse amigo uma cópia da demo inacabada de Moore, e ela assinou contrato com a gravadora.[7]


Moore fez sua estréia no cinema, como dubladora, em 2001, onde dublou uma Ursa na comédia Dr. Dolittle 2. Mais tarde naquele ano, Moore fez sua estréia como atriz no filme da Disney, O Diário da Princesa, que foi lançado em 3 de agosto de 2001. Ela interpretou Lana Thomas, a rival de Mia (Anne Hathaway). No filme, Moore apresenta um cover da canção, "Stupid Cupid" de Connie Francis, durante uma festa na praia.[8]

Em 2002, Moore fez sua estreia como protagonista no drama romântico, Um Amor Para Recordar, baseado no romance homônimo de Nicholas Sparks. Ela interpretou Jamie Sullivan, a filha impopular de um reverendo a beira da morte que se apaixona por um jovem rebelde. O filme foi um sucesso de bilheteria, lucrando um total de 47.494.916 de dólares.[9] Moore recebeu uma série de nomeações e prêmios por sua atuação, incluindo um MTV Movie Awards de "Melhor Performance de Atriz Revelação".

Em 2003, Moore co-estrelou com Allison Janney a comédia romântica, How to Deal. Sua personagem, Halley Martin, era uma adolescente de dezessete anos cínica e rebelde, que lida com seus relacionamentos e problemas com sua família e amigos.

Em 2004, estrelou a comédia romântica Curtindo a Liberdade, onde interpretou Anna Foster, a rebelde filha do presidente dos Estados Unidos, que quer mais liberdade do serviço secreto. No mesmo ano estrelou a comédia satírica Saved!, como Hilary Faye Stockard, uma garota popular em uma escola cristã. O filme recebeu críticas positivas, principalmente por sua atuação.[10] Em 2005, participou da premiada série da HBO, Entourage.

Em 2006, estrelou a comédia American Dreamz como Sally Kendoo, uma concorrente enlouquecida em uma programa de talentos no estilo "American Idol".[11] No mesmo ano dublou a personagem Nita, a heroína da sequência da animação da Disney, Irmão Urso 2, que foi lançada diretamente em vídeo em 29 de agosto. A ComingSoon.net elogiou o "desempenho surpreendentemente bom" de Moore.[12] Ainda em 2006, participou de dois episódios da quinta temporada da série Scrubs, como Julie Quinn, e também dublou a personagem, Tabitha Vixx, na animação da Fox, Os Simpsons.

Em 2007, co-estrelou com Diane Keaton, a comédia romântica Minha Mãe Quer que eu Case, como Milly Wilder. O filme foi lançado em 2 de fevereiro e foi um sucesso de bilheteria, faturando mais de 69 milhões em todo o mundo. No mesmo ano, estrelou com, John Krasinski e Robin Williams, a comédia Licença para Casar, lançada em 3 de julho. Também participou dos filme Dedication e Southland Tales, abandonando de vez o estereótipo de adolescente.

Em 2010, Moore dublou Rapunzel em Tangled, o 50° filme animado da Walt Disney Pictures. O filme foi um sucesso, lucrando 590,721,936 de dólares, sendo o terceiro filme de maior bilheteria de 2010.[13] Moore e Zachary Levi apresentaram a música tema do filme, "I See the Light", no Oscar de 2011, a música também estava indicada a "Melhor Canção Original". Ainda em 2010, participou de quatro episódios do drama médico Grey's Anatomy, como Mary Portman.

Em 2011, estrelou as comédias românticas Swinging with the Finkels e Love, Wedding, Marriage. A primeira foi filmada no Reino Unido em 2009.

De 2014 a 2015, Moore interpretou a Dra. Erin Grace, na série médica da Fox, Red Band Society.[14]

Em setembro de 2016, estreou o drama familiar This Is Us, onde Moore interpreta uma das protagonistas, Rebecca Pearson. A série se tonou um sucesso de critica e audiência, sendo uma das séries de maior audiência da televisão americana, e do canal NBC. Mandy recebeu várias indicações e prêmios por sua atuação na série, incluindo uma indicação ao Globo de Ouro por sua performance.[15] Em julho do mesmo ano, Mandy participou de uma versão a capella da canção "Fight Song" de Rachel Platten, junto com várias outras celebridades para a "Convenção Nacional Democrata de 2016", apoiando a candidatura de Hillary Clinton a presidência.[16]

Em 2017, voltou a dublar Rapunzel no filme Tangled: Before Ever After, e na série animada baseada no filme, Tangled: The Series, ambos estrearam no Disney Channel.[17] No mesmo ano co-estrelou com Claire Holt, o thriller de sobrevivência subaquática, 47 Meters Down, lançado em 16 de junho.

Carreira Musical[editar | editar código-fonte]

O single de estreia de Moore, "Candy", foi lançado em 17 de agosto de 1999, e foi um sucesso comercial em vários países. Nos Estados Unidos alcançou a 41ª posição na Billboard Hot 100,[18] e recebeu uma certificação de ouro da RIAA, por vendas superiores a 500.000 cópias no país.[19] O single foi bem sucedido na Austrália, onde atingiu o 2º lugar na parada ARIA e recebeu uma certificação de platina.[20]

Seu primeiro álbum, So Real, foi lançado em 7 de dezembro de 1999, com um estilo bubblegum pop, o álbum chegou a 31ª posição na Billboard 200 e foi certificado com platina, vendendo 1 milhão de cópias nos Estados Unidos.[21] O álbum recebeu recebeu críticas mistas dos críticos especializados, e Moore foi comparada a outras cantoras pop adolescentes da época.[22] So Real ainda teve mais dois singles, "Walk Me Home", que foi lançado no mesmo dia do álbum e chegou ao número 38 na Billboard Pop Songs, e "So Real", que foi lançado em 13 de junho de 2000, e se tornou seu segundo hit Top 40 na Austrália, chegando a 21ª posição no país, e a 18ª posição na Nova Zelândia.

No verão de 1999, Moore entrou em turnê abrindo shows da boy band 'N SYNC, e mais tarde naquele ano, também abriria os shows da boy band Backstreet Boys.[23]

Seu segundo álbum de estúdio, I Wanna Be with You, foi lançado em 9 de maio de 2000, com músicas do primeiro álbum e canções inéditas. O single de mesmo nome do álbum, foi lançado em 11 de julho de 2000, e passou 16 semanas na Billboard Hot 100, chegando na 24ª posição,[24] e no 11º lugar na Billboard Pop Songs.[25] O single também fez sucesso na Austrália, chegando a 13ª posição.[26] O álbum foi um sucesso comercial, estreando na 21ª posição da Billboard 200, e foi certificado com ouro pela RIAA, por vendas superiores a 500.000 cópias nos EUA.[27] No mesmo ano Moore ganhou o Kids 'Choice Awards de Favorite Rising Star.

Em 19 de junho de 2001, foi lançado seu terceiro álbum de estúdio, Mandy Moore, seu primeiro single lançado foi "In My Pocket", e teve um baixo desempenho nos EUA, chegando a 102ª posição da Bubbling Under Hot 100,[28] porém foi mais um sucesso de Mandy na Austrália atingindo a 11ª posição. O álbum alcançou o 35º lugar nos Estados Unidos e foi certificado com ouro, pelas vendas acima de 500.000 cópias.[29] O segundo single do álbum, "Crush", foi lançado em 28 de agosto de 2001, e chegou ao número 35 da Billboard Pop Songs. O terceiro e último single do álbum, "Cry", foi lançado em 4 de novembro de 2001 para ajudar a promover o filme Um Amor Para Recordar.

Em 21 de outubro de 2003, foi lançado seu quarto álbum Coverage, que trazia covers de músicas dos anos 70 e 80.[30] O álbum foi aclamado pela crítica, porém teve um baixo desempenho, estreou no 14º lugar na Billboard 200, vendendo 53 mil cópias na primeira semana, e não recebeu nenhuma certificação.

Em 2004, Moore deixou a Epic após cinco anos de serviço, alegando diferenças criativas,[31] ela tinha um contrato para 5 álbuns com gravadora, então para finalizar o contrato foi lançada em 16 de novembro, sua primeira coletânea de sucessos The Best of Mandy Moore que chegou na 148ª posição na Billboard 200. E em 5 de abril de 2005 foi lançada sua segunda coletânea, Candy.

Em 2007, Mandy assinou com a gravadora The Firm (EMI) e em 19 de julho do mesmo ano foi lançado seu quinto álbum de estúdio, Wild Hope, que foi inteiramente coescrito por Mandy e recebeu críticas positivas.[32] Nas paradas alcançou a 30ª posição na Billboard 200, vendendo 25 mil cópias em sua primeira semana,[33] e vendeu mais de 120.000 cópias nos EUA e mais de 350.000 cópias em todo o mundo.[34]

Em 26 de Maio de 2009, Moore lançou o álbum Amanda Leigh, através da gravadora Storefront Recordings (Sony Music), com um estilo musical voltado para o Folk, e rendeu os singles "I Could Break Your Heart Any Day of the Week" e "Fern Dell". O álbum recebeu críticas positivas, a revista Time disse que o álbum foi "impecavelmente gravado".[35] Estreou em 25° lugar na Billboard 200, vendendo 16 mil cópias na primeira semana,[36] e chegou a aproximadamente 100,000 cópias nos Estados Unidos.[37] O álbum não foi lançado em alguns territórios até 2010, e não foi lançado no Brasil até 2011.

Em 2012, Moore entrou para a lista da VH1, das "100 Maiores Mulheres na Música", ficando no 96º lugar.[38]

Carreira de Atriz[editar | editar código-fonte]

Moore fez sua estréia no cinema, como dubladora, em 2001, onde dublou uma Ursa na comédia Dr. Dolittle 2. Mais tarde naquele ano, Moore fez sua estréia como atriz no filme da Disney, O Diário da Princesa, que foi lançado em 3 de agosto de 2001. Ela interpretou Lana Thomas, a rival de Mia (Anne Hathaway). No filme, Moore apresenta um cover da canção, "Stupid Cupid" de Connie Francis, durante uma festa na praia.[39]

Em 2002, Moore fez sua estreia como protagonista no drama romântico, Um Amor Para Recordar, baseado no romance homônimo de Nicholas Sparks. Ela interpretou Jamie Sullivan, a filha impopular de um reverendo a beira da morte que se apaixona por um jovem rebelde. O filme foi um sucesso de bilheteria, lucrando um total de 47.494.916 de dólares.[40] Moore recebeu uma série de nomeações e prêmios por sua atuação, incluindo um MTV Movie Awards de "Melhor Performance de Atriz Revelação".

Em 2003, Moore co-estrelou com Allison Janney a comédia romântica, How to Deal. Sua personagem, Halley Martin, era uma adolescente de dezessete anos cínica e rebelde, que lida com seus relacionamentos e problemas com sua família e amigos.

Em 2004, estrelou a comédia romântica Curtindo a Liberdade, onde interpretou Anna Foster, a rebelde filha do presidente dos Estados Unidos, que quer mais liberdade do serviço secreto. No mesmo ano estrelou a comédia satírica Saved!, como Hilary Faye Stockard, uma garota popular em uma escola cristã. O filme recebeu críticas positivas, principalmente por sua atuação.[41] Em 2005, participou da premiada série da HBO, Entourage.

Em 2006, estrelou a comédia American Dreamz como Sally Kendoo, uma concorrente enlouquecida em uma programa de talentos no estilo "American Idol".[42] No mesmo ano dublou a personagem Nita, a heroína da sequência da animação da Disney, Irmão Urso 2, que foi lançada diretamente em vídeo em 29 de agosto. A ComingSoon.net elogiou o "desempenho surpreendentemente bom" de Moore.[43] Ainda em 2006, participou de dois episódios da quinta temporada da série Scrubs, como Julie Quinn, e também dublou a personagem, Tabitha Vixx, na animação da Fox, Os Simpsons.

Em 2007, co-estrelou com Diane Keaton, a comédia romântica Minha Mãe Quer que eu Case, como Milly Wilder. O filme foi lançado em 2 de fevereiro e foi um sucesso de bilheteria, faturando mais de 69 milhões em todo o mundo. No mesmo ano, estrelou com, John Krasinski e Robin Williams, a comédia Licença para Casar, lançada em 3 de julho. Também participou dos filme Dedication e Southland Tales, abandonando de vez o estereótipo de adolescente.

Em 2010, Moore dublou Rapunzel em Tangled, o 50° filme animado da Walt Disney Pictures. O filme foi um sucesso, lucrando 590,721,936 de dólares, sendo o terceiro filme de maior bilheteria de 2010.[44] Moore e Zachary Levi apresentaram a música tema do filme, "I See the Light", no Oscar de 2011, a música também estava indicada a "Melhor Canção Original". Ainda em 2010, participou de quatro episódios do drama médico Grey's Anatomy, como Mary Portman.

Em 2011, estrelou as comédias românticas Swinging with the Finkels e Love, Wedding, Marriage. A primeira foi filmada no Reino Unido em 2009.

De 2014 a 2015, Moore interpretou a Dra. Erin Grace, na série médica da Fox, Red Band Society.[45]

Em setembro de 2016, estreou o drama familiar This Is Us, onde Moore interpreta uma das protagonistas, Rebecca Pearson. A série se tonou um sucesso de critica e audiência, sendo uma das séries de maior audiência da televisão americana, e do canal NBC. Mandy recebeu várias indicações e prêmios por sua atuação na série, incluindo uma indicação ao Globo de Ouro por sua performance.[46] Em julho do mesmo ano, Mandy participou de uma versão a capella da canção "Fight Song" de Rachel Platten, junto com várias outras celebridades para a "Convenção Nacional Democrata de 2016", apoiando a candidatura de Hillary Clinton a presidência.[47]

Em 2017, voltou a dublar Rapunzel no filme Tangled: Before Ever After, e na série animada baseada no filme, Tangled: The Series, ambos estrearam no Disney Channel.[48] No mesmo ano co-estrelou com Claire Holt, o thriller de sobrevivência subaquática, 47 Meters Down, lançado em 16 de junho.

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Moore namorou o ator Zach Braff de 2004 a 2006.[49] Em 2008 começou a namorar o músico Ryan Adams, e em 10 de março de 2009, se casaram em uma cerimônia pequena e discreta que aconteceu na cidade de Savannah, na Georgia, Estados Unidos. O casal anunciou sua separação em janeiro de 2015.[50]

Em 2015, Moore começou a namorar o vocalista da banda Dawes, Taylor Goldsmith. Em 23 de setembro de 2017, os dois noivaram.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Discografia de Mandy Moore

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Filmografia de Mandy Moore

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Premiação Categoria Trabalho Resultado
2000 Kids' Choice Awards Favorite Rising Star I Wanna Be with You Venceu
Teen Choice Awards Choice Music: Female Artist Indicado
2002 MTV Movie Awards[51] Breakthrough Female Performance Um Amor para Recordar Venceu
Best Musical Sequence Indicado
Teen Choice Awards[52] Choice Movie: Female Breakout Star Venceu
Choice Movie: Chemistry (compartilhado com Shane West) Venceu
Young Hollywood Awards[53] Superstar of Tomorrow - Female Venceu
MYX Music Awards Song of The Year Cry Venceu
2003 Video Game Glow Awards[54] Best Live Action/Voice Female Performance Kingdom Hearts Indicado
MTV TRL Awards Quit Your Day Job Award Indicado
Teen Choice Awards Choice Crossover Artist (Music/Acting) Venceu
Young Hollywood Awards Unstoppable Vision Venceu
2004 Teen Choice Awards Choice Movie: Villain Saved! Indicado
Choice Movie: Hissy Fit Indicado
Choice Movie Actress: Action/Drama Chasing Liberty Indicado
2007 Ace Awards[55] Fashion Innovator Venceu
2010 Alliance of Women Film Journalists Best Animated Female Tangled Indicado
2011 Online Film & Television Association Best Voice-Over Performance Indicado
Best Music, Original Song Indicado
World Soundtrack Awards[56] Best Soundtrack Tangled: Original Soundtrack Indicado
Grammy Awards Best Compilation Soundtrack for Visual Media Indicado
83rd Academy Awards[57] Best Original Song I See the Light Indicado
Golden Globe Awards Best Song Indicado
Yahoo Awards[58] Favorite Actress of the 2000s Indicado
2017 Golden Globe Awards[59] Best Supporting Actress – Series, Miniseries or Television Film This Is Us Indicado
MTV Movie & TV Awards[60] Best Actor in a Show Indicado
People's Choice Awards[61] Favorite Actress in a New TV Series Indicado
Teen Choice Awards[62] Choice Summer Movie Actress 47 Meters Down Indicado
2018 Behind the Voice Actors Awards Best Female Lead Vocal Performance in a TV Special/Direct-to-DVD Title or Short Tangled: Before Ever After Venceu
Best Vocal Ensemble in a TV Special/Direct-to-DVD Title or Short Indicado
People's Choice Awards The Female TV Star of 2018 This Is Us Indicado
Online Film & Television Association Best Actress in a Drama Series Indicado
Gold Derby TV Awards Ensemble of the Year Indicado
Drama Actress Indicado
Screen Actors Guild Awards Outstanding Performance by an Ensemble in a Drama Series Venceu

Referências

  1. «Mandy Moore». PEOPLE.com (em inglês) 
  2. «Moore is not enough». The Age (em inglês). 31 de outubro de 2004. Consultado em 16 de outubro de 2018 
  3. «Mandy Moore Biography - Rolling Stone» 
  4. «Mandy Moore Interview: Catching Up with Mandy Moore». archive.is. 9 de maio de 2008 
  5. Inc, Nielsen Business Media (20 de novembro de 1999). Billboard (em inglês). [S.l.]: Nielsen Business Media, Inc. 
  6. «Mandy Moore». PEOPLE.com (em inglês) 
  7. «Putting Mandy on The Map». www.washingtonpost.com. Consultado em 16 de outubro de 2018 
  8. Inc., Fanpop,. «Mandy Moore Video: Mandy Moore singing "Stupid Cupid" in Princess Diaries». www.fanpop.com (em inglês). Consultado em 16 de outubro de 2018 
  9. «A Walk to Remember (2002) - Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com (em inglês). Consultado em 16 de outubro de 2018 
  10. Saved! (em inglês), consultado em 16 de outubro de 2018 
  11. «winnipegsun.com - Sunday Focus - Sweet dreamz». archive.is. 23 de agosto de 2006 
  12. «Brother Bear 2 - ComingSoon.net». ComingSoon.net (em inglês). 27 de agosto de 2006 
  13. «2010 Yearly Box Office Results - Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com (em inglês). Consultado em 16 de outubro de 2018 
  14. «Mandy Moore joins 'Red Band Society'». EW.com (em inglês) 
  15. «Mandy Moore: Milo Ventimiglia called me about my Golden Globes nod». TODAY.com (em inglês) 
  16. «The best celebrity moments of the Democratic convention, Night 2». USA TODAY (em inglês) 
  17. Wagmeister, Elizabeth (3 de junho de 2015). «'Tangled' Animated TV Series Based on Film Coming to Disney Channel». Variety (em inglês) 
  18. «Mandy Moore - Chart history | Billboard». www.billboard.com (em inglês). Consultado em 16 de outubro de 2018 
  19. Inc, Nielsen Business Media (5 de fevereiro de 2000). Billboard (em inglês). [S.l.]: Nielsen Business Media, Inc. 
  20. «australian-charts.com - Mandy Moore - Candy». 5 de outubro de 2012. Consultado em 16 de outubro de 2018 
  21. Inc, Nielsen Business Media (22 de abril de 2000). Billboard (em inglês). [S.l.]: Nielsen Business Media, Inc. 
  22. «So Real». EW.com (em inglês) 
  23. «Mandy Moore On The Difference Between 'N Sync And Backstreet Boys». MTV News (em inglês) 
  24. «Mandy Moore - Chart history | Billboard». www.billboard.com (em inglês). Consultado em 16 de outubro de 2018 
  25. «Mandy Moore - Chart history | Billboard». www.billboard.com (em inglês). Consultado em 16 de outubro de 2018 
  26. «australian-charts.com - Mandy Moore - I Wanna Be With You». 5 de outubro de 2012. Consultado em 16 de outubro de 2018 
  27. «Mandy Moore - Chart history | Billboard». www.billboard.com (em inglês). Consultado em 16 de outubro de 2018 
  28. «Top Music Charts - Hot 100 - Billboard 200 - Music Genre Sales». 29 de setembro de 2007. Consultado em 16 de outubro de 2018 
  29. Inc, Nielsen Business Media (1 de setembro de 2001). Billboard (em inglês). [S.l.]: Nielsen Business Media, Inc. 
  30. Coverage, Sony, 21 de outubro de 2003, consultado em 16 de outubro de 2018 
  31. direct, artist. «| ARTISTdirect». ARTISTdirect 
  32. «Wild Hope - Mandy Moore | Songs, Reviews, Credits | AllMusic». AllMusic. Consultado em 16 de outubro de 2018 
  33. «Billboard 200 2007» 
  34. «Mandy Moore Sales» 
  35. Tyrangiel, Josh (18 de maio de 2009). «Summer Arts Preview - TIME». Time (em inglês). ISSN 0040-781X 
  36. «Grizzly Bear roars onto the pop chart, as Eminem holds at No. 1». LA Times Blogs - Pop & Hiss (em inglês). 3 de junho de 2009. Consultado em 16 de outubro de 2018 
  37. «Independent Albums». Billboard 
  38. «WebCite query result». www.webcitation.org (em inglês). Consultado em 16 de outubro de 2018 
  39. Inc., Fanpop,. «Mandy Moore Video: Mandy Moore singing "Stupid Cupid" in Princess Diaries». www.fanpop.com (em inglês). Consultado em 16 de outubro de 2018 
  40. «A Walk to Remember (2002) - Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com (em inglês). Consultado em 16 de outubro de 2018 
  41. Saved! (em inglês), consultado em 16 de outubro de 2018 
  42. «winnipegsun.com - Sunday Focus - Sweet dreamz». archive.is. 23 de agosto de 2006 
  43. «Brother Bear 2 - ComingSoon.net». ComingSoon.net (em inglês). 27 de agosto de 2006 
  44. «2010 Yearly Box Office Results - Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com (em inglês). Consultado em 16 de outubro de 2018 
  45. «Mandy Moore joins 'Red Band Society'». EW.com (em inglês) 
  46. «Mandy Moore: Milo Ventimiglia called me about my Golden Globes nod». TODAY.com (em inglês) 
  47. «The best celebrity moments of the Democratic convention, Night 2». USA TODAY (em inglês) 
  48. Wagmeister, Elizabeth (3 de junho de 2015). «'Tangled' Animated TV Series Based on Film Coming to Disney Channel». Variety (em inglês) 
  49. «Why Zach Braff 'didn't like' dating Mandy Moore». USA TODAY (em inglês) 
  50. «Celebrity News». www.new-magazine.co.uk. Consultado em 16 de outubro de 2018 
  51. «Movie Awards 2002 - MTV Movie Awards - MTV». MTV. Consultado em 17 de outubro de 2018 
  52. «2002 Teen Choice Award Winners---AllYourTV.com». 3 de abril de 2007. Consultado em 17 de outubro de 2018 
  53. Staff, Hollywood.com (7 de maio de 2002). «2002 Movieline Young Hollywood Awards Winners List». Hollywood.com (em inglês) 
  54. «Video Game Glow Awards 2003» 
  55. Fashion. «ACE Awards: Mandy Moore». POPSUGAR Fashion (em inglês) 
  56. «World Soundtrack Awards 2011 - winners». www.chinokino.com. Consultado em 17 de outubro de 2018 
  57. «Academy Awards nomination list». thestate (em inglês) 
  58. «2011 Yahoo! Philippines OMG! Celebrity Poll List of Nominees Revealed!». EnteRvrexWorld (em inglês). 19 de outubro de 2011 
  59. «Winners & Nominees 2018». www.goldenglobes.com (em inglês). Consultado em 17 de outubro de 2018 
  60. Schwartz, Ryan (6 de abril de 2017). «This Is Us, Stranger Things, Atlanta Lead MTV Movie & TV Award Nominations». TVLine (em inglês) 
  61. «2017 People's Choice Awards nominees». USA TODAY (em inglês) 
  62. «Watch Full Episodes | Teen Choice on FOX». Watch Teen Choice on FOX. Consultado em 17 de outubro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Mandy Moore