Manfred Eigen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Manfred Eigen Medalha Nobel
Manfred Eigen em Göttingen, 1996
Nascimento 9 de maio de 1927
Bochum, Alemanha
Morte 6 de fevereiro de 2019 (91 anos)
Nacionalidade alemão
Prêmios Prêmio Carus (1967), Medalha Davy (1967), Nobel prize medal.svg Nobel de Química (1967), Prêmio Linus Pauling (1967), Prêmio Paul Ehrlich e Ludwig Darmstaedter (1992), Medalha Helmholtz (1994), Hall da Fama da Pesquisa Alemã (2010), Medalha Wilhelm Exner (2011)
Campo(s) Cinética Química, físico-química
Notas Membro da Pontifícia Academia das Ciências

Manfred Eigen (Bochum, 9 de maio de 1927 – 6 de fevereiro de 2019) foi um químico alemão.

Conjuntamente com Ronald Norrish e George Porter, foi agraciado com o Nobel de Química de 1967 pelos seus estudos de reacções químicas extremamente rápidas, afetando o equilíbrio por meio de pulsos de energia muito curtos.[1]

Falecido em 6 de fevereiro de 2019 aos 91 anos de idade.[2]

Publicações selecionadas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Chemistry Laureates: Fields». www.nobelprize.org. Consultado em 9 de agosto de 2018 
  2. «German Nobel Prize winning chemist Manfred Eigen dies age 91» (em inglês). Deutsche Welle. 7 de fevereiro de 2019. Consultado em 7 de fevereiro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Robert Sanderson Mulliken
Nobel de Química
1967
com Ronald Norrish e George Porter
Sucedido por
Lars Onsager
Precedido por
Rino Rappuoli e Michio Ui
Prêmio Paul Ehrlich e Ludwig Darmstaedter
1992
Sucedido por
Philippa Marrack, John Kappler e Harald von Boehmer