Manfred Eigen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Manfred Eigen Medalha Nobel
Manfred Eigen em Göttingen, 1996
Nascimento 9 de maio de 1927
Bochum, Alemanha
Morte 6 de fevereiro de 2019 (91 anos)
Göttingen
Nacionalidade alemão
Cidadania Alemanha
Alma mater Universidade de Göttingen
Ocupação químico, físico, acadêmico, professor universitário, escritor, biofisico
Prêmios Prêmio Carus (1967), Medalha Davy (1967), Nobel prize medal.svg Nobel de Química (1967), Prêmio Linus Pauling (1967), Prêmio Paul Ehrlich e Ludwig Darmstaedter (1992), Medalha Helmholtz (1994), Hall da Fama da Pesquisa Alemã (2010), Medalha Wilhelm Exner (2011)
Campo(s) Cinética Química, físico-química

Manfred Eigen (Bochum, 9 de maio de 1927 – 6 de fevereiro de 2019) foi um químico alemão.

Conjuntamente com Ronald Norrish e George Porter, foi agraciado com o Nobel de Química de 1967 pelos seus estudos de reacções químicas extremamente rápidas, afetando o equilíbrio por meio de pulsos de energia muito curtos.[1]

Falecido em 6 de fevereiro de 2019 aos 91 anos de idade.[2]

Publicações selecionadas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Chemistry Laureates: Fields». www.nobelprize.org. Consultado em 9 de agosto de 2018 
  2. «German Nobel Prize winning chemist Manfred Eigen dies age 91» (em inglês). Deutsche Welle. 7 de fevereiro de 2019. Consultado em 7 de fevereiro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Robert Sanderson Mulliken
Nobel de Química
1967
com Ronald Norrish e George Porter
Sucedido por
Lars Onsager
Precedido por
Rino Rappuoli e Michio Ui
Prêmio Paul Ehrlich e Ludwig Darmstaedter
1992
Sucedido por
Philippa Marrack, John Kappler e Harald von Boehmer